Archive for Setembro, 2003

8-1!

No Portugal – Alemanha, do Campeonato Mundial de Hóquei em Patins, em que Portugal visa o 15º título mundial em 36 edições.

Em que outra área poderia Portugal ter uma relação de forças face à Alemanha, de 8 para 1?…

Nos 1/4 de final, segue-se o Brasil.

Grupo A
28.09.2003 – Inglaterra – Espanha – 0-8
28.09.2003 – Moçambique – Suíça – 1-2
29.09.2003 – Suíça – Inglaterra – 5-1
29.09.2003 – Espanha – Moçambique – 3-2
30.09.2003 – Moçambique – Inglaterra – 3-1
30.09.2003 – Suíça – Espanha – 1-3

1º Espanha, 9; 2º Suíça, 6; 3º Moçambique, 3; 4º Inglaterra, 0

Grupo B
28.09.2003 – Colômbia – Argentina – 0-14
28.09.2003 – Angola – Chile – 2-0
29.09.2003 – Chile – Colômbia – 5-3
29.09.2003 – Argentina – Angola – 9-2
30.09.2003 – Colômbia – Angola – 0-2
30.09.2003 – Argentina – Chile – 16-1

1º Argentina, 9; 2º Angola, 6; 3º Chile, 3; 4º Colômbia, 0

Grupo C
28.09.2003 – EUA – Andorra – 5-1
28.09.2003 – Itália – Brasil – 6-3
29.09.2003 – Brasil – EUA – 7-2
29.09.2003 – Andorra – Itália – 1-5
30.09.2003 – Andorra – Brasil – 3-5
30.09.2003 – EUA – Itália – 1-10

1º Itália, 9; 2º Brasil, 6; 3º EUA, 3; 4º Andorra, 0

Grupo D
27.09.2003 – França – Portugal – 3-4
28.09.2003 – Holanda – Alemanha – 0-3
29.09.2003 – Alemanha – França – 1-4
29.09.2003 – Portugal – Holanda – 12-0
30.09.2003 – França – Holanda – 6-1
30.09.2003 – Portugal – Alemanha – 8-1

1º Portugal, 9; 2º França, 6; 3º Alemanha, 3; 4º Holanda, 0

[328]

30 Setembro, 2003 at 11:32 pm

TSF

Vou manter a esperança de poder encontrar aspectos positivos na mudança de orientação da TSF.

Até agora, nesta nova grelha, ainda não consegui identificá-los…

[327]

30 Setembro, 2003 at 10:59 pm

“REPÚBLICA MOLDAVA DO DNIESTRE”?

Numa estreita faixa de terra, encravada entre a Ucrânia e a Moldávia, com uma superfície de 4 000 km2, subsiste uma improvável e auto-proclamada República, com 800 000 habitantes, nascida em 1990, na sequência do caótico desaparecimento da ex-URSS, apesar de não reconhecida por nenhum outro país.

Tiraspol, a “capital” surge como uma cidade soviética petrificada, com paradas militares junto da gigantesca estátua de Lenine.

Na “Transnitria” (região “para além do Dniestre”), a prática da língua romena é considerada um crime político. A sua adopção, em 1989, como língua oficial na Moldávia, tornou-se o rastilho da tendência secessionista da região maioritariamente de expressão russa.

Nos últimos 10 anos, beneficiando da fraqueza dos corruptos governos moldavos e da cumplicidade das máfias russas e ucranianas, a “Transnitria” tornou-se um “paraíso do crime organizado”. Os tráficos ilícitos (de armas, tabaco, droga, álcool, petróleo, prostituição ou branqueamento de capitais) – essencialmente um negócio de família – tornaram-se na base de sustentação da “economia” do território.

Com a prevista (para 2007) adesão à União Europeia da Bulgária e da Roménia, o conflito que opõe a região da “Transnitria” à Moldávia ficará às “portas” da nova Europa alargada; é neste âmbito que os responsáveis europeus equacionam a possibilidade de envio de uma força de manutenção de paz.

[326]

30 Setembro, 2003 at 7:42 pm

MODERNIDADE NASCEU NA IDADE MÉDIA (II)

.A que se deve então a nossa unidade de entendimento relativamente a essa época? A haver razão para ela, o factor mais determinante foi o cristianismo, que tudo conseguiu amalgamar.

.

A par das múltiplas diferenças irredutíveis, subsiste na Idade Média uma dinâmica unidade, que era já apreciável na sua herança greco-romana, mas que foi aprofundada e intensificada por influência das religiões do livro . judaísmo, cristianismo e islamismo . fundamentalmente inspiradas na Bíblia, informando a mentalidade, o comportamento e o saber em referência a uma divindade única.

.

Um dos argumentos que conduzem a ver a Idade Média como um período intermédio, que não preenche um lugar positivo e insubstituível na História, deve-se ao facto de ser considerado mais tempo de Deus do que dos homens, sendo essa também a razão por que o humanismo renascentista e a Modernidade não vêem aí suficientemente afirmados os indeclináveis valores humanos.

Nessa época, as razões de viver assentariam apenas nas asas da fé, não no seio da razão.

Esta interpretação vem sendo progressivamente corrigida. ..

“Modernidade nasceu na Idade Média” (Joaquim Cerqueira Gonçalves) . “Notícias do Milénio”

[325]

30 Setembro, 2003 at 7:06 am

1943 – INVASÃO DA ITÁLIA

“Forças aliadas, chefiadas pelos generais Eisenhower, Patton e Montgomery, invadem a Itália por três frentes. Em Setembro, já deposto o Duce, é assinado o cessar-fogo. Mas Hitler não desarma: envia as suas tropas, comandadas por Rommel, e Mussolini regressa ao Poder, para chefiar um governo fantoche. Americanos e ingleses conseguem, a 4 de Junho, entrar em Roma.”

