Archive for 3 Novembro, 2003

(AINDA O) DÉFICE ORÇAMENTAL

Para limitar o défice orçamental de 2003, o Ministério das Finanças projecta ceder ao Citigroup (maior banco norte-americano) cerca de 10 000 milhões de euros de dívidas dos contribuintes ao Fisco e 2 500 milhões de euros de dívidas à Segurança Social. De imediato, o Banco deverá .adiantar. até 20 % do valor das dívidas adquiridas.

A operação foi atribuída pelo Ministério das Finanças, por .ajuste directo., sem concurso público, à .Sociedade de Titularização de Créditos Sagres., detida a 100 % pelo Citigroup, a qual será a única entidade registada na CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) para realização de operações desta natureza.

Associada a esta operação . e sem entrar no campo de questionar a validade de .manobras. deste género como forma de obter receitas e reduzir o défice ., coloco-me algumas interrogações:

– Como irão ser cobradas essas dívidas?
– Qual o valor total de cedência desses créditos (corresponderá ao valor nominal)?
– Qual a taxa de juro que o Estado português suportará em relação aos valores a adiantar pela adquirente?
– Quem assume o risco da (não) cobrança?
– Qual o direito da adquirente a devolver os créditos não cobrados?
– Caso aplicável, em que prazo?

[523]

3 Novembro, 2003 at 6:23 pm 3 comentários

VISÃO (A PARTIR) DOS EUA

Sobre a inserção dos EUA na cena mundial, diz Michael Stipe, líder da banda R. E. M., em entrevista ao .Expresso.:

.Nunca houve nenhum país na História que apoiasse os seus governantes a cem por cento. Ao ver-se a televisão americana, pode ser-se levado a acreditar que, neste país imensamente poderoso, a maioria das pessoas acredita que a acção do Governo é positiva. Eu discordo. Há, pelo menos, metade da população que discorda também. Os EUA são um país onde as pessoas trabalham imenso, muitas têm de ter dois empregos, têm de pagar os seguros do carro, da casa, de saúde, de vida, o serviço nacional de saúde não é muito bom, é preciso esforçar-se a sério para pagar a universidade dos filhos, a hipoteca da casa, é necessário haver comida na mesa, máquinas de lavar. A maioria dos americanos tem, no máximo, 45 minutos por dia para dedicar ao que se passa no resto do mundo. Não que não se interessem por política. Têm é todo o tempo ocupado a assegurar que não vão ao fundo.

.

É, de facto, um bocado infernal. Adoro o meu país e tem muitas coisas de que me orgulho. Mas uma das coisas que não se compreende é o quanto estamos separados do resto do mundo. E como isso se reflecte na nossa educação desde os primeiros anos e influencia as escolhas, os preconceitos, a forma como se vê os outros, o que sabemos e o que não sabemos. É um imenso país ingovernável. É uma pena...

[522]

3 Novembro, 2003 at 1:32 pm

SOPHIA DE MELLO BREYNER (I)

Sophia de Mello Breyner Andresen, recentemente distinguida com o Prémio Rainha Sofia de Poesia, nasceu na cidade do Porto em 1919, tendo origem paterna dinamarquesa, sendo autora de contos ensaios, ficção e poesia, de que é uma das figuras máximas do último século, em Portugal . vidé .entrada. nº 472, de 28 de Outubro.

Sophia de Mello Breyner publicou a sua primeira obra (.Poesia.) em 1944, sendo de referir ainda: “Dia do Mar” (1947), “Coral” (1950), .Tempo Dividido. (1954), .Mar Novo. (1958), “O Cristo Cigano” (1961), “Livro Sexto” (1962), “Geografia” (1967), .Antologia. (1968), .Grades. (1970), .11 Poemas. (1971), .Dual. (1972), .O Nome das Coisas. (1977), .Poemas Escolhidos. (1981), .Navegações. (1983), .Antologia. (1985), “Ilhas” (1989), .Obra Poética. (1990/1991), .Musa. (1994), .Signo. (1994) e “O Búzio de Cós e Outros Poemas” (1998), para além de livros em prosa (nomeadamente “Os Contos Exemplares” (1962) e .Histórias da Terra e do Mar. (1984)), assim como livros para crianças, como .O Rapaz de Bronze. (1956), “A Menina do Mar” (1958), “A Fada Oriana” (1958), .Noite de Natal. (1960), .O Cavaleiro da Dinamarca. (1964), .A Floresta. (1968), .O Tesouro. (1978) e .A Árvore. (1985).

Ao longo desta semana, na secção .Livro do Mês., apresentarei extractos de alguns dos mais belos poemas de Sophia de Mello Breyner.

M A R

“Mar, metade da minha alma é feita de maresia
Pois é pela mesma inquietação e nostalgia,
Que há no vasto clamor da maré cheia,
Que nunca nenhum bem me satisfez.
E é porque as tuas ondas desfeitas pela areia
Mais fortes se levantam outra vez,
Que após cada queda caminho para a vida,
Por uma nova ilusão entontecida.

E se vou dizendo aos astros o meu mal
É porque também tu revoltado e teatral
Fazes soar a tua dor pelas alturas.
E se antes de tudo odeio e fujo
O que é impuro, profano e sujo,
É só porque as tuas ondas são puras.”

[521]

3 Novembro, 2003 at 8:34 am 15 comentários

UNIÃO EUROPEIA – 1962

Em Janeiro, toma posse a nova Comissão da Comunidade Económica Europeia, presidida por Walter Hallstein.

São adoptados pelo Conselho os primeiros regulamentos relativos à política agrícola comum (PAC), instituída com a finalidade de estabelecer um mercado único dos produtos agrícolas e de promover a solidariedade financeira através do Fundo Europeu de Orientação e Garantia Agrícola (FEOGA).

A Assembleia parlamentar decide passar a designar-se por Parlamento Europeu.

A Noruega apresenta o seu pedido oficial de adesão às Comunidades Europeias.

Os direitos aduaneiros aplicados aos produtos industriais entre países membros são reduzidos para 50 % do seu valor de 1957.

[520]

3 Novembro, 2003 at 7:44 am

1962 – CRISE ACADÉMICA

“No Dia do Estudante, acções nas universidades de Lisboa, Coimbra e Porto são reprimidas pela polícia”.

[519]

3 Novembro, 2003 at 7:43 am

1962 – ARGÉLIA ARGELINA

“A insurreição desencadeada em 1954 para a independência da Argélia chega finalmente ao seu objectivo, depois de uma guerra que gera profundas divisões em França. Um referendo mandado realizar por De Gaulle termina com expressivo “sim” à independência”.

[518]

3 Novembro, 2003 at 7:42 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.