Archive for 16 Julho, 2004

EINSTEIN (V)

Esta nova teoria . confirmada em 1919, por observações durante um eclipse solar . tornou Einstein um cientista reconhecido, o que levou a que fosse indicado como candidato ao Prémio Nobel da Física que, contudo, apenas obteria em 1921, pelo seu trabalho sobre o efeito fotoeléctrico.

Nessa época, o facto de Einstein ser judeu começou a trazer-lhe dificuldades na Alemanha nacionalista, em que avançavam os extremismos, acentuando-se a perseguição aos judeus, no período de 1922 a 1925.

Em 1930, Einstein, numa nova visita aos Estados Unidos – tendo por objectivo proferir palestras – preferiu radicar-se no país, dada a ascensão do nazismo na Alemanha (mantendo inicialmente a ligação às universidades alemãs, até 1933), instalando-se então no Instituto de Estudos Avançados da Universidade de Princeton.

Em 1940, após o regime nazi lhe ter .confiscado. a cidadania, viria a naturalizar-se americano (mantendo, não obstante, a cidadania suíça).

[1566]

16 Julho, 2004 at 6:24 pm 3 comentários

PABLO NERUDA – 100 ANOS (V)

Discurso lido no 50º aniversário do poeta (1954) no salão de honra da Universidade do Chile:

.Yo recuerdo en Florencia un día en que fui a visitar una fábrica. Yo ahí leí mis poemas a los obreros reunidos, los leí con todo el pudor que un hombre del joven continente puede sentir hablando junto a la sagrada sombra que allí sobrevive. Los obreros de la fábrica me hicieron después un presente. Lo guardo aún. Es una edición de Petrarca del año 1484.

La poesía había pasado con sus aguas, había cantado en esa fábrica y había convivido por siglos con los trabajadores. Aquel Petrarca, que siempre vi arrebujado bajo una caperuza de monje, era uno más de aquellos sencillos italianos y aquel libro, que tomé en mis manos con adoración, tuvo un nuevo prestigio para mí, era sólo una herramienta divina en las manos del hombre.

Yo pienso que si muchos de mis compatriotas y algunos ilustres hombres y mujeres de otras naciones han acudido a estas celebraciones, no vienen a celebrar en mi persona sino la responsabilidad de los poetas y el crecimiento universal de la poesía.

Si estamos aquí reunidos estoy contento. Pienso con alegría que cuanto he vivido y escrito ha servido para acercarnos. Es el primer deber del humanista y la fundamental tarea de la inteligencia asegurar el conocimiento y el entendimiento entre todos los hombres. Bien vale haber luchado y cantado, bien vale haber vivido si el amor me acompaña.

Yo sé que aquí en esta patria aislada por el inmenso mar y las nieves inmensas no me estáis celebrando a mí, sino a una victoria del hombre. Porque si estas montañas, las más altas, si estas olas del Pacífico, las más encarnizadas, [alguna vez] quisieron impedir que mi patria hablara en el mundo, se opusieron a la lucha de los pueblos y a la unidad universal de la cultura, fueron vencidas estas montañas y ese gran océano fue vencido.

En este remoto país, mi pueblo y mi canto lucharon por la intercomunicación y la amistad.

Y esta universidad que nos recibe cumpliendo con sus tareas intelectuales consagra una victoria de la comunidad humana y reafirma el honor de la estrella de Chile.

Bajo nuestra estrella antártica vivió Rubén Darío. Venía del maravilloso trópico de nuestras Américas. Llegó tal vez en un invierno blanco y celeste como el de hoy, a Valparaíso, a fundar de nuevo la poesía de habla hispana.

En este día mi pensamiento y mi reverencia van a su estrellada magnitud, al sortilegio cristalino que sigue deslumbrándonos.

Anoche, con los primeros regalos, me trajo Laura Rodig un tesoro que desenvolví con la emoción más intensa. Son los primeros borradores escritos con lápiz y llenos de correcciones de los Sonetos de la muerte, de Gabriela Mistral. Están escritos en 1914. El manuscrito tiene aún las características de su poderosa caligrafía.

Pienso que estos sonetos alcanzaron una altura de nieves eternas y una trepidación subterránea quevedesca.

Yo recuerdo a Gabriela Mistral y a Rubén Darío como poetas chilenos y al cumplir cincuenta años de poeta, quiero reconocer en ellos la edad eterna de la verdadera poesía.

Debo a ellos, como a todos los que escribieron antes que yo, en todas las lenguas. Enumerarlos es demasiado largo, su constelación abarca todo el cielo..

[1565]

16 Julho, 2004 at 6:00 pm

…28 DIAS – BOROBODUR (JAVA) / BALI

Construído cerca do ano 750 pela dinastia Shailendra, e misteriosamente abandonado pouco tempo depois, Borobodur, uma das maravilhas do mundo, é uma grande estrutura religiosa construída para representar o universo Budista, sendo efectivamente o maior santuário budista do mundo.

Tem 250 metros de altura, com uma base num quadrado de 113 metros de lado, tendo sido construído num estilo piramidal, agrupando mais de 1 milhão de blocos.

Encontrava-se abandonado na selva até ser redescoberto por Stamford Raffles em 1814, tendo beneficiado também da intervenção a nível de recuperação, levada a cabo pela UNESCO.

Está disposto em quatro níveis, representando os níveis da realidade, dos quais apenas três visíveis, dado que o outro se situa sob a terra. O primeiro nível tem cinco degraus. No segundo nível, podem apreciar-se 72 Stupas (templos) dispostos em três círculos, cada um dos quais contendo no seu interior uma estátua de Buda. No terceiro nível, uma Stupa gigantesca, embora vazia (representando o vazio cósmico).

Na Indonésia, obviamente a visitar também, Bali!

Banhada pelo Oceano Índico, “>Bali . uma das 13 667 ilhas da Indonésia ., com certeza a mais bela e exótica de todas, com apenas 5 620 quilómetros quadrados, e a única de população de religião hinduísta, repartindo-se o culto por cerca de 22 000 templos (praticamente presentes em todas as ruas), todos eles ornamentados com inúmeras estátuas, tendo por como objectivo .afastar os maus espíritos dos locais sagrados. ou louvar as diversas divindades.

Também conhecida como o .paraíso do surf., devido às suas ondas e inúmeras praias.

Há 1 ano no Memória Virtual – A Revolução na Blogosfera

P. S. Foi divulgado ontem o “Relatório de Desenvolvimento Humano“, emitido pelo PNUD (Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas). À semelhança do que aqui fiz há cerca de 1 ano, fica a promessa de uma análise detalhada numa próxima semana.

[1564]

16 Julho, 2004 at 8:22 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @ConstancaSa: E a comunicação social, Paulo, tira as devidas consequências? Ou ele são todos iguais e nós somos os arautos dos boas prát… 6 hours ago
  • RT @MundoMaldini: Justo triunfo del Valencia. Por muchas cosas. Sobre todo premio a la paciencia por aguantar a Marcelino en el momento crí… 6 hours ago
  • RT @pedro_sales: @jcaetanodias errado. dois para sporting, um para benfica e hipótese de um destes clubes vencer ainda a supertaça 2018/19. 6 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.