Archive for 24 Maio, 2004

EURO 2004 (XLI) – 1996

A X edição do Campeonato da Europa, com a Fase Final em Inglaterra, viu nascer uma nova geografia na Europa, pós-queda do Muro de Berlim e na sequência da desintegração da URSS e da Jugoslávia, fazendo .explodir. as nacionalidades, o que originou que o número de países participantes aumentasse para 48, com as estreias de: Arménia, Azerbeijão, Bielorrússia, Estónia, Geórgia, Letónia, Lituânia, Moldávia, Ucrânia, Croácia, Eslovénia, Eslováquia, Macedónia e Israel (assimilado à Europa, em termos futebolísticos).

Tal obrigou a um novo formato da prova: 8 grupos, constituídos por 6 países, apurando os vencedores e os 6 melhores 2º classificados, obrigando os restantes 2 a um .playoff. para apurar o 15º finalista, a juntar-se ao país organizador.

A .fava. calharia à Irlanda, que perderia o referido .playoff. perante a Holanda.
Nos restantes grupos, não houve surpresas, para além da eliminação da Suécia (3ª classificada na edição anterior), num grupo ganho pela Suíça, com a entrada na .alta-roda. do futebol europeu da Turquia.

Portugal faria uma excelente campanha, sendo vencedor do seu grupo, com a maior vantagem para o 2º classificado (Irlanda) de todos os grupos (6 pontos) e sendo a segunda selecção mais .goleadora..

Com uma prova assim alargada, as goleadas ganharam maior expressão e variedade, também com contributo português: 10-0 no França-Azerbeijão; 8-0 no Portugal-Liechtenstein; 0-7 no Liechtenstein-Portugal; 7-0 no Áustria-Liechtenstein (que, ainda assim, cometeria a proeza de empatar a zero com a Irlanda); 0-7 no S. Marino-Rússia; 0-6 no Finlândia-Rússia; 6-0 no Espanha-Chipre; 7-1 no Croácia-Estónia (coleccionando 10 derrotas, nos 10 jogos disputados).

Na Fase Final, pela primeira vez com 16 finalistas, um .mini-Campeonato do Mundo.; a Inglaterra, Holanda, França e Espanha conseguiriam .com naturalidade. o apuramento para os ¼ final; a Alemanha e a R. Checa afastariam a Itália; por fim, Portugal conseguiria mais uma proeza, vencendo o grupo, eliminando o campeão europeu em título (Dinamarca), qualificando-se conjuntamente com a Croácia.

Nos ¼ final, Portugal seria eliminado por um golo de Poborsky, enquanto a Alemanha eliminava a Croácia. Nos outros jogos, empates a zero, com a Inglaterra e a França a afastarem a Espanha e Holanda no desempate nas grandes penalidades.

Mais dois empates nas ½ finais, e mais desempates por .penalties., com os assim apurados na fase imediatamente anterior a serem afastados pela Alemanha e R. Checa.

Novo empate na Final, com Bierhoff a marcar, no prolongamento, o primeiro .golo de ouro. da história e a dar mais um título à Alemanha, redimindo-se do Euro 92 (derrota na final) e do Mundial de 1994.

[1337]

24 Maio, 2004 at 7:55 pm 1 comentário

“RODAPÉ” (I)

Há quem, de forma .mais ou menos silenciosa. (no sentido de que não chega geralmente ao conhecimento da população da .grande capital., Lisboa) trabalhe arduamente . .qual formiga laboriosa. . em prol do desenvolvimento da cultura em Portugal.

Em Beja, no interior alentejano, a Biblioteca Municipal de Beja edita uma revista . de distribuição gratuita! . com a denominação .Rodapé. que é um exemplo a seguir, numa edição da Câmara Municipal de Beja, com a Direcção de Joaquim Figueira Mestre.

Tenho presente o nº 11 desta publicação, relativa ao Outono-Inverno de 2003, cerca de 170 páginas impressas em papel de qualidade, com conteúdos muito interessantes.

Durante esta semana, farei referências mais detalhadas aos temas abordados na edição referida.

P. S. Um agradecimento à Isabel, que me proporcionou o acesso a esta revista.

[1336]

24 Maio, 2004 at 9:20 am 6 comentários

MUSEUS (I)

Conforme prometido, ao longo das próximas duas semanas, diariamente, aqui darei nota de breves referências a museus a visitar, com base em apresentação pelo Instituto Português de Museus: .Aceite o desafio. Visite os nossos museus.!

A ver também o .Roteiro de Museus., uma muito boa publicação, editada também pelo Instituto Português de Museus, com discriminação da .Rede Portuguesa de Museus., abrangendo 116 museus em todo o país . a consultar aqui e aqui.

Referência para o facto de os museus se encontrarem encerrados à Segunda-feira (e em alguns casos, também na Terça-feira de manhã).

Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves (Lisboa . Av. 5 de Outubro, 6-8)
Instalada na antiga residência e atelier do pintor José Malhoa, edifício distinguido em 1905 com o Prémio Valmor de arquitectura. De entre as colecções reunidas por Anastácio Gonçalves, destaca-se a de porcelana da China dos séculos XII a XVIII, de referência internacional.

Museu do Abade de Baçal (Bragança . Rua Abílio Beça, 27)
Instalado no edifício do antigo Paço Episcopal de Bragança, o museu possui colecções de etnografia regional, arqueologia, pintura, desenho, escultura, ourivesaria civil e mobiliário.

[1335]

24 Maio, 2004 at 12:25 am 1 comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @Pablojs93: Duarte Gomes é o único que dá explicações completas sobre a sua avaliação ao à arbitragem. Goste-se ou não, isto é bom. http… 52 minutes ago
  • RT @ojogo: CA esclarece golo do Belenenses contra FC Porto: "Não há infração ou irregularidade" dlvr.it/RKyHjF 1 hour ago
  • Ter-se-ia evitado tanta choradeira se soubessem as regras. Assim só caíram no ridículo (inclusive o "Tribunal unânime")... 1 hour ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.