Archive for 29 Outubro, 2003

DULCE PONTES – "FOCUS"

A cantora portuguesa, que cantou já em duetos com José Carreras, Andrea Bocelli, Caetano Veloso, Cesária Évora e Daniela Mercury, lança agora um novo disco, com Ennio Morricone, maestro italiano, compositor de música para vários filmes e já nomeado para 5 Óscares.

“Focus” tem letras de José Mário Branco, Federico Garcia Lorca, João Mendonça e Joan Baez, além da própria Dulce Pontes, tendo cinco das músicas sido compostas por Ennio Morricone expressamente para a cantora portuguesa, incluindo músicas em português, inglês, italiano e espanhol, permitindo chegar a um público ainda mais vasto.

Das restantes 11 músicas que compõem este disco, muitos delas são recriações de temas de filmes famosos (nomeadamente “Cinema Paraíso”, “A Missão”, “Moisés”, “Era Uma Vez no Oeste” e “Expresso do Oriente”).

[495]

29 Outubro, 2003 at 7:59 pm 2 comentários

ORÇAMENTO DE ESTADO vs. CREDIBILIDADE (I)

A imagem de credibilidade é um activo de grande valor nos mercados financeiros internacionais.

Portugal acaba de lançar uma emissão de obrigações do tesouro (ou seja, recorrer a um empréstimo), no valor de 2 500 milhões de euros, com uma taxa de juro superior à paga por obrigações análogas emitidas pela Alemanha, o que representa custos (juros) adicionais de 37,5 milhões de euros (ao longo dos 10 anos de .vida. dessas obrigações).

Partilhando ambos os países a mesma moeda (Euro), com a mesma taxa de juro de referência (Euribor), Portugal tem de suportar um .prémio de risco. superior, associado essencialmente à credibilidade de cada país nos mercados financeiros internacionais.

O .prémio de risco. é o diferencial que os emitentes estão dispostos a pagar para atrair financiadores; na óptica dos subscritores destes empréstimos obrigacionistas, é quanto .exigem. receber a mais para compensar o risco de opção entre um país com maior credibilidade (.capacidade de pagamento apercebida. por quem empresta o dinheiro) ou outro com credibilidade inferior.

Por outras palavras, se um Banco empresta dinheiro a uma empresa que pensa que terá maior probabilidade de não lhe pagar atempadamente, quererá, não só obter uma garantia adicional, como receber uma taxa de juro maior (que .compense. o risco que está a correr).

Esta questão da credibilidade cruza-se directamente com a apresentação do .Orçamento de Estado. para 2004, como veremos em próximo texto.

[494]

29 Outubro, 2003 at 6:30 pm 2 comentários

EXALTAÇÃO E VIOLÊNCIA NA PROCURA DE NOVAS TERRAS (III)

.Sabia-se agora, no Verão de 1499, onde buscar a especiaria. E o Rei D. Manuel de imediato ordena uma nova armada para lá voltar. O capitão-mor escolhido será Pedro Álvares Cabral, que sairá de Lisboa a 9 de Março de 1500. Segue directo para a grande volta pelo oeste para atingir a passagem sul da África.

Mas a 21 de Abril há sinais de terra, que será vista no dia seguinte. Chamar-se-á Terra de Vera Cruz, essa terra nova agora achada. Onde pacíficos homens, nus e falando uma língua que ninguém a bordo entendia, não fogem ao contacto com os mareantes. É preciso anunciar ao rei o achamento. E continua para a Índia, que esse era o destino marcado à armada..

.Exaltação e violência na procura de novas terras. (Joaquim Romero Magalhães) . Notícias do Milénio

[493]

29 Outubro, 2003 at 8:45 am

UNIÃO EUROPEIA – 1959

São dados os primeiros passos no sentido da eliminação progressiva das quotas e direitos aduaneiros na CEE.

O Banco Europeu de Investimento (BEI) concede os seus primeiros empréstimos.

Sete países da Organização Europeia de Cooperação Económica (OECE) . Áustria, Dinamarca, Noruega, Portugal, Suécia, Suíça e Reino Unido ., decidem criar uma Associação Europeia de Comércio Livre (EFTA . European Free Trade Association).

É lançada a ideia de reunir numa única instituição a Alta Autoridade CECA e as duas Comissões (CEE e Euratom) criadas pelo Tratado de Roma.

[492]

29 Outubro, 2003 at 7:54 am

1959 – INAUGURAÇÕES

“Em Almada, é inaugurado o monumento a Cristo Rei. No ano seguinte, em Lisboa, será a vez do Padrão dos Descobrimentos, assinalando o meio milénio da morte do Infante D. Henrique”.

[491]

29 Outubro, 2003 at 7:52 am

1959 – REVOLUÇÃO CUBANA

“Os rebeldes comandados por Fidel Castro desde 1956 tomam o poder em Cuba. O ditador Fulgêncio Batista, apoiado pelos EUA, foge do país e acaba por obter asilo na Madeira”.

[490]

29 Outubro, 2003 at 7:51 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @ConstancaSa: E a comunicação social, Paulo, tira as devidas consequências? Ou ele são todos iguais e nós somos os arautos dos boas prát… 5 hours ago
  • RT @MundoMaldini: Justo triunfo del Valencia. Por muchas cosas. Sobre todo premio a la paciencia por aguantar a Marcelino en el momento crí… 5 hours ago
  • RT @pedro_sales: @jcaetanodias errado. dois para sporting, um para benfica e hipótese de um destes clubes vencer ainda a supertaça 2018/19. 5 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.