Archive for 4 Junho, 2004

EURO 2004 (LII) – 2000

Grupo 8
Irlanda – Croácia . 2-0 / 0-1
Macedónia – Malta . 4-0 / 2-1
Malta – Croácia . 1-4 / 1-2
Irlanda – Malta . 5-0 / 3-2
Croácia – Macedónia . 3-2 / 1-1
Jugoslávia – Irlanda . 1-0 / 1-2
Malta – Jugoslávia . 0-3 / 1-4
Irlanda – Macedónia . 1-0 / 1-1
Jugoslávia – Croácia . 0-0 / 2-2
Jugoslávia – Macedónia . 3-1 / 4-2

1º Jugoslávia (17); 2º Irlanda (16); 3º Croácia (15); 4º Macedónia (8); 5º Malta (0)

Grupo 9
Estónia – I. Faroé . 5-0 / 2-0
Bósnia – I. Faroé . 1-0 / 2-2
Lituânia – Escócia . 0-0 / 0-3
Bósnia – Estónia . 1-1 / 4-1
I. Faroé – R. Checa . 0-1 / 0-2
Bósnia – R. Checa . 1-3 / 0-3
Escócia – Estónia . 3-2 / 0-0
Lituânia – I. Faroé . 0-0 / 1-0
R. Checa – Estónia . 4-1 / 2-0
Escócia – I. Faroé . 2-1 / 1-1
Lituânia – Bósnia . 4-2 / 0-2
R. Checa – Lituânia . 2-0 / 4-0
Lituânia – Estónia . 1-2 / 2-1
Escócia – R. Checa . 1-2 / 2-3
Bósnia – Escócia . 1-2 / 0-1

1º R. Checa (30); 2º Escócia (18); 3º Bósnia (11), 4º Lituânia (11); 5º Estónia (11); 6º I. Faroé (3)

Playoff
Escócia – Inglaterra . 0-2 / 1-0
Israel – Dinamarca . 0-5 / 0-3
Eslovénia – Ucrânia . 2-1 / 1-1
Irlanda – Turquia . 1-1 / 0-0

[1377]

4 Junho, 2004 at 10:00 pm

MICROSOFT “INTERESSADA NOS BLOGUES”

A notícia já não é de agora, mas é de assinalar o interesse que Bill Gates começa a revelar pelos “blogues”: ver texto aqui.

(via Ciberscopio – o “outro blogue” de José Magalhães)

P. S. Noto que, já em Dezembro, aqui havia referido a introdução da plataforma para edição de “blogues” da Microsoft, denominada “The Spoke“.

P. S. 2 – As “estatísticas valem o que valem”; no caso concreto, apesar das explicações do Paulo Querido, não consegui ainda perceber claramente porquê a tão grande disparidade entre os números resultantes do Sitemeter e os do sistema de estatísticas do Weblog.com.pt (que o Paulo defende serem mais fiáveis…). Ontem, de acordo com este último sistema, o Memória Virtual atingiu os 100 000 visitantes (desde 15 de Outubro de 2003) – segundo o Sitemeter, o número ascenderá apenas a cerca de 19 000 (!?) – também a partir dessa data (um pouco mais de 24 000 visitantes desde o início do “blogue”, em 28.06.03). Independentemente dos critérios de contagem, uma coisa é certa: cada visitante é um importante incentivo; portanto, uma vez mais, o meu Obrigado a todos!

[1376]

4 Junho, 2004 at 6:02 pm 3 comentários

ELEIÇÕES PARLAMENTO EUROPEU (VIII)

O sistema institucional da União Europeia baseia-se na delegação pelos Estados-Membros de parte da sua soberania, a favor de instituições europeias, que têm por objectivo representar os interesses dos cidadãos comunitários.

O Parlamento Europeu representa os cidadãos europeus e os povos da União, sendo eleito de 5 em 5 anos por sufrágio universal e directo, cabendo-lhe a aprovação das decisões europeias, em articulação com o Conselho da União Europeia; o Conselho representa os governos nacionais; a Comissão preserva os interesses comunitários.

O Parlamento Europeu a eleger passará a compreender 732 deputados, com a seguinte repartição por países (nomeadamente em função das respectivas populações):

– Alemanha, 99
– França, Itália e Reino Unido, 78
– Espanha e Polónia, 54
– Holanda, 27
– Portugal, Bélgica, Grécia, Hungria e R. Checa, 24
– Suécia, 19
– Áustria, 18
– Dinamarca, Eslováquia e Finlândia, 14
– Irlanda e Lituânia, 13
– Letónia, 9
– Eslovénia, 7
– Chipre, Estónia e Luxemburgo, 6
– Malta, 5

Os deputados são agrupados não por países, mas por “famílias políticas”; a actual composição do Parlamento Europeu é a seguinte:

– PPE e Democratas Europeus, 232 (incluindo 9 do PPD-PSD)
– Partido Socialista Europeu, 175 (incluindo 12 do PS)
– Liberais, Democratas e Reformadores, 54
– Esquerda Unitária Europeia, 50 (incluindo 2 da CDU)
– Verdes e Aliança Livre Europeia, 45
– União pela Europa das Nações, 22 (incluindo 2 do CDS-PP)
– Europa das Democracias e das Diferenças, 17
– Outros, independentes, 31

P. S. Ao longo da próxima semana, aqui apresentarei mais detalhes sobre o funcionamento do Parlamento Europeu, com base na página desta instituição na Internet.

P. S. 2 – A título de curiosidade, veja-se esta candidatura que visa eleger deputados ao Parlamento Europeu “pela promoção da língua internacional Esperanto, simples e eficaz; pela promoção da diversidade linguística e cultural…”.

P. S. 3 – À semelhança do que se verificou a propósito de Zeca Afonso e do 25 de Abril (com o “Posto de Comando”), foi também criado um “blogue” para “agregar” as entradas que sejam editadas a propósito das Eleições para o Parlamento Europeu: “Ter voz nas Europeias“.

[1375]

4 Junho, 2004 at 2:14 pm 2 comentários

ELEIÇÕES PARLAMENTO EUROPEU (VII)

Resultados das eleições realizadas em 13 de Junho de 1999

Inscritos . 8 681 854
Votantes . 3 467 085 (39,93 %)
Abstenções . 5 214 769 (60,07 %)
Brancos . 63 281 (1,83 %)
Nulos . 49 853 (1,44 %)

PS . 1 493 146 (43,07 %) . 12 eleitos
PPD/PSD . 1 078 528 (31,11 %) . 9 eleitos
PCP-PEV . 357 671 (10,32 %) . 2 eleitos
CDS/PP . 283 067 (8,16 %) . 2 eleitos
BE . 61 920 (1,79 %)
PCTP/MRPP . 30 446 (0,88 %)
PPM . 16 182 (0,47 %)
MPT . 13 924 ( 0,40 %)
PSN . 8 413 (0,24 %)
POUS . 5 565 ( 0,16 %)
PDA . 5 089 (0,15 %)

Eleitos:

– PS (12): Mário Alberto Nobre Lopes Soares, António José Martins Seguro, Fernando Luís de Almeida Torres Marinho, Helena de Melo Torres Marques, Carlos Cardoso Lage, António Carlos Ribeiro Campos, Sérgio Paulo Mendes de Sousa Pinto, Maria Jesuína Carrilho Bernado, José Paulo Martins Casaca, Carlos Manuel Natividade da Costa Candal, Elisa Maria Ramos Damião e Joaquim Manuel dos Santos Vairinhos

– PPD/PSD (9): José Álvaro Machado Pacheco Pereira, Vasco Navarro da Graça Moura, Maria Teresa Bahia de Almeida Garret Lucas Pires, Arlindo Marques Cunha, Carlos Henrique da Costa Neves, Mário Sérgio Quaresma Gonçalves Marques, Jorge Manuel Lopes Moreira da Silva, Carlos Miguel Maximiano de Almeida Coelho e Fernando Ribeiro dos Reis

– PCP-PEV (2): Maria Ilda da Costa Figueiredo e Joaquim António Miranda da Silva

– CDS/PP (2): Paulo Sacadura Cabral Portas e Luís Afonso Cortez Rodrigues Queiró

(Resultados via Comissão Nacional de Eleições)

[1374]

4 Junho, 2004 at 12:30 pm

MUSEUS (XII)

Museu Nacional de Machado de Castro (Coimbra . Largo Dr. José Rodrigues)
Instalado no antigo Paço Episcopal, implantado sobre portentoso criptopórtico romano, datado do século I, o museu integra ainda no seu circuito outros espaços arquitectónicos de grande valor patrimonial. De entre as notáveis colecções que possui, de ourivesaria, pintura, cerâmica, têxteis, mobiliário e uma grande diversidade de produções orientais, destaca-se o mais belo e significativo conjunto de escultura portuguesa em pedra, da Idade Média ao Renascimento.
P. S. Actualmente encerrado para remodelação

Museu Nacional de Soares dos Reis (Porto . Palácio dos Carrancas, R. D. Manuel II)
Instalado no antigo Palácio dos Carrancas, moradia particular dos finais do século XVIII, o museu foi inteiramente remodelado com projecto de Fernando e Bernardo Távora reabrindo ao público em Julho de 2001. Reúne importantes colecções de artes decorativas e de pintura e escultura portuguesa dos séculos XIX e XX.

[1373]

4 Junho, 2004 at 8:54 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @carmoafonso: o dia virá em q publicar capas assim arrasará quem o faz e não os visados. 10 hours ago
  • RT @RSolnado: De quem escolheu Roberto, do mesmo autor de Artur em vez de Oblak, chega... Helton, que ele quis dispensar, em vez de Odyssea… 10 hours ago
  • RT @bfarialopes: O Chega, por exemplo, conseguiu a proeza de em 12 horas votar três vezes de forma diferente a mesma norma do Novo Banco: A… 12 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.