MÚSICA CLÁSSICA (IV)

13 Novembro, 2003 at 7:12 pm 2 comentários

Mas seria Beethoven, já no denominado período do romantismo, o primeiro grande compositor a ter uma carreira .independente. de sucesso.
A música clássica transformou-se finalmente num entretenimento para as classes médias, ao mesmo tempo que as sociedades musicais patrocinavam concertos públicos; a Nona Sinfonia de Beethoven foi escrita, em parte, para responder a uma encomenda da London Philarmonic Society, fundada em 1813, inspirando a criação de outras sociedades do género em Viena, Berlim e Paris.

Já na segunda metade do século XIX, seriam criadas muitas das grandes orquestras independentes e muitas das salas de concerto.

No início do século XX, o concerto de orquestra e a ópera continuaram a ser as principais formas musicais. Proliferaram as sociedades e os festivais.
A I Guerra Mundial acelerou o desenvolvimento da tecnologia de emissão radiofónica; em 1920, havia já várias estações de rádio nos EUA; a BBC foi fundada em 1922, oferecendo generosos patrocínios musicais, tendo criado a sua própria orquestra sinfónica em 1930.

No período do romantismo, destacam-se (entre muitos outros.): Ludwig van Beethoven (1770-1827), com a obra-prima da música, .Nona Sinfonia. – mas também a 3ª (.Heróica.), 5ª, 6ª (.Pastoral.) e 7ª Sinfonias; Niccolo Paganini (1782-1840), com os seus .Concertos para Violino.; Felix Mendelssohn (1809-1847), com a .Sinfonia nº 4); Frédéric Chopin (1810-1849), com os seus .Concertos para piano.; Robert Schumann (1810-1856), com os .Concertos para piano.; Franz Liszt (1811-1886), com a .Sonata para piano. e as .Rapsódias Húngaras.; Johann Strauss (1825-1899), com as suas valsas; Pyotr Tchaikowsky (1840-1893), com a Sinfonia nº 6 (.Patética.), .A Bela Adormecida., .O Quebra-Nozes. e .O Lago dos Cisnes.; Giuseppe Verdi (1813-1901), com .Otello., .La Traviata. e .Falstaff.; Richard Wagner (1813-1883), com .O Anel do Nibelungo., .A Valquíria., .Tristão e Isolda. e .Parsifal..

Até início do século XX, no período pós-romantismo, destacam-se: Giacomo Puccini (1858-1924), com a .Tosca., .La Bohème. e .Madame Butterfly.; Claude Debussy (1862-1918), com os seus prelúdios; Richard Strauss (1864-1949), com .Assim Falava Zaratustra.; Maurice Ravel (1875-1937), com o .Bolero..

[581]

Entry filed under: Tema livre.

PRESTIGE (III) 1968 – CHECOSLOVÁQUIA

2 comentários

  • 1. ^Fal  |  13 Novembro, 2003 às 11:19 pm

    Meu deus do céu, que homem é esse, donde vem tanta cultura? Vc me mata.

  • 2. Pintudão  |  17 Dezembro, 2004 às 2:37 am

    Chupe meu pinto filha da puta do caralho


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: