Archive for 8 Setembro, 2003

No Janela para o rio

No Janela para o rio, desafia-nos o Nuno P. a comentar a sua “entrada” com o título “Reflexões”, em que questiona nomeadamente:

a) Porque não pode um comunista ser católico praticante? A igualdade entre todos é incompatível com a fé em Deus?

b) Como é que as estatísticas demonstram que mais de 75% da população é católica, mas pelo menos metade da população vota à esquerda? Quer isto dizer que a abstenção é quase toda crente?

c) E as outras religiões, alguém que é budista, judeu, muçulmano, protestante ou outra religião qualquer, também é tendencialmente de direita?”

Na minha opinião, em muitos casos, e um pouco à semelhança da “escolha” do clube a que pertencemos – e tal como diz o Nuno – a escolha religiosa é de facto, numa primeira análise, determinada pela opção familiar. Não concordarei porventura na totalidade com a sua asserção de que a escolha política seja uma decisão do foro racional.

Não obstante haver “n” exemplos que irão contrariar a minha ideia (por exemplo, os irmãos Portas – Miguel, Paulo e Catarina – que, salvo erro, eram, ou são, afectos a três partidos diferentes; embora, também neste caso, a maior convivência com o pai – “de esquerda” – ou com a mãe – “de direita” – não tenha, inevitavelmente, deixado de fazer sentir as “suas marcas”), penso igualmente que a escolha “primária” (muitas vezes na adolescência) de um partido / área política não será tão consciente quanto isso, dependendo também, em larga medida, da inserção social e, mais uma vez, da influência familiar.

Talvez seja mais “fácil”, isso sim (e temos também muitos exemplos disso, desde logo o primeiro-ministro Durão Barroso…) uma evolução nas orientações políticas, ao longo da vida, a qual não será possivelmente tão marcada (e portanto muitas vezes não acompanhada) a nível religioso.

Isto, claro, sem prejuízo, de logo à partida, qualquer “família” poder ser “de esquerda” e manter convicções católicas (por exemplo, António Guterres), uma vez que – concluindo – não me parece que seja necessária ou implícita tal correlação de “ideais”.

P.S. Podem ver este “manual” de como “fazer um bom weblog“.

[239]

Anúncios

8 Setembro, 2003 at 7:33 pm 4 comentários

LITERATURA NO LICEU

A propósito de literatura, dizia Pacheco Pereira há poucos dias: “Só para se perceber a diferença, e para não parecer que digo mal de tudo o que é francês, veja-se a lista de livros que um aluno de francês do equivalente ao 11o. ano português, tem como leituras obrigatórias este ano: de Shakespeare, Hamlet, Otelo, e Macbeth , a Metamorfose de Kafka, Andromaca de Racine, Escola das Mulheres de Moliére, Pierre e Jean de Maupassant, o Estrangeiro de Camus, Huis Clos e As Moscas de Sartre“.

Também é capaz de ser um “bocadinho demais” (!?) …

[238]

8 Setembro, 2003 at 6:21 pm

“MENSAGEM” – FERNANDO PESSOA (I)

A ideia da predestinação nacional é central nesta obra, cuja apresentação farei nos próximos dias (como “Livro do Mês“), com excertos dos poemas de Fernando Pessoa; não se tratando embora da apologia do povo português ao estilo camoniano, faz-se sentir o valor simbólico dos heróis do passado e o apelo à utopia, para a “glorificação” de Portugal.

“Mensagem” (livro de poemas, formando realmente um só poema) tem três grandes “andamentos”:

– na primeira parte, “Brasão”, o autor apresenta o Portugal profundo, o Portugal “rosto da Europa”, destacando os “construtores da pátria”, assim como algumas características indispensáveis à realização dos Descobrimentos;

– a segunda parte, “Mar Português, dá-nos uma fotografia, ao mesmo tempo épica e dramática, do que foi a grandiosa, mas dolorosa empreitada dos Descobrimentos (uma missão cumprida como missão divina, mas com um preço significativo, que leva à interrogação “Valeu a pena?”);

– na terceira e última parte, “O Encoberto”, defende-se a possibilidade da regeneração nacional pelo mito e pelos seus símbolos, mesmo se, em termos políticos, económicos, sociais e culturais, tudo pudesse parecer perdido…

Para o poeta, o mito sebastianista deve ser aproveitado, de forma a estabelecer a atmosfera espiritual necessária à realização do Quinto Império (“parte, antes, com a civilização em que vivemos, do Império espiritual da Grécia, origem do que espiritualmente somos. E, sendo esse o Primeiro Império, o Segundo é o de Roma, o Terceiro, o da Cristandade, e o Quarto o da Europa – isto é, da Europa laica de depois da Renascença”) – um Império não no sentido do guerreiro, territorial ou material, mas no sentido de um Império do Espírito e da Cultura.

A contínua actualidade da “Mensagem” faz pensar e renovar espiritualmente a “nação” portuguesa, constituíndo um incitamento ao reforço do seu papel no mundo.

[237]

8 Setembro, 2003 at 1:35 pm

1928 – ORÇAMENTO EM CAUSA

“Salazar volta a sobraçar a pasta das Finanças. Condição prévia: tutelar a acção de todos os ministérios, para o “equilíbrio orçamental”.”

[236]

8 Setembro, 2003 at 7:45 am

"Entrada do dia" (Domingo) – Terras do Nunca

“Nós, os democratas” 

“Incomoda-me a suspeição que nos últimos tempos se levanta contra quem, na praça pública, ousa opinar ou seja mero porta-voz de pontos de vista dos quais se discorda. 

Acho que isso passou a ser mais patente com a guerra do Iraque. É impossível, repito, impossível discutir seja o que for sem que, de imediato, nos colem etiquetas baseadas em meros preconceitos. 

Sei, de há muito, de que lado estou. Do lado da democracia. E até digo mais: estou do lado dos valores do Ocidente, por xenófobo que isto possa parecer. 

… 

É por isso que quero discutir a intervenção americana no Iraque sem ser acusado, sem apelo nem agravo, de anti-americanismo. Porque não sou anti-americano. Toda a minha cultura é mais americana que outra coisa e não me queixo. 

Sou contra o terrorismo (vejam o ponto a que chegámos, já temos que reafirmar evidências…)”. 

Pode ler o texto completo aqui.

8 Setembro, 2003 at 7:43 am


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Setembro 2003
S T Q Q S S D
« Ago   Out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @rpOliveira: Isto era melhor quando eram apenas Brunicados no Facebook. Um gajo lia aquilo em 2 minutos. Quiseram tirá-lo de lá e agora… 3 hours ago
  • RT @Gouveia: Nunca vi ninguém tão mal tratado nos media como o Bruno. Há claramente um ataque fortíssimo de poderes ocultos contra a sua pr… 3 hours ago
  • RT @pedro_sales: está a dar em todos os canais que tèm uma licença de serviço público para transmitir notícias. canais esses, aliás, que as… 3 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.