Archive for 12 Julho, 2004

EINSTEIN (I)

E, após duas semanas inteiramente dedicadas ao genial Mestre Leonardo da Vinci, há outras figuras, nomes, pessoas, datas; outros feitos, países, cidades; outros assuntos; história, arte, ciência, cultura, desporto, a tratar.

E, depois do génio do milénio, começamos com um génio do século XX: Albert Einstein; nos próximos dias, faremos uma breve viagem pelo que foi a sua vida e obra (em particular, a famosa .Teoria da Relatividade.).

Albert Einstein, físico, matemático e filósofo, nasceu em Ulm (Württemberg, no sul da Alemanha) em 14 de Março de 1879 e morreu em Princeton, EUA, em 18 de Abril de 1955.

O seu pai, Hermann Einstein, possuía uma oficina electrotécnica e tinha um grande interesse por tudo o que se relacionasse com invenções eléctricas.

Contudo, os negócios não corriam bem, pelo que, após o nascimento de Albert, em Junho de 1880, se mudou para Munique.

Nos primeiros anos de estudo, Albert experimentou tais dificuldades que se receou tivesse problemas mentais. Em 1888, com 9 anos, foi para o Luitpold Gymnasium, onde estudou religião e matemática; na escola secundária, só se interessava pela matemática e pela física; o baixo rendimento nas restantes disciplinas, assim como a sua rebeldia, obrigou-o a abandonar a escola. Não obstante, dos 6 aos 13 anos, Albert aprendera a tocar violino e conseguira mesmo aprender sozinho a tocar piano, ouvindo a sua mãe.

Em 1891, com 12 anos, decidira estudar sozinho matemática e ciências e, nos tempos livres, o seu tio Jakob ensinava-o nas primeiras noções de álgebra e geometria.

[1553]

12 Julho, 2004 at 10:14 pm

EXPOSIÇÃO NA BIBLIOTECA NACIONAL – I GUERRA MUNDIAL

A Biblioteca Nacional apresenta uma interessante e original exposição de cartazes tendo por motivo a I Guerra Mundial.

“… Esta exposição patenteia uma selecção de 65 cartazes de um vasto conjunto de 256 obras sobre o referido período histórico. Pertencentes ao património da BN, fazem parte, na sua quase totalidade (253), da generosa doação de 356 cartazes, sobre vários temas, efectuada por Abílio Pacheco Teixeira Rebelo de Carvalho, em 1977, a esta instituição.”

“Os 256 cartazes que podem ser consultados neste site, especialmente concebido para a sua divulgação, estão relacionados ou são proximamente decorrentes da I Guerra Mundial e fazem parte da Colecção de Cartazes da Biblioteca Nacional.”

P. S. Aproveitando a oportunidade para “publicitar” (mais um) outro “blogue” que tenho o prazer de começar agora a desenvolver, relacionado com a organização de um “evento internacional” a nível empresarial (torneio desportivo europeu entre diversas “filiais” da Companhia).

P. S. 2 – Novo agradecimento à Isabel que me vai mantendo informado das iniciativas da Biblioteca Nacional.

[1552]

12 Julho, 2004 at 6:20 pm 1 comentário

"ALL STARS" (FUNDAÇÃO LUÍS FIGO)

Pelo segundo ano consecutivo, a Fundação Luís Figo promove a realização de um jogo de futebol, designado “All Stars“, com finalidades de beneficiência, a decorrer hoje, pelas 19h45m, no Estádio do Algarve (Faro-Loulé), no qual participarão uma selecção de jogadores que disputam o campeonato português e uma selecção internacional.

As “grandes atracções” serão Michael Schumacher (que “brilhou” na edição do ano passado), Ronaldo e Zidane.

[1551]

12 Julho, 2004 at 1:26 pm

PABLO NERUDA – 100 ANOS (I)

Faz hoje 100 anos, nascia Neftalí Ricardo Reyes Basoalto, que viria a ser imortalizado como Pablo Neruda.

Em Portugal, o lançamento das obras “Cadernos de Temuco” e “Cem Sonetos de Amor” dá início à comemoração do centenário do poeta, um dos mais importantes do século XX, Prémio Nobel em 1971.

Neftalí Ricardo Reyes Basoalto, conhecido pelo pseudónimo de Pablo Neruda (nome que oficialmente adoptaria em 1946), nasceu em Parral, no Chile, em 12 de Julho de 1904.

Publicaria os primeiros trabalhos literários na cidade de Temuco; a primeira obra publicada seria .Crepusculário. (1923), seguindo-se (em 1924), os famosos .Veinte Poemas de Amor y una Cancion Desesperada..

Até final da década de 20, foi Cônsul do Chile na Birmânia, Ceilão, Java e Singapura, antes de seguir para Espanha (de 1934 a 1938) e no México (1940 a 1943), vindo a ser eleito senador em 1945; teria de abandonar o Chile em 1950, devido à ilegalização do Partido Comunista. Regressaria ao seu país em 1952.

Seria ainda embaixador em França (1970). Em Outubro de 1971, ser-lhe-ia atribuído o Prémio Nobel da Literatura. Faleceu em Santiago, em 23 de Setembro de 1973, 12 dias depois da queda e morte de Salvador Allende.

Poeta romântico na fase inicial do seu percurso, sob a inspiração de Walt Whitman, atravessaria depois o surrealismo, influenciado por André Breton, vindo a tornar-se marxista e revolucionário, lutando pela República em Espanha e, depois, pelas revoluções latino-americanas.

Há 1 ano no Memória Virtual – .Textos pré-blogue.

[1550]

12 Julho, 2004 at 8:32 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.