LÍNGUAS MINORITÁRIAS NA EUROPA (XIII)

16 Março, 2005 at 8:29 am

O Occitano ou “língua de Oc”, também conhecido por Provençal, é falado numa área que cobre cerca de 1/3 da França, em todo o sul do país (principalmente nas regiões da Provença, Languedoc-Roussillon e Midi-Pyrénées), e também no principado do Mónaco, nos vales alpinos das províncias italianas de Torino e Cuneo e no vale de Aran, em Espanha.

É anunciado como a “maior minoria da Europa”, com 2 milhões de falantes em França, Espanha e Itália e 6 dialectos principais, falados de Nice a Bayonne e de Limoges a Foix (em verdade, poderão ascender a cerca de 3 milhões as pessoas que compreendem a língua – de qualquer forma, com uma substancial redução face aos mais de 10 milhões estimados nos anos 40):

L’occitan es: la minoritat mai granda d’Euròpa. 2 milions de locutors en França, Espanha e Itàlia. 6 dialèctes màgers parlats de Niça a Baiona, de Lemòtges a Fois.”

O Occitano (tradicionalmente referido como “langue d’oc”) é uma língua românica, resultado da evolução do latim, após a queda do Império Romano, como o francês, o espanhol, o italiano, o português, o catalão, o sardo, o romeno e o romanche (Suíça).

Esta evolução foi influenciada pelas línguas faladas antes da chegada dos romanos: o gaulês (língua céltica) no norte da Occitânia, a língua da Aquitânia (língua dos antepassados dos bascos) no sudoeste e o ligurio no sudeste. As evoluções propagaram-se de seguida, tendo as diferenças sido parcialmente atenuadas.

É portanto uma língua intermediária entre as línguas românicas do sul como o italiano ou o castelhano (sendo estes bastante conservadoras), e o francês, que sofreu profundas transformações após as invasões germânicas do IV ao VI séculos. É bastante próxima do catalão; efectivamente, numerosos cientistas consideram-nos mesmo como dois dialectos de uma mesma língua occitano-catalã.

A Occitânia é meramente a zona onde se fala um dos dialectos do occitano: provençal, languedociano, gascão, auvernhês, limousan e provençal alpino. Nunca foi politicamente unificada, mas a intercompreensão entre os vários dialectos, tal como um forte conjunto de similaridades culturais (cozinha, mentalidades, arquitectura, …) criaram uma unidade própria.

Alguns meios académicos pretenderam, contra qualquer rigor científico, que o Occitano não seria mais que um “patois”, um “francês deformado”. O que não corresponderá à verdade; o Occitano e o francês são duas línguas que evoluíram separadamente do latim.

Links a consultar:
http://europa.eu.int/comm/education/policies/lang/languages/langmin/euromosaic/fr7_en.html
http://www.languesdefrance.com/index.php

[2146]

Entry filed under: Cultura, Artes e Letras.

CARTA DE PÊRO VAZ DE CAMINHA (VII) CARTA DE PÊRO VAZ DE CAMINHA (VIII)


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Março 2005
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: