Archive for 15 Novembro, 2003

EURO 2004 – "PLAY-OFF" – 1ª MÃO

As equipas “menos favoritas” fizeram questão de demonstrar o seu valor e… podemos vir a ter mais surpresas nos finalistas do EURO2004.

Depois dos jogos de hoje, nenhum dos “favoritos” está numa situação confortável: a Espanha venceu a Noruega apenas por 2-1 (num jogo de grande pressão espanhola e alguma infelicidade), um resultado bastante arriscado; a Escócia (treinada pelo alemão Berti Vogts) venceu “surpreendentemente” a Holanda por 1-0; tal como aconteceu com a Letónia, que derrotou pelo mesmo resultado a Turquia (3ª classificada no Mundial); a Rússia e País de Gales empataram a zero; por fim, a Croácia e a Eslovénia empataram também, mas por 1-1.

Ou seja, tudo em aberto para a 2ª mão, mas com os “menos cotados” a “fazer pela vida” e a obrigar os favoritos a mostrarem os seus créditos nos jogos decisivos.

[591]

15 Novembro, 2003 at 11:16 pm

"T DE LEMPICKA" – FATIAS DE CÁ

T de Lempicka No cenário único do Convento de Cristo em Tomar, até ao mês de Dezembro, Carlos Carvalheiro e o seu grupo “FATIAS DE CÁ”, leva à cena a peça teatral “T de Lempicka”; todos os sábados, às 19h18 (!).

Em 1927, a pintora polaca Tamara de Lempicka visita Itália a convite do intelectual italiano Gabriele d’Annunzio, para lhe pintar o seu retrato, mas d’Annunzio só pensa em seduzi-la.

Estamos em Itália, em pleno regime fascista de Mussolini e vamos ser recebidos como convidados na casa de Gabriele d’Annunzio, repleta de intrigas politicas e sexuais, provocando a chegada de Tamara resultados “explosivos”.

Pode acompanhar a acção de sala em sala e partilhar de um jantar-buffet enquanto revive a Itália dos anos 20. O público observa a acção da peça seguindo os actores que entram e saem das diversas salas do Claustro dos Corvos no Convento de Cristo, pelo que, cada espectador pode escolher a “peça” que quer ver.

Na primeira sala encontramos Aldo Finzi, polícia fascista, por quem temos de passar para carimbar o nosso passaporte e validar a entrada na casa.

Feitas as apresentações e conhecidas todas as personagens (hóspedes e criados de d’Annunzio), teremos de optar quem vamos seguir para o cenário seguinte: Emilia Pavese, a criada ladra de d’Annunzio; Luisa Baccara, célebre pianista; Aélis Mazoyer, a governanta; ou aguardar com Gabrielle d’Annunzio, na sala inicial, a chegada da pintora Tamara Lempicka – que logo abandonam a sala, deslocando-se para o quarto.

De sala em sala, a trama vai-se desenrolando até ao seu final inesperado, entre segredos, sonhos e traições.

Aproveite ainda a deslocação para visitar a bela cidade dos Templários!

P. S. Que extraordinário seria se a companhia de teatro FATIAS DE CÁ – que tem como curioso lema “Não resistimos a uma ideia nova nem a um vinho velho” – conseguisse levar por diante a ideia de encenar, também no Convento de Cristo, “O Nome da Rosa”, de (e com a participação de) Umberto Eco…

P. S. 2 – Obrigado ao Carlos Vaz Marques, pela divulgação que proporciona com as suas entrevistas no Pessoal e… Transmissível.

[590]

15 Novembro, 2003 at 11:59 am 1 comentário

UNIÃO EUROPEIA – 1969

Em Julho, Jean Rey é reconduzido no cargo de Presidente da Comissão.

É apresentado ao Conselho um memorando da Comissão sobre a substituição das contribuições dos Estados-Membros pelo sistema de recursos próprios das Comunidades e sobre o reforço dos poderes orçamentais do Parlamento Europeu.

Assinatura da segunda Convenção de Iaundé.

Em Dezembro, em cimeira realizada em Haia (Países Baixos), os Chefes de Estado e de Governo confirmam a sua vontade de prosseguir a evolução gradual para uma união económica e monetária e para a estreita harmonização das políticas sociais que esta união implica, e reafirmam o seu acordo quanto ao princípio do alargamento da Comunidade.

Em 31 de Dezembro, termina o período de 12 anos previsto pelo Tratado instituindo a Comunidade Económica Europeia (CEE) relativo à implementação do mercado comum.

[589]

15 Novembro, 2003 at 9:29 am

1969 – CRISE ACADÉMICA

“Na inauguração do edifício de Matemáticas da Faculdade de Ciências de Coimbra, o estudante Alberto Martins é impedido de usar da palavra. Os protestos originam nova crise académica. A repressão é violenta, com prisões e mobilização de estudantes opositores à guerra colonial”.

[588]

15 Novembro, 2003 at 9:27 am

1969 – HOMEM NA LUA

“Com a frase “um pequeno passo para o homem, um grande passo para a humanidade”, o astronauta Neil Armstrong define a sua curta caminhada pelo solo rochoso da Lua. Depois, é a vez do seu companheiro Edwin Aldrin. A histórica missão espacial integra ainda o astronauta M. Collins, que permanece no módulo de comando Eagle da nave espacial Apollo XI, numa órbita estacionária em redor da Lua. Neste planeta deixam, além da bandeira americana, uma mensagem: “Viemos em paz em representação de toda a humanidade”. A missão, que milhões de pessoas acompanham em directo pela televisão, termina com a amaragem dos três astronautas no Oceano Pacífico…

[587]

15 Novembro, 2003 at 9:26 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.