Archive for Maio, 2004

EURO 2004 (XLVIII) – 2000

Pela primeira vez na história do futebol, uma organização conjunta: a XI edição do Campeonato da Europa teria a Fase Final repartida pela Bélgica e Holanda, que, sendo qualificadas de .ofício., obrigariam a nova alteração na fórmula de disputa das qualificações: seriam formados 9 grupos, com composição variável, entre 5 e 6 selecções, qualificando-se directamente o vencedor de cada grupo e o melhor dos segundos classificados, enquanto que os restantes 8 tiveram de disputar um .playoff. para apurar os últimos 4 finalistas.

Como factos mais marcantes, a vitória da Noruega, a eliminação da Rússia (3ª, num grupo vencido pela França, com a Ucrânia em 2º lugar), da Croácia (quedando-se em 3º lugar, após a Jugoslávia e a Irlanda) e da Áustria (atrás da Espanha e de um surpreendente Israel). Portugal seria o melhor dos 2º classificados (num grupo vencido pela Roménia), alcançando assim o apuramento directo (o terceiro da sua história, após as provas de 1984 e 1996).
A R. Checa faria a prova .perfeita., com 10 vitórias em 10 jogos, embora num grupo sem grande dificuldade.

Nos .playoff., a Inglaterra e a Dinamarca eliminariam .com naturalidade. a Escócia e Israel. A Eslovénia seria a grande surpresa da Fase Final, eliminando a Ucrânia. A Turquia eliminaria a Irlanda (pela segunda vez, .vítima. deste sistema de apuramento).

As grandes goleadas ficaram essencialmente a cargo de uma demolidora Espanha, também com bom contributo português; pela negativa, destacaram-se S. Marino e Liechtenstein; a Áustria esteve .no melhor. e no .pior., com uma humilhante derrota: Espanha-Áustria, 9-0; Espanha-S. Marino, 9-0; Espanha-Chipre, 8-0; Israel-S.Marino, 8-0; Portugal-Liechtenstein, 8-0; Roménia-Liechtenstein, 7-0; Portugal-Azerbeijão, 7-0; Áustria-S. Marino, 7-0; S. Marino-Espanha, 0-6; Inglaterra-Luxemburgo, 6-0; Alemanha-Moldávia, 6-1; Rússia-Andorra, 6-1.

Na Fase Final, um extraordinário comportamento de Portugal, com vitórias em todos os jogos; depois de transformar um 0-2 em 3-2 perante a Inglaterra e de bater a Roménia por 1-0, voltava a eliminar o Campeão Europeu em título, humilhando a Alemanha (jogando com os .reservistas.) por 3-0 (3 golos de Sérgio Conceição); também a Inglaterra ficaria pela fase de grupos.

A Itália e a Turquia eliminavam a Suécia e a equipa da casa (Bélgica); a Espanha e a .nova. Jugoslávia (Federação da Sérvia e Montenegro), afastariam a Noruega e Eslovénia; por fim, a Holanda e França superiorizavam-se à R. Checa e Dinamarca (que, nas duas edições anteriores, haviam sido, respectivamente, vice-campeão e campeão da Europa).

Nos ¼ final, Portugal, Itália, França e Holanda (com uma vitória por 6-1) impor-se-iam com alguma naturalidade à Turquia, Roménia, Espanha e Jugoslávia.

Nas ½ finais, a outra equipa da casa cairia nos .penalties., perante a Itália. também Portugal seria afastado por um penalty, perante o .carrasco. França, que, pela segunda vez, nos roubava a presença na final.

E o Campeão do mundo (França), a perder com a Itália desde os 55 minutos, empataria no último minuto, para, no prolongamento, conquistar novo título com o .golo de ouro. de Trezeguet.

[1358]

31 Maio, 2004 at 6:30 pm

ELEIÇÕES PARLAMENTO EUROPEU (I)

No próximo dia 13 de Junho os portugueses vão ser chamados a exercer um seu direito, mas também .dever cívico.: o de eleger – em conjunto com cidadãos de outros 24 países membros da União Europeia (10 dos quais apenas desde o dia 1 de Maio!) -, os seus (24) representantes no Parlamento Europeu, uma das instituições da União, a partir de agora composta por 732 deputados.

