Archive for 11 Novembro, 2003

MÚSICA CLÁSSICA (II)

Na sequência da descoberta da imprensa, no século XVI, tornara-se possível, pela primeira vez, uma divulgação generalizada de partituras de música, com os .madrigais. como principal forma de expressão musical (.profana.), influenciando também, por outro lado, a música .sacra. das .Missas., .Paixões. e os .Magnificat..

No período .barroco. (do século XVII a meados do século XVIII), com o desenvolvimento da ópera, a música secular adquiriu finalmente uma forma suficientemente popular.

Os .castrati. tornaram-se um dos pilares desse género musical, sendo os primeiros cantores a gozar do estatuto de .estrelas., destacando-se a figura máxima de Farinelli.

Monteverdi, cuja ópera .La Favola d.Orfeo. (1607) é considerada a primeira ópera da história, desenvolveu a sua actividade musical, primeiro nas cortes de Cremona e Mântua, depois como responsável musical na Catedral de São Marcos, em Veneza.

O concerto público surgiu, pela primeira vez, no período barroco, em academias particulares (de que é exemplo a Academia Filarmónica, de Verona, fundada em 1543), que se difundiram rapidamente, por todas as principais cidades.

Os concertos proliferaram na Inglaterra do século XVIII, promovidos por sociedades musicais em todas as principais cidades, destacando-se o sucesso dos concertos de Handel, de 1733; mas demoraria ainda muito tempo até os compositores poderem viver dessas receitas, não existindo protecção dos direitos de autor, pelo que se viam obrigados a recorrer ao apoio dos seus patronos.

Nesta fase, destacam-se os seguintes compositores: o genial promotor da ópera, Cláudio Monteverdi (1567-1643); o autor das .eternas. .Quatro Estações., António Vivaldi (c. 1678-1741); os autores da máxima expressão da música barroca, Johann Sebastian Bach (1685-1750) – com os .Concertos de Brandenburgo. e as .Variações Goldberg. – e George Handel (1685-1759), com o famoso .Messias..

[571]

11 Novembro, 2003 at 12:32 pm

QUEBRA-NOZES

No Coliseu dos Recreios de Lisboa, de 11 a 16 de Novembro; no Coliseu do Porto, de 19 a 22 de Novembro, .Quebra-Nozes., bailado sobre o gelo, pela companhia russa do St. Petersburg State Ballet on Ice, combinando a dança clássica com a patinagem no gelo.

Com base num conto de Hoffman, Tchaikowsy compôs a música para este bailado, sempre revisitado na época do Natal e que completa a .mágica. trilogia do Bailado Romântico, com .O Lago dos Cisnes. e .A Bela Adormecida..

A história, que revive desde 1892, centra-se numa menina de nome Clara que, no Natal, recebe de presente um quebra-nozes que a vai transportar a um mundo mágico.

P.S. Mais agradecimentos, ao Mata-mouros, Sobre tudo e Ter Voz.

[570]

11 Novembro, 2003 at 8:57 am

UNIÃO EUROPEIA – 1967

O Conselho de Ministros das Comunidades Europeias decide harmonizar os impostos indirectos na Comunidade, adoptando o princípio do sistema do imposto sobre o valor acrescentado e aprovando o primeiro programa de política económica a médio prazo, definindo os objectivos da política económica da Comunidade para os anos seguintes.

Em Maio, o Reino Unido, a Irlanda, Dinamarca e Noruega apresentam um novo pedido de adesão à Comunidade. O General de Gaulle continua a manifestar reticências relativamente à adesão do Reino Unido.

Em Roma, os Chefes de Estado e de Governo pronunciam-se a favor da entrada em vigor do Tratado de fusão das instituições das três Comunidades, a partir de 1 de Julho de 1967.

As Comunidades Europeias passam, assim, a dispor de uma Comissão única e de um Conselho único, mas estas duas instituições continuam a actuar em conformidade com as regras de cada uma das Comunidades.

A Comissão assina a Acta final das negociações multilaterais do Acordo Geral sobre Pautas Aduaneiras e Comércio (GATT) – Kennedy Round.

Em Julho, toma posse a nova Comissão, presidida por Jean Rey.

[569]

11 Novembro, 2003 at 7:53 am

1967 – PAPA EM FÁTIMA

“O cinquentenário das aparições é assinalado com a peregrinação a Fátima do Papa Paulo VI”.

[568]

11 Novembro, 2003 at 7:51 am

1967 – "CHE" ASSASSINADO

“O guerrilheiro argentino Ernesto “Che” Guevara, herói da revolução cubana, é morto na Bolívia, no decurso de uma acção de guerrilha”.

[567]

11 Novembro, 2003 at 7:49 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.