Archive for 21 Junho, 2006

MUNDIAL 2006 – 1/8 FINAL – 1/4 FINAL – 1/2 FINAIS – FINAL

     1/8 FINAL         1/4 FINAL          1/2 FINAIS          FINAL

AlemanhaSuécia
Vencedor do Alemanha-SuéciaVencedor do Argentina-México
ArgentinaMéxicoVencedor do .............-.............Vencedor do .............-.............

1º Grupo E2º Grupo FVencedor do .............-.............
Vencedor do .............-.............Vencedor do .............-.............
1º Grupo G2º Grupo H


InglaterraEquador
Vencedor do Inglaterra-EquadorVencedor do Portugal-Holanda
PortugalHolandaVencedor do .............-.............

1º Grupo F2º Grupo EVencedor do .............-.............Vencedor do .............-.............
Vencedor do .............-.............Vencedor do .............-.............
1º Grupo H2º Grupo G

21 Junho, 2006 at 10:20 pm Deixe um comentário

MUNDIAL 2006 – RESULTADOS E CLASSIFICAÇÕES

GRUPO A             Jg  V  E  D   G  Pt   Alemanha-Costa Rica…4-2
1 Alemanha Alemanha 3 3 – – 8-2 9 Polónia-Equador…….0-2
2 Equador Equador 3 2 – 1 5-3 6 Alemanha-Polónia……1-0
3 Polónia Polónia 3 1 – 2 2-4 3 Equador-Costa Rica….3-0
4 Costa Rica Costa Rica 3 – – 3 3-9 – Equador-Alemanha……0-3
Costa Rica-Polónia….1-2


GRUPO B             Jg  V  E  D   G  Pt   Inglaterra-Paraguai…1-0
1 Inglaterra Inglaterra 3 2 1 – 5-2 7 Trinidad-Suécia…….0-0
2 Suécia Suécia 3 1 2 – 3-2 5 Inglaterra-Trinidad…2-0
3 Paraguai Paraguai 3 1 – 2 2-2 3 Suécia-Paraguai…….1-0
4 Trinidad T. Trinidad Tobago 3 – 1 2 0-4 1 Suécia-Inglaterra…..2-2
Paraguai-Trinidad…..2-0


GRUPO C             Jg  V  E  D   G  Pt   Argentina-C. Marfim…2-1
1 Argentina Argentina 3 2 1 – 8-1 7 Sérvia Mont.-Holanda..0-1
2 Holanda Holanda 3 2 1 – 3-1 7 Argentina-Sérvia Mont.6-0
3 C. Marfim C. Marfim 3 1 – 2 5-6 3 Holanda-C. Marfim…..2-1
4 Sérvia Mont. Sérvia e Montenegro 3 – – 3 2-10 – Holanda-Argentina…..0-0
C. Marfim-Sérvia Mont.3-2


GRUPO D             Jg  V  E  D   G  Pt   México-Irão………..3-1
1 Portugal Portugal 3 3 – – 5-1 9 Angola-Portugal…….0-1
2 México México 3 1 1 1 4-3 4 México-Angola………0-0
3 Angola Angola 3 – 2 1 1-2 2 Portugal-Irão………2-0
4 Irão Irão 3 – 1 2 2-6 1 Portugal-México…….2-1
Irão-Angola………..1-1


GRUPO E             Jg  V  E  D   G  Pt   Itália-Ghana……….2-0
1 Itália Itália 2 1 1 – 3-1 4 EUA-R. Checa……….0-3
2 R. Checa R. Checa 2 1 – 1 3-2 3 Itália-EUA…………1-1
3 Ghana Ghana 2 1 – 1 2-2 3 R. Checa-Ghana……..0-2
4 EUA EUA 2 – 1 1 1-4 1 R. Checa-Itália…….—
Ghana-EUA………….—


GRUPO F             Jg  V  E  D   G  Pt   Brasil-Croácia……..1-0
1 Brasil Brasil 2 2 – – 3-0 6 Austrália-Japão…….3-1
2 Austrália Austrália 2 1 – 1 3-3 3 Brasil-Austrália……2-0
3 Croácia Croácia 2 – 1 1 0-1 1 Japão-Croácia………0-0
4 Japão Japão 2 – 1 1 1-3 1 Japão-Brasil……….—
Croácia-Austrália…..—


GRUPO G             Jg  V  E  D   G  Pt   França-Suíça……….0-0
1 Suíça Suíça 2 1 1 – 2-0 4 Coreia Sul-Togo…….2-1
2 Coreia Sul Coreia do Sul 2 1 1 – 3-2 4 França-Coreia Sul…..1-1
3 França França 2 – 2 – 1-1 2 Togo-Suíça…………0-2
4 Togo Togo 2 – – 2 1-4 – Togo-França………..—
Suíça-Coreia Sul……—


GRUPO H             Jg  V  E  D   G  Pt   Espanha-Ucrânia…….4-0
1 Espanha Espanha 2 2 – – 7-1 6 Tunísia-A. Saudita….2-2
2 Ucrânia Ucrânia 2 1 – 1 4-4 3 Espanha-Tunísia…….3-1
3 Tunísia Tunísia 2 – 1 1 3-5 1 A. Saudita-Ucrânia….0-4
4 A. Saudita A. Saudita 2 – 1 1 2-6 1 A. Saudita-Espanha….—
Ucrânia-Tunísia…….—

21 Junho, 2006 at 10:08 pm Deixe um comentário

MUNDIAL 2006 – GRUPO C – 3ª JORNADA

HolandaArgentina0-0

Holanda Edwin van der Sar, Kew Jaliens, Khalid Boulahrouz, Dirk Kuyt, Phillip Cocu, Ruud van Nistelroy (56m – Ryan Babel), Rafael van der Vaart, Andre Ooijer, Tim de Cler, Robin van Persie (67m – Denny Ladzaat) e Wesley Sneijder (86m – Hedwiges Maduro)

Argentina Roberto Annondanzieri, Roberto Ayala, Nicolas Burdisso (24m – Fabricio Coloccini), Esteban Cambiasso, Javier Mascherano, Juan Riquelme (80m – Pablo Aimar), Carlos Tevez, Gabriel Milito, Leandro Cufre, Maxi Rodriguez e Lionel Messi (70m – Julio Cruz)

Com o nulo registado nesta partida, a Argentina manteve o 1º lugar do Grupo, defrontando o México nos 1/8 Final. O adversário de Portugal será portanto a