De forma errada, poderemos ser conduzidos a um raciocínio do tipo: .24 representantes em 732 deputados não têm qualquer expressão, sendo indiferentes os eleitos, pelo que não valerá a pena o .esforço. da deslocação ao local de voto…

De facto, estas eleições têm sido tradicionalmente .ignoradas. pela população portuguesa, perfilando-se no presente caso concreto a ameaça do maior absentismo de sempre, num país que estará bastante envolvido com o EURO 2004 – e, em muitos casos, numa situação de “fim-de-semana prolongado”.

Não obstante, parece-me que o esboço de raciocínio anterior será tão incorrecto como o de pensar, a propósito de umas eleições legislativas: .porque vou eu (por exemplo eleitor do Distrito de Beja) votar, para eleger 3 deputados, quando o Distrito de Lisboa elege cerca de 15 vezes mais?. ou .o meu voto individual não vai ter qualquer importância no apuramento dos resultados finais..; é que . essa será uma das virtualidades da democracia . todos os votos .valem o mesmo.; isto é, não é pelo facto de os alemães elegerem 99 .euro-deputados. que valerá .mais a pena. votar na Alemanha do que em Portugal!

O que será importante esclarecer são as competências e atribuições do Parlamento Europeu e a forma como se organizam os eleitos (por famílias políticas transnacionais).

Tema para outro texto nesta semana, ao longo da qual farei também uma breve apresentação dos resultados de anteriores .eleições europeias..

[1357]

31 Maio, 2004 at 1:25 pm

MUSEUS (VIII)

Museu de Lamego (Lamego . Largo de Camões)
Instalado no edifício do antigo Paço Episcopal, é um museu predominantemente de arte antiga e sacra. Merecem especial referência as cinco tábuas quinhentistas do pintor Vasco Fernandes (Grão Vasco) e o conjunto de tapeçarias flamengas, de fabrico de Bruxelas, do século XVI.

Museu Monográfico de Conímbriga (Condeixa-a-Velha)
O museu foi inaugurado em 1962 para proteger, estudar e expor os achados arqueológicos da cidade romana de Conímbriga, cujas notáveis ruínas integram o circuito de visita. Os mosaicos preservados in situ constituem uma colecção de grande valor e significado patrimonial.

[1356]

31 Maio, 2004 at 8:14 am

EURO 2004 (XLVII) – 1996

¼ FINAL
Inglaterra – Espanha . 0-0 (4-2 no desempate por marcação de pontapés da marca de grande penalidade)
França – Holanda . 0-0 (5-4 no desempate por marcação de pontapés da marca de grande penalidade)
Alemanha – Croácia . 2-1
R. Checa – Portugal . 1-0 (Poborsky, 53.)

½ FINAIS
França – R. Checa . 0-0 (5-6 no desempate por marcação de pontapés da marca de grande penalidade)
Inglaterra – Alemanha . 1-1 (6-7 no desempate por marcação de pontapés da marca de grande penalidade)

FINAL
R. Checa – Alemanha . 1-1 (1-2 no prolongamento) . Berger, 59.; Bierhoff, 73. e 95.

1º Alemanha
2º R. Checa
3º Inglaterra
3º França
5º Portugal
6º Espanha
7º Croácia
8º Holanda
9º Dinamarca
10º Itália
11º Bulgária
12º Escócia
13º Suíça
14º Rússia
15º Roménia
16º Turquia

Campeões . Kopke, Babbel, Sammer, Helmer, Strunz, Scholl, Eilts, Hassler, Ziege, Klinsmann, Kuntz, Bierhoff, Bode, Kahn, Reuter, Weber, Schuster, Kohler, Matthaus, Berthold, Worns, Freund, Moller, Basler, Bobic, Herrlich, Kirsten

Melhores marcadores . Suker (Croácia), 15; Stoichkov (Bulgária), 13; Klinsmann (Alemanha), 12; Kostadinov (Bulgária), Hakan Sukur (Turquia), Berger (R. Checa) e Domingos (Portugal), 7

[1355]

30 Maio, 2004 at 9:57 pm

REVISTA DA SEMANA

Visão (27 Maio)

“FC Porto é campeão da Europa – Com golos de Carlos Alberto, Deco e Alenitchev, o FC Porto venceu a final da Liga dos Campeões frente ao Mónaco. É a segunda vez que os «Dragões» arrecadam a mais importante taça do futebol mundial, depois da vitória de 1987, em Viena, frente ao Bayern Munique. A festa azul e branca espalhou-se pelo País, mas é mesmo na Invicta que maior euforia se faz sentir.