[324]

30 Setembro, 2003 at 7:05 am

12-0!

É verdade que se trata de uma modalidade desportiva sem grande implantação mundial, mas não deixa de ser o desporto que mais êxitos proporcionou a Portugal.

Hoje, na segunda jornada do 36º Campeonato Mundial de Hóquei em Patins – e depois de anteontem, na estreia, ter ganho à França por tangencial 4-3 -, Portugal acaba de vencer o jogo com a Holanda (vice-campeão mundial de 1991 e selecção que, historicamente, sempre criou grandes dificuldades à equipa portuguesa – tradicionalmente, a 4ª melhor selecção europeia, embora nos últimos anos ultrapassada pela França e Suíça), por concludente 12-0.

Os jogos da primeira fase não terão grande significado, mas esta vitória não deixará de constituir uma motivação para os difíceis jogos das meias-finais, provavelmente contra um dos outros três crónicos candidatos ao título: Argentina, Espanha e Itália.

[323]

29 Setembro, 2003 at 11:43 pm

90 % DE POPULARIDADE

Não se trata da Albânia, nem do Iraque, mas sim da Finlândia, país em que a popularidade da Presidente Tarja Halonen ultrapassa os 90%! Uma Presidente .demasiado. popular?

São os próprios analistas finlandeses que referem não conseguir recordar-se de nenhum exemplo de Estado democrático com um dirigente com um nível de popularidade semelhante.

Tratando-se de uma personalidade sem opção religiosa assumida (contrariamente a 85 % da população finlandesa), feminista e defensora das minorias sexuais (o que não é partilhado pela maior parte da população) e étnicas, o índice de popularidade torna-se ainda mais .espantoso..

As justificações possíveis passam pela competência e pela proximidade do povo por parte da jurista social-democrata. Há quem refira também que a Presidente será o .único denominador comum. dos finlandeses.

Poderá este .fenómeno. considerar-se .são.? Poderá este género de popularidade .extrema. ser .perigosa. para o regime democrático?

P. S. Mais agradecimentos, ao Socioblogue, também com uma “nova casa” e ao Substrato.

[322]

29 Setembro, 2003 at 7:46 pm

MODERNIDADE NASCEU NA IDADE MÉDIA (I)

Continuando a divulgação de textos publicados em edição dos jornais do “Grupo Lusomundo”, denominada “Notícias do Milénio”, inicia-se mais esta “Semana da História”, abordando desta vez o período conhecido por “Idade Média”.

.A Idade Média está hoje na moda, sobretudo a de expressão ocidental latina, sobre a qual vai incidir predominantemente, neste condensado texto, a nossa atenção.

.

A Idade Média tem sido considerada, indevidamente, uma fase em branco na ordenação dos tempos, por isso a designação de .média., uma suspensão do movimento de progressão, entalada entre a Antiguidade, romanticamente ampliada, e a Modernidade, cujo progresso parecia relativizar tudo o que a precedeu.

.

Inicie-se no século V e termine-se no século XIV . não faltam razões para serem outras as balizas temporais ., a Idade Média é um período demasiado longo, cuja unidade somente o pragmatismo pedagógico da visão dos historiadores consegue manter.

Foram muitos séculos, múltiplas culturas, diversos povos . romanos e bárbaros ., vários impérios, religiões diferenciadas, pulverização de línguas, fragmentações políticas, uma enormidade de protagonistas individuais e colectivos, desvairadas filosofias, teologias ortodoxas e heterodoxas..

“Modernidade nasceu na Idade Média” (Joaquim Cerqueira Gonçalves) . “Notícias do Milénio”

[321]

29 Setembro, 2003 at 7:21 am

1942 – HOLOCAUSTO

“Na Conferência de Wannsee, os nazis decidem a “solução final” do “problema judaico”. Já em 1935 tinham sido aprovadas as leis anti-semitas de Nuremberga, tendo-se registado em 1938, o primeiro pogrom, denominado “Noite de Cristal”. Em 1941, dera-se início ao transporte de judeus para campos de extermínio, em Auschwitz, Treblinka, Belsen e outros. Uma revolta judaica no gueto de Varsóvia, em 1943, é ferozmente reprimida. Até final da guerra são vítimas de genocídio seis milhões de judeus, muitos dos quais mortos em câmaras de gás.”

[320]

29 Setembro, 2003 at 7:16 am

REVISTA DA SEMANA

Visão (25 Setembro)

“Portas quer «entendimento duradouro» com o PSD. Para o líder do PP, só a união dos dois partidos permite uma «alternativa credível ao socialismo». Na primeira intervenção do congresso, Portas diz que, para as eleições europeias, é «natural» que PP e PSD promovam uma «aproximação».

O ministro das Obras Públicas, Carmona Rodrigues, reconhecera que existem 200 pontes degradadas no nosso país. O IEP diz que são 160, das quais 41 muito perigosas.

Duas semanas depois do golpe de Estado que afastou Kumba Ialá da presidência, e após o aparente regresso à normalidade, o caos voltou a instalar-se na Guiné-Bissau. Esta sexta-feira o quartel militar de Mansoa, próximo da capital guineense, foi atacado por um grupo armado, provocando a morte de pelo menos duas pessoas.”

[319]

29 Setembro, 2003 at 7:15 am

Artigos Mais Antigos


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Setembro 2003
S T Q Q S S D
« Ago   Out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.