Archive for 20 Outubro, 2003

CASA PIA / PS

Uma associação improvável?

A desgraça de uma arrasta a “queda” do outro?

O tema a que não se pode fugir nestes dias de colectivo “delírio febril” atingiu já um estágio tal que, aqui e agora, o que se pode pedir (exigir) é que todos os intervenientes (directos ou indirectos; voluntários ou involuntários) no processo parem um pouco para pensar e deixem de alimentar este “circo”.

Basta de quebras de segredo de justiça; basta de declarações de juízes, advogados, presumíveis arguidos. Já não há paciência para ouvir falar em escutas telefónicas…

Como dizia alguém, “deixem-nos (aos responsáveis envolvidos no sistema judicial) trabalhar” com a calma e serenidade que for possível.

As crianças envolvidas merecem, acima de tudo, que se apure a verdade, sem que se faça disto uma telenovela (“da vida real”).

Ainda iremos a tempo de conseguir que a justiça seja “justa”?

Por mim, não gostaria de ter de voltar ao assunto enquanto não se concluir o processo. Será possível?

[434]

20 Outubro, 2003 at 8:25 pm

FESTIVAL DE GASTRONOMIA

100 000 é o número de visitantes esperados no XXIII Festival Nacional de Gastronomia, a decorrer na Casa do Campino, em Santarém.

Cada um dos 19 dias do Festival é dedicado a uma diferente Região de Turismo.

Em 25 .tasquinhas., podem ser apreciados os .petiscos. de todas as regiões do país; sendo portanto possível fazer uma .viagem gastronómica., começando, por exemplo, pelo Minho e terminando no Algarve ou ilhas.

O preço do bilhete (entrada no recinto) é de 2,50 euros.

[433]

20 Outubro, 2003 at 7:52 pm 1 comentário

"RETENÇÃO" vs. "PROMOÇÃO AUTOMÁTICA" – Comentários (II)

Ainda a propósito do tema que lancei a debate na semana passada, considero interessante “ouvir” o que tem a dizer – do outro lado do Atlântico – o César Valente (Carta Aberta):

“… embora não esteja há algum tempo acompanhando de perto o assunto (meus filhos estão ou na universidade ou formados), sempre que atuei como professor, no Curso de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina, fiz questão de avaliar meus alunos classificatoriamente.

Cobro-lhes a presença, registro a freqüência e dou notas. Como no colégio.

E reprovo, sem dó nem piedade, sempre que a nota mínima ou a freqüência mínima não foram alcançadas.

Claro que a nota, em si, não diz nada, ela precisa ser reflexo de um processo de avaliação que tenha um mínimo de seriedade. Como professor, sempre procurei acompanhar com testes, provas e trabalhos, a assimilação dos conteúdos dados. Ao mesmo tempo, com esses instrumentos, ia verificando a forma como esses conteúdos estavam sendo percebidos.

Porque eu posso perfeitamente ser um mau professor (às vezes ou sempre) ou ter explicado e exposto mal um assunto. Naturalmente, os alunos, nesse caso, não podem ser penalizados por não saberem uma coisa que não lhes foi corretamente passada.

E tudo isso sempre dá muito trabalho, bem acima do que os magros salários de professor cobrem.

Como não conheço em detalhe o sistema de progressão automática, fico muito curioso para saber como são feitas as avaliações e como resolvem o problema dos maus alunos, uma vez que o mau aproveitamento não significa a repetição daquele período.”.

[432]

20 Outubro, 2003 at 1:58 pm

HOTEL SAVOY e REIDS PALACE

De acordo com uma votação promovida pelo jornal britânico Daily Telegraph, o Hotel Savoy e o Reids Palace (ambos na Madeira), foram classificados respectivamente como 2º e 5º melhores hotéis mundiais (tendo sido eleito como “melhor hotel do mundo” o Jumerah Beach, do Dubai).

P. S. Novos agradecimentos, ao Mar Salgado e ao Exacto.

[431]

20 Outubro, 2003 at 1:54 pm 1 comentário

FUTUROS MEMBROS DA UNIÃO EUROPEIA – ESTÓNIA (I)

Os primeiros vestígios de actividade humana remontam ao VIII milénio A.C., tendo, em meados do III milénio A.C. chegado do Leste as tribos finno-úgricas (etnicamente próximas dos finlandeses) que se misturaram com os antecessores dos povos bálticos já instalados. Os estónios habitam a sua terra há 5000 anos, sendo um dos povos mais antigos da Europa.

O primeiro registo da Estónia data de 1154. Até aos finais do século XII a Estónia tinha conseguido repelir as tentativas dos escandinavos e dos Antigos Russos de conquistarem e dominarem a região; tendo, nessa altura, as primeiras cruzadas germânicas atingido o Leste. A Estónia foi conquistada em 1227 pelos cruzados, iniciando-se então o desenvolvimento de tipo europeu. A Estónia foi dividida entre a Dinamarca, a Ordem Livónia e os bispos de Tartu e de Saare-Lääne.

Em 1523 a Reforma chegou à Estónia, as cidades converteram-se ao luteranismo, apesar de, no campo, se conservar o catolicismo. É desta época, em 1525, que data a primeira publicação conhecida na língua estónia. Em 1558, a Estónia foi invadida por tropas russas que venceram os pequenos Estados divididos (Guerra da Livónia, da Rússia contra a Dinamarca, Polónia e Suécia, pelo acesso ao mar Báltico). Em 1559, o bispo de Saare-Lääne vendeu as suas propriedades à Dinamarca, em 1561 o Norte da Estónia foi cedida à Suécia, tendo o Sul sido anexado à Polónia. Em consequência das guerras polaco-suecas, em 1629 toda a Estónia continental foi ocupada pela Suécia.

Os russos conquistaram a Estónia em 1710; em 1721, com o Tratado de Paz de Nystad, a Estónia passou oficialmente a fazer parte da Rússia.

O início do movimento de “despertar” nacional foi marcado pelas petições às autoridades centrais russas e, sobretudo, pelas grandes acções nacionalistas: uma colecta para o estabelecimento do colégio popular estónio (Escola de Aleksander de Estónia), os festivais da canção (desde o ano 1869), a recolha e o estudo de folclore. Em 1884, a Associação dos Estudantes Universitários Estónios inaugurou a bandeira azul-preto-branco que viria a ser a bandeira nacional da Estónia.

[430]

20 Outubro, 2003 at 8:52 am

UNIÃO EUROPEIA – 1953

A 1 de Janeiro, entra em vigor o primeiro imposto europeu, a imposição CECA.

Em Fevereiro, é instituído o mercado comum do carvão e do minério de ferro, com supressão dos impostos aduaneiros.

Em Março, Paul-Henri Spaak apresenta um projecto de tratado que institui uma Comunidade Europeia de carácter político. Essa Comunidade teria por objectivo a salvaguarda dos direitos do homem e das liberdades fundamentais, a segurança dos Estados-Membros contra quaisquer agressões e a coordenação das suas políticas externas, bem como o estabelecimento progressivo de um mercado comum.

O projecto de tratado prevê a criação de cinco instituições: um Conselho europeu executivo, um Parlamento com duas câmaras, um Conselho de ministros nacionais, um Tribunal de Justiça e um Comité Económico e Social.

[429]

20 Outubro, 2003 at 8:14 am

1953 – 61 – GOA

“A União Indiana quer forçar o regime salazarista a negociar a situação dos territórios indianos sob domínio português. Em 1961, o exército indiano ocupa esses territórios. O governador-geral, Vassalo e Silva, rende-se, contra as ordens de Salazar”.

[428]

20 Outubro, 2003 at 7:03 am

1953 – EVERESTE

“O neozelandês Edmund Hillary e o guia tibetano Tensing Norkay são os primeiros homens a escalar a montanha mais alta do mundo (8848 metros).”.

[427]

20 Outubro, 2003 at 7:01 am


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.