Greve do SEF desconvocada – O sindicato dos inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) suspendeu todas as greves agendadas para Maio e Junho. Uma desconvocação aplaudida pelo Governo e encarada pela oposição como uma «bofetada de luva branca» ao primeiro-ministro.

Leituras diferentes sobre mortes no Hospital de Lagos – Divulgadas as conclusões da Inspecção-Geral de Saúde sobre a morte de dois pacientes no Hospital de Lagos, a Ordem dos Médicos questiona a credibilidade da investigação, estranhando a atribuição de responsabilidades à médica anestesista e ao director-clínico da instituição.

Retrato negro do sistema prisional português – Abusos da força pela polícia, sistema judicial lento, prisões preventivas por demasiado tempo e insegurança e falta de higiene nas cadeiras são alguns dos problemas diagnosticados em Portugal pela Amnistia Internacional e publicados num relatório divulgado esta quarta-feira.”

[1354]

30 Maio, 2004 at 9:53 pm

MUSEUS (VII)

Museu da Guarda (Guarda . R. General Alves Roçadas, 30)
Instalado no edifício seiscentista do antigo Seminário Episcopal, o museu tem colecções heterogéneas de arqueologia, arte sacra e etnografia regional.

Museu de José Malhoa (Caldas da Rainha . Parque D. Carlos I)
Reúne colecções de pintura, escultura, desenho e cerâmica dos séculos XIX e XX, com destaque para a obra do pintor José Malhoa.

[1353]

30 Maio, 2004 at 9:26 pm

EURO 2004 (XLVI) – 1996

Fase Final (Inglaterra)

GRUPO A
Inglaterra – Suíça . 1-1
Holanda – Escócia . 0-0
Suíça – Holanda . 0-2
Escócia – Inglaterra . 0-2
Escócia – Suíça . 1-0
Holanda – Inglaterra . 1-4

1º Inglaterra (7); 2º Holanda (4); 3º Escócia (4); 4º Suíça (1)

GRUPO B
Espanha – Bulgária . 1-1
Roménia – França . 0-1
Bulgária – Roménia . 1-0
França – Espanha . 1-1
França – Bulgária . 3-1
Roménia – Espanha . 1-2

1º França (7); 2º Espanha (5); 3º Bulgária (4); 4º Roménia (0)

GRUPO C
Alemanha – R. Checa . 2-0
Itália – Rússia . 2-1
R. Checa – Itália . 2-1
Rússia – Alemanha . 0-3
Itália – Alemanha . 0-0
Rússia – R. Checa . 3-3

1º Alemanha (7); 2º R. Checa (4); 3º Itália (4); 4º Rússia (1)

GRUPO D
Dinamarca – Portugal . 1-1 (Brian Laudrup, 15.; Sá Pinto, 53.)
Turquia – Croácia . 0-1 (Vlaovic, 85.)
Portugal -Turquia . 1-0 (F. Couto, 66.)
Croácia – Dinamarca . 3-0 (Suker, 8. e 90. e Boban, 79.)
Croácia – Portugal . 0-3 (Figo, 4., João V. Pinto, 33. e Domingos, 82.)
Turquia – Dinamarca . 0-3 (Brian Laudrup, 5. e 84. e A. Nielsen, 24.)

1º Portugal (7); 2º Croácia (6); 3º Dinamarca (6); 4º Turquia (0)

[1352]

29 Maio, 2004 at 8:22 am

MUSEUS (VI)

Museu de Francisco Tavares Proença Júnior (Castelo Branco . Largo Dr. José Lopes Dias)
Instalado no antigo Paço Episcopal de Castelo Branco, o museu possui um espólio heterogéneo com destaque para as colecções de arte provenientes do recheio do Paço, de arqueologia e de tecidos bordados, onde se mostram as colchas antigas de Castelo Branco.

Museu de Grão Vasco (Viseu . Paço dos Três Escalões . Adro da Sé)
Situado no Paço dos Três Escalões, contíguo à Sé, o museu reabriu ao público inteiramente remodelado em Maio de 2004, com projecto de Eduardo Souto Moura. Referenciado pela obra do pintor Vasco Fernandes (Grão Vasco) um dos maiores nomes da pintura quinhentista portuguesa.

[1351]

29 Maio, 2004 at 8:08 am

EURO 2004 (XLV) – 1996

GRUPO 7
P. Gales – Albânia . 2-0 / 1-1
Geórgia – Moldávia . 0-1 / 2-3
Bulgária – Geórgia . 2-0 / 1-2
Moldávia – P. Gales . 3-2 / 0-1
Albânia – Alemanha . 1-2 / 1-2
Geórgia – P. Gales . 5-0 / 1-0
Bulgária – Moldávia . 4-1 / 3-0
Albânia – Geórgia . 0-1 / 0-2
P. Gales – Bulgária . 0-3 / 1-3
Moldávia – Alemanha . 0-3 / 1-6
Albânia – Moldávia . 3-0 / 3-2
Geórgia – Alemanha . 0-2 / 1-4
Alemanha – P. Gales . 1-1 / 2-1
Bulgária – Alemanha . 3-2 / 1-3
Albânia – Bulgária . 1-1 / 0-3

1º Alemanha (25); 2º Bulgária (22); 3º Geórgia (15); 4º Moldávia (9); 5º P. Gales (8); 6º Albânia (8)

GRUPO 8
Finlândia – Escócia . 0-2 / 0-1
I. Faroé – Grécia . 1-5 / 0-5
Grécia – Finlândia . 4-0 / 1-2
Escócia – I. Faroé . 5-1 / 2-0
Rússia – S. Marino . 4-0 / 7-0
Escócia – Rússia . 1-1 / 0-0
Grécia – S. Marino . 2-0 / 4-0
Finlândia – I. Faroé . 5-0 / 4-0
Finlândia – S. Marino . 4-1 / 2-0
Grécia – Escócia . 1-0 / 0-1
S. Marino – Escócia . 0-2 / 0-5
Grécia – Rússia . 0-3 / 1-2
Rússia – I. Faroé . 3-0 / 5-2
I. Faroé – S. Marino . 3-0 / 3-1
Finlândia – Rússia . 0-6 / 1-3

1º Rússia (26); 2º Escócia (23); 3º Grécia (18); 4º Finlândia (15); 5º I. Faroé (6); 6º S. Marino (0)

PLAYOFF (entre os 2 piores 2º classificados)
Holanda – Irlanda . 2-0

P. S. Uma nota de “rodapé”, apenas para assinalar o início, hoje, de dois eventos com alguma relevância: o “Rock In Rio Lisboa” e o Campeonato Europeu de Futebol na categoria de “Esperanças”, com a presença de Portugal.

[1350]

28 Maio, 2004 at 7:10 pm

.RODAPÉ. (V)

A fechar esta semana de referências à excelente publicação que é a .Rodapé., revista da Biblioteca Municipal de Beja, a apresentação dos três textos editados em .blogues., seleccionados pela revista como os melhores dos .Diários (Muito) Pouco Íntimos.; em particular, dá-me particular satisfação referir dois amigos .virtuais. que .conheci. através da blogosfera: a Catarina e o Rui (o terceiro, sendo “amigo dos meus amigos, meu amigo é também…”).

Os textos seleccionados foram editados:

– .Imagem desfocada., no 100nada, por Catarina Campos, em 25 de Dezembro de 2003

– .O dia em que Avis foi ao café., no Adufe, por Rui Branco, em 8 de Agosto de 2003

– .Quem paga é sempre a serpente., no The Oldman, em 12 de Novembro de 2003

P. S. Guilherme de Oliveira Martins abriu recentemente a “Casa dos Comuns – O Parlamento em Diálogo“, formando agora com José Magalhães – “República Digital” – o (ainda) pequeno universo da “blogosfera parlamentar”. Parabéns pela iniciativa.

[1349]

28 Maio, 2004 at 12:33 pm 3 comentários

Artigos Mais Antigos


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @JSLefebvre: Officiel. Accord à Bruxelles entre les négociateurs européens et britanniques. 11 mois après le premier. Maintenant, rest… 31 minutes ago
  • RT @2010MisterChip: Esos son los cinco mejores de la historia para mi, pero no en ese orden. Para mí Cristiano merece estar en esa mesa de… 4 hours ago
  • RT @Jaimefmacias: Parece haber pasado algo desapercibido en este futbol tan convulsionado Messi recibió hoy su 6ta Bota de Oro. Salvo Crist… 4 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.