1 ANO DE "MEMÓRIA VIRTUAL" – RETROSPECTIVA (III)

28 Junho, 2004 at 10:10 pm 2 comentários

2003 – ANO DOS “BLOGUES” (0)

Escreveu Pacheco Pereira no “Público” (em 17 de Julho, a propósito do “Arquivo da Internet”, referindo que “A blogosfera devia ter um “depósito obrigatório” imediato”):

«Os blogues, enquanto formas individualizadas de expressão, originais e únicas, são uma voz imprescindível para se compreender o país em 2003. Eles expressam um mundo etário, social, comunicacional, cultural, político que, sendo uma continuação do mundo exterior, tem elementos “sui generis”».

2003 é portanto o ano da “definitiva” afirmação deste “fenómeno”, cujos “primeiros passos” haviam sido dados já, essencialmente, em 2002.

Ao longo do próximo mês, diariamente, apresentarei: por um lado, resumo de alguns dos principais passos da evolução registada por este “admirável mundo novo” e, por outro (cronologicamente, por ordem de “entrada em cena”), o “1º post” de alguns dos “blogues” que entretanto alcançaram maior reconhecimento – a “apresentação” de cada um deles, dizendo “ao que vinham”… “subsídio” para uma “pequena história” da blogosfera.

A começar, como “pontapé de saída”: a origem dos “blogues” no mundo, a par do texto de abertura daqueles que foram os primeiros grandes impulsionadores da “blogosfera nacional” – A Coluna Infame – “blogue” entretanto suspenso em Junho de 2003, mas “substituído” por três páginas individuais de cada um dos seus membros (Pedro Mexia, Pedro Lomba e João Pereira Coutinho) – será aliás com o último deles a regressar à “blogosfera” que se completará esta viagem, fechando-se então, a 31.12.2003, o ciclo que agora se abre.

P. S. No levantamento de textos que apresentarei até ao final do ano, socorri-me principalmente dos blogues de António Granado (Ponto Média) e Pedro Fonseca (Contra Factos e Argumentos) – particularmente no que respeita à “pré-história da blogosfera” -, sendo também de referência obrigatória o Blog Clipping (de Elisabete Barbosa) e Metablogue (inicialmente de Joaquim Paulo Nogueira e de João L. Nogueira).

Texto editado originalmente em 30.11.03.

Entry filed under: Pessoal.

DA VINCI 1 ANO DE "MEMÓRIA VIRTUAL" – RETROSPECTIVA (IV)

2 comentários

  • 1. jpt  |  28 Junho, 2004 às 10:31 pm

    ainda bem que o recoloca. há algum tempo escrevi sobre esta necessidade arquivistica e um comentador referiu o artigo do JPP bem como subsequentes entradas sobre o assunto. Mas não se lembrava ele de quando e onde. Permite-me assim o acesso a esses primeiros textos sobre a matéria

  • 2. Velasquez  |  29 Junho, 2004 às 4:01 am

    Venho do Avatares.. a tempo de descobrir um bom blogue:)

    Se eu pudesse não ler este poema
    Fá-lo-ia e por toda a descrença
    Eu e qualquer do Restelo que trema
    Porque com Schopenhauer e sua avença
    De não ler, que é arte deste dilema,
    Estou fugido, corrompido p.la crença
    De que o hoje é por demais importante
    No universo de que sou ocupante.

    albertovelasquez.blogspot.com


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: