Archive for 2 Julho, 2004

SOPHIA…

A minha homenagem a Sophia de Mello Breyner Andresen

[1503]

2 Julho, 2004 at 10:30 pm

1 ANO DE "MEMÓRIA VIRTUAL" – RETROSPECTIVA (XV)

“A MAGIA DO FUTEBOL OU O SONHO DE MOURINHO”

A “magia do futebol” é o que faz deste desporto “o maior espectáculo do mundo”.

A “magia do futebol” é o que permite que o Monaco, necessitando de marcar 3 golos ao Real Madrid, e dispondo de pouco mais de 45 minutos para o fazer, o tenha conseguido alcançar.

A “magia do futebol” é o que permite que o Coruña, necessitando de marcar 3 golos a um “avisado” Milan, o tenha conseguido em menos de 45 minutos (acabando por chegar ainda ao 4-0!).

E o “sonho de Mourinho” começa a estar mesmo “aqui à mão”!

Hoje, o FC Porto “não quis” (não merecia) ganhar o jogo; mas voltou a mostrar a sua personalidade de campeão – à imagem do seu técnico (hoje por hoje um dos melhores do mundo, com lugar em qualquer das melhores equipas mundiais) -, controlando o jogo e, mais uma vez, com alguma estrelinha, dando as “estocadas” decisivas no momento certo e isto perante um Lyon que mostrou ser uma equipa muito forte (com 5 jogadores da selecção de França e 3 da selecção do Brasil), talvez excessivamente voluntariosa na sua ânsia de ganhar e de marcar golos.

O “arrogante” Mourinho não se deixou desconcentrar pelas incidências do jogo; tinha traçado um plano e cumpriu-o até ao fim, sem perder nunca o controlo nem entrar em exuberâncias técnico-tácticas; em primeiro lugar, estava a vitória na eliminatória, independentemente da vitória no jogo. Acho que não podemos censurá-lo por não ter querido “humilhar” o Lyon…

Afastados que foram os “colossos” Real Madrid, AC Milan e Arsenal, o FC Porto será, neste momento, o principal candidato ao título de Campeão Europeu.

A nível nacional é, “de longe”, a equipa com melhor palmarés (mais de 20 campeonatos nacionais, contra apenas 1 do Coruña e do Chelsea). A nível europeu, é também a equipa mais vitoriosa: 1 Taça dos Campeões Europeus, 1 Taça UEFA, 1 Supertaça Europeia, 1 Taça Intercontinental. O Chelsea tem “apenas” duas vitórias na Taça das Taças. O Monaco apenas foi uma vez à final da Taça das Taças (que perdeu, em Lisboa, com o Werder Bremen). O Coruña nunca atingiu uma final europeia.

Mas, se o passado das equipas “não ganha jogos”, o FC Porto tem mostrado, na presente época (tal como na anterior) ser uma equipa que joga contra qualquer equipa do mundo com uma grande dose de confiança que Mourinho lhe transmitiu, sem receio de ninguém.

Perante o Coruña, o FC Porto vai ter que jogar bastante mais do que jogou nesta eliminatória com o Lyon, mas, “agora mesmo”, todos os sonhos são possíveis.

Desejo que o FC Porto continue a erguer “bem alto” o nome de Portugal, que “cumpra o seu destino” e “realize o sonho secreto de Mourinho” de ser Campeão Europeu. Parabéns a todos os portistas!

P. S. Dá que pensar, a um benfiquista, ver o que Maniche tem feito nos últimos 2 anos, culminando hoje com 2 golos fabulosos, de grande grau de dificuldade que, com uma técnica exemplar, soube transformar na “coisa mais fácil do mundo”.

Texto editado originalmente em 07.04.04.

2 Julho, 2004 at 6:01 pm 1 comentário

1 ANO DE "MEMÓRIA VIRTUAL" – RETROSPECTIVA (XIV)

“ASSUSTADOR”

Nota prévia: hoje, é dia de “umbiguismo” (justificado, creio eu…)

“Isto começa a assustar-me”: ontem, 3º lugar no ranking do Weblog.com.pt, com 798 (!) visitas (logo após os inatingíveis Barnabé e Blogue de Esquerda)!

Bem sei que é uma posição “espúria” (há muitos outros “blogues” melhores que este); que é uma posição circunstancial (tal como na vida, também aqui há flutuações, “altos e baixos”… nem sempre de compreensão imediata); mas permita-se-me dizer também que acho que não é uma “classificação” acidental (na medida em que não resulta, em particular, de nenhuma “entrada” ou imagem mais sensacional(ista) ou atractiva).

Ao longo de nove meses, o Memória Virtual tem servido (muitas vezes) como um “repositório” de informação (geralmente dispersa por muitas fontes), construindo, “paulatinamente”, isso mesmo – uma pequena “memória virtual” de assuntos que me interessam. Tem sido (nomeadamente, entre outras coisas) um “trabalho” de pesquisa, compilação, resumo, síntese e centralização de dados, que me tem dado muito prazer, com o qual tenho aprendido imenso e que me tem proporcionado conhecer alguns (bastantes) “amigos virtuais”.

Na minha vida profissional, pela posição que desempenho, sei bem que, “o mais difícil não é chegar ao topo”, o mais difícil é manter-se lá; é como se tivéssemos, todos os dias, que “partir do zero”, tendo de demonstrar, a cada novo dia, que somos capazes e merecedores de continuar a justificar a confiança que em nós foi delegada.

