ELEIÇÕES PARLAMENTO EUROPEU (IX)

7 Junho, 2004 at 1:45 pm 1 comentário

O Parlamento Europeu é a única instituição comunitária que reúne e delibera em público. As suas resoluções, pareceres e debates são publicados no Jornal Oficial das Comunidades Europeias.

No hemiciclo, os deputados não estão agrupados por delegações nacionais, mas sim em função do grupo político a que pertencem. Actualmente, o Parlamento Europeu integra sete grupos políticos bem como deputados .não inscritos.. Por outro lado, os deputados trabalham em comissões e em delegações parlamentares, de que podem ser membros titulares ou suplentes.

Um grupo político deve ser plurinacional e possuir um número mínimo de membros. Existem, actualmente, sete grupos políticos no Parlamento Europeu. Os grupos políticos constituem-se a partir de mais de 100 partidos políticos nacionais.

Grupos políticos:
PPE-DE – Grupo do Partido Popular Europeu (Democrata-Cristão) e Democratas Europeus
PSE – Grupo do Partido dos Socialistas Europeus
ELDR – Grupo do Partido Europeu dos Liberais, Democratas e Reformistas
Verts/ALE – Grupo dos Verdes/Aliança Livre Europeia
GUE/NGL – Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde
UEN – Grupo União para a Europa das Nações
EDD – Grupo para a Europa das Democracias e das Diferenças

Os deputados europeus reúnem-se em sessão plenária uma vez por mês em Estrasburgo. Em Bruxelas, tem lugar um determinado número de sessões suplementares de dois dias. O Secretariado-Geral do Parlamento está instalado no Luxemburgo.

Duas semanas por mês, os deputados europeus participam nas reuniões das comissões parlamentares em Bruxelas, sendo a semana restante dedicada às reuniões dos grupos políticos.

O Parlamento Europeu vê-se confrontado com os condicionalismos inerentes ao multilinguismo – do que resulta que os serviços linguísticos ocupam cerca de um terço dos seus efectivos – e à existência de três locais de trabalho: Estrasburgo, Bruxelas e Luxemburgo. No entanto, o orçamento de funcionamento do Parlamento Europeu representa apenas 2,5 euros por ano e por habitante da União (ou seja 1.08% do orçamento total da União).

(via página do Parlamento Europeu: www.europarl.eu.int)

P. S. A propósito da política linguística dos vários participantes nas eleições para o Parlamento Europeu, a Associação Portuguesa de Esperanto preparou uma compilação, que pode ser consultada aqui.

[1388]

Entry filed under: Sociedade.

“TOMAR” NO JORNAL “CIDADE DE TOMAR” EURO 2004 (LV)

1 Comentário

  • 1. samuel dos santos  |  11 Junho, 2004 às 11:50 am

    Este artigo acima publicado, deu-me algum esclarecimetom mas só o que é lamentavel é que em Portugal foi feita uma campanha sòmente atacarem-se uns aos outros e os cidadãos, aqueles que vão votar e os outros, não ficam a saber nada. Será que defacto os politicos também irão para o Parlamento Europeu só para ganhar 20.000 euros por mes como se fala?


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

  • RT @JSnotario: Agora que os relatórios do Banco Mundial foram "descontinuados" porque não resistiram ao fact checking podemos passar aos da… 2 hours ago
  • RT @lequipe: Une perte record pour la Juventus La Juventus affiche une perte record de plus de 200 millions d'euros pour la saison 2020-20… 5 hours ago
  • RT @AFN1982: conseguimos fazer regredir a onda de uma variante bem mais transmissível e perigosa sem confinamentos generalizados e em paral… 5 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: