Archive for 2 Junho, 2004

EURO 2004 (L) – 2000

Grupo 4
Arménia – Andorra . 3-1 / 3-0
Islândia – França . 1-1 / 2-3
Ucrânia – Rússia . 3-2 / 1-1
Andorra – Ucrânia . 0-2 / 0-4
Arménia – Islândia . 0-0 / 0-2
Rússia – França . 2-3 / 3-2
Ucrânia – Arménia . 2-0 / 0-0
Islândia – Rússia . 1-0 / 0-1
França – Andorra . 2-0 / 1-0
Andorra – Islândia . 0-2 / 0-3
Arménia – Rússia . 0-3 / 0-2
França – Ucrânia . 0-0 / 0-0
Rússia – Andorra . 6-1 / 2-1
Ucrânia – Islândia . 1-1 / 1-0
França – Arménia . 2-0 / 3-2

1º França (21); 2º Ucrânia (20); 3º Rússia (19); 4º Islândia (15); 5º Arménia (8); 6º Andorra (0)

Grupo 5
Suécia – Inglaterra . 2-1 / 0-0
Bulgária – Polónia . 0-3 / 0-2
Inglaterra – Bulgária . 0-0 / 1-1
Polónia – Luxemburgo . 3-0 / 3-2
Bulgária – Suécia . 0-1 / 0-1
Luxemburgo – Inglaterra . 0-3 / 0-6
Inglaterra – Polónia . 3-1 / 0-0
Suécia – Luxemburgo . 2-0 / 1-0
Luxemburgo – Bulgária . 0-2 / 0-3
Polónia – Suécia . 0-1 / 0-2

1º Suécia (22); 2º Inglaterra (13); 3º Polónia (13); 4º Bulgária (8); 5º Luxemburgo (0)

[1368]

2 Junho, 2004 at 9:50 pm

ELEIÇÕES PARLAMENTO EUROPEU (V)

Destaque para algumas das afirmações no debate de ontem na “SIC Notícias”:

Ilda Figueiredo (CDU)
Nós consideramos que é inaceitável que se estejam a usar os slogans da maioria governamental em campanhas publicitárias, como é o caso da TMN.
Hoje já importamos cerca de 80 % do peixe e aproximadamente 70 % dos bens alimentares que consumimos.
Nós queremos uma outra Europa. não queremos estas políticas que discriminam os pequenos países como é Portugal.
É preciso que haja uma alteração das políticas comunitárias. Apresentámos uma proposta para suspensão imediata do Pacto de Estabilidade e Crescimento; esta proposta foi rejeitada pelo PS, PSD e pelo CDS-PP. Estamos contra esta estratégia europeia de emprego e contra a Estratégia de Lisboa.

João de Deus Pinheiro (PSD/CDS-PP)
Em tese não sou oposto a que possa haver um imposto europeu.
Foi o senhor (Sousa Franco) que negociou e acordou os critérios do Pacto de Estabilidade e Crescimento.
(Para Miguel Portas) Deixe lá o Golfe! Porque é que está sempre a falar do golfe? Tem algum complexo de não saber jogar?
Não se pode querer simultaneamente .sol na eira e chuva no nabal..
O fundamental é a competência na negociação dos assuntos e a capacidade de criar riqueza; só criando riqueza, se pode distribui-la.

Miguel Portas (BE)
Não há grande contradição entre os partidos da coligação: uns são euro-calmos e outros são euro-conformistas…
Neste momento, registo que toda a gente se mostra favorável ao referendo; espero que, ao menos, esta promessa eleitoral seja mantida; nós iremos votar contra.
Os portugueses sabem que aquilo que defendemos antes é o que praticamos depois. Somos europeístas; procuramos responder aos impasses europeus com mais Europa; uma Europa de paz. A Europa ou consegue um desenvolvimento que não seja subalterno do modelo americano de globalização ou está condenada.

Sousa Franco (PS)
Portugal, a Europa e o Mundo. acho que é isso que interessa aos portugueses.
Esta candidatura (PSD/CDS-PP) é contra-natura: é de um partido que diz .sim. e de um partido que diz .não..
Se estamos na União Europeia, temos de fazer um balanço dos benefícios e dos custos.
Sem esta revisão constitucional, o referendo não seria possível.
O objectivo é o de ganhar emprego, através da Estratégia de Lisboa, revisão do Pacto de Estabilidade e Crescimento e assegurar uma Política Externa de Segurança Comum. A .25., tudo isto vai ser completamente diferente. Nós queremos que a União Europeia se desenvolva.

[1367]

2 Junho, 2004 at 6:32 pm 2 comentários

ELEIÇÕES PARLAMENTO EUROPEU (IV)

Resultados das eleições realizadas em 18 de Junho de 1989

Inscritos . 8 121 564
Votantes . 4 149 756 (51,10 %)
Abstenções . 3 971 808 (48,90 %)
Brancos . 66 074 (1,59 %)
Nulos . 61 682 (1,49 %)

PPD/PSD . 1 358 958 (32,75 %) . 9 eleitos
PS . 1 184 380 (28,54 %) . 8 eleitos
CDU . 597 759 (14,40%) . 4 eleitos
CDS . 587 497 (14,16 %) . 3 eleitos
PPM . 84 272 (2,03 %)
MDP/CDE . 56 900 (1,37 %)
UDP . 45 017 (1,08 %)
PSR . 31 775 ( 0,77 %)
PDC . 29 745 (0,72%)
PCTP/MRPP . 26 682 (0,64 %)
POUS . 11 182 (0,27 %)
FER . 7 833 (0,19 %)

Eleitos:

– PPD/PSD (9): António d’Orey Capucho, Rui Alberto Barradas do Amaral, Carlos Alberto Martins Pimenta, Manuel Carlos Lopes Porto, António Joaquim Bastos Marques Mendes, Maria Margarida do Rego da Costa Salema, José Mendes Bota, Virgílio Higino Gonçalves Pereira e Vasco Manuel Verdasca da Silva Garcia

– PS (8): João Cardona Gomes Cravinho, José Manuel Torres Couto, Fernando Manuel dos Santos Gomes, Pedro Manuel Guedes de Passos Canavarro, António Antero Coimbra Martins, Artur da Cunha Oliveira, Fernando Luís de Almeida Torres Marinho e Maria de Jesus de Andrade Belo

– CDU (4): Carlos Alberto de Vale Gomes Carvalhas, Joaquim António Miranda da Silva, José Aurélio da Silva Barros Moura e Maria Amélia do Carmo Mota Santos

– CDS (3): Francisco António Lucas Pires, Luis Filipe Pais Beiroco e José Vicente de Jesus Carvalho Cardoso

[1366]

2 Junho, 2004 at 5:30 pm

QUEIRÓS E MOURINHO

Há pouco menos de um ano (no primeiro dia deste “blogue”!) aqui dei conta do meu regozijo pela contratação de Carlos Queirós como responsável pelo “melhor clube do mundo”, o “todo-poderoso” Real Madrid, com a sua “constelação de estrelas”.

Como sabemos agora, as coisas correram muito mal; a passagem de Queirós pelo Real Madrid saldou-se pela conquista da Supertaça de Espanha; muito pouco para as ambições do clube. O treinador português fica também associado a uma prestação muito negativa da equipa no final da época, com uma (incrível) sucessão de 5 derrotas consecutivas.

Até que ponto a má época do Real Madrid pode ser imputada ao treinador português é algo de difícil mensuração. Haverá concerteza diversos outros factores que contribuiram para o insucesso, desde logo o desequilíbrio da equipa, a excessivamente fatigante digressão de início de época, as muitas solicitações dos jogadores (que não foram capazes de ter o brio necessário para evitar aquele final de época absolutamente desolador).

A verdade “nua e crua” é que Carlos Queirós falhou; não esteve à altura das expectativas.

Agora, é José Mourinho que é (justamente) elevado aos “píncaros” da Europa do futebol, continuando a transportar o nome de Portugal. Ao ser apresentado hoje como treinador responsável por mais uma “equipa milionária”, o Chelsea, de Inglaterra, Mourinho tem em mãos um novo grande desafio.

O Campeão Europeu sabe que é um desafio de risco, mas a que não podia “virar a cara”. Se conseguir ter sucesso, será aclamado como o melhor treinador da Europa (do Mundo!?).

“Malgré tout” (o “feitio difícil” de Mourinho…), tal como há cerca de um ano, desejo sinceramente que Mourinho tenha grande êxito em Inglaterra (excepto se, por um acaso do destino, tiver de defrontar na final da Liga dos Campeões o Benfica…) e que possa confirmar a sua inegável competência.

[1365]

2 Junho, 2004 at 9:53 am

MUSEUS (X)

Museu Nacional de Arte Antiga (Lisboa . Rua das Janelas Verdes)
A importância deste museu, o principal do país, radica fundamentalmente no vastíssimo espólio artístico que possui, percorrendo a História da Arte Portuguesa entre o século XII e os primórdios do século XIX, na pintura, desenho, escultura, mobiliário, têxteis, cerâmica e ourivesaria, contextualizada em conjuntos internacionais igualmente importantes.

Museu Nacional do Azulejo (Lisboa . Rua da Madre de Deus, 4)
Instalado no antigo convento da Madre de Deus, fundado em 1509, o edifício possui notáveis espaços arquitectónicos, integrados no circuito de visita do museu. O fundo antigo da colecção cobre um período entre os séculos XV e início do XIX, sucessivamente enriquecido com novas espécies que permitem estabelecer o percurso da história da azulejaria portuguesa, alargando-a à contemporaneidade.

[1364]

2 Junho, 2004 at 8:16 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.