As classificações que este “blogue” tem tido nas últimas semanas são um facto gerador de responsabilidade acrescida, mas, mais que isso, constituem um fantástico incentivo e uma grande motivação a continuar sempre. OBRIGADO a todos!

A fechar, talvez “raiando a fronteira da arrogância” (longe de mim tal postura!), como diz José Mourinho, o FC Porto é capaz, hoje, de vencer qualquer equipa do mundo, mas não lhe peçam para, no mesmo ano, vencer, sucessivamente, três ou quatro das melhores equipas do mundo… Mourinho não quer confessar publicamente o seu sonho de ser Campeão Europeu.

Por mim, não “ambiciono”, nem sequer em privado (!) chegar “mais longe na tabela” do que o atingido ontem… (claro que é possível superar, em determinado dia, um outro “blogue mais famoso”, mas, “todos” ao mesmo tempo, é uma utopia que nunca me moveu).

Já vai longo o “umbiguismo”, mas termino com um comentário/reflexão: Que “diferença” entre o “Top 25” do Weblog.com.pt e o do “Blogs.Sapo.pt”!… Parabéns (e obrigado) ao Paulo Querido.

Texto editado originalmente em 25.03.04.

2 Julho, 2004 at 1:55 pm 1 comentário

LEONARDO (IV)

Gioconda / Mona LisaEm 1503, regressou a Florença como engenheiro da República (em guerra com a cidade de Pisa). Nesse ano, foi-lhe encomendada .A Batalha de Anghiari. e terá começado a obra mais celebrada da sua carreira, o retrato .A Gioconda / Mona Lisa..

Realizou o projecto para desviar o curso do Arno e construir um canal que o tornasse navegável desde Florença até ao mar.

Em Junho de 1506, abandonou Florença, com destino a Milão, acompanhado da obra-prima, que considerava inacabada, levando-a mais tarde para Roma e, posteriormente, França.

Leonardo manteve-se em Milão durante 6 anos, até 1513, principalmente ao serviço de Carlos de Amboise, como arquitecto, engenheiro e artista, tendo nomeadamente projectado um Palácio e uma Capela.

[1502]

2 Julho, 2004 at 8:55 am

ADUFE – 1º ANIVERSÁRIO

Faz hoje um ano, o “meu amigo” Rui dava início ao Adufe, um dos melhores “blogues” portugueses, o que adquire ainda mais propriedade, dado tratar-se de um “blogue” individual.

Ao longo de todos estes meses, o Rui, sempre com grande dedicação, ofereceu-nos diversos textos de grande qualidade, a par de “análises de grande fôlego”, sempre com uma grande variedade de temas.

Não se coibiu de “abrir o que lhe vai na alma” sobre a sua profissão e as incertezas quanto ao rumo que vem sendo seguido pela instituição onde trabalha. Mostrou ser um homem de coragem.

No dia em que é justamente merecido um grande abraço de Parabéns, aqui deixo expressos os meus votos de que tudo corra como desejas e que possas continuar a oferecer ao Adufe uma parte do teu tempo, presenteando-nos com a tua companhia (escrita) diária.

[1501]

2 Julho, 2004 at 8:33 am 1 comentário

1 ANO DE "MEMÓRIA VIRTUAL" – RETROSPECTIVA (XIII)

FC PORTO VENCE MANCHESTER UNITED

Três palavras: Justiça; Estrelinha; Campeão!

Não foi um jogo bonito, mas, no conjunto das duas partidas, fez-se justiça: o FC Porto jogou mais, foi superior e mereceu inteiramente a vitória na eliminatória.

A estrelinha de marcar o golo do empate no último minuto da eliminatória, quando já poucos acreditariam (o Manchester não se pode queixar… já ganhou uma Liga dos Campeões com dois golos nos “descontos”!).

O FC Porto (vencedor da Taça UEFA, é conveniente recordá-lo…) vai fazendo o seu caminho, até à final, até ser… campeão (!?).

Esta vitória perante o clube mais rico do mundo faz-me recordar outras duas eliminatórias: uma, em 1985, quando o FC Porto, a caminho da final da Taça das Taças eliminou o Aberdeen (um golo de Vermelhinho…), então a melhor equipa da Europa; a outra, logo em 1987, em Kiev, dias após o desastre de Tchernobyl, frente ao D. Kiev (também, na época, a equipa mais poderosa da Europa), abrindo portas à conquista da Taça dos Campeões Europeus e ao título de Campeão do Mundo.

Esta exuberância toda (de um benfiquista) parece-me justificada – normalmente, serão precisos muitos anos para que uma equipa portuguesa volte a eliminar – em Old Trafford – o Manchester United!

E, paradoxalmente, este FC Porto faz lembrar o Benfica dos anos 60 ou o de Eriksson (de 1983/84), quando transmitia a confiança de ser capaz de vencer qualquer adversário!

Parabéns FC Porto! Gostava de “tirar o meu chapéu” a José Mourinho (um verdadeiro líder de homens), mas gostaria de o fazer com (“o arrogante”) Mourinho como campeão europeu.

Texto editado originalmente em 09.03.04.

Há 1 ano no Memória Virtual – Mariza e as outras

2 Julho, 2004 at 8:05 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @rfam: A precisão com que o fogo foi colocado na zona da Sertã é bastante evidente neste mapa. Na Única faixa que ainda não tinha ardido… 11 minutes ago
  • Tottenham marca nos descontos e ganha 3-2 à Juventus... 1 hour ago
  • RT @FlavioNunesPT: É muito importante que a @Libra_ seja escrutinada e analisada antes do lançamento. Mas há cada vez mais sinais de que is… 1 hour ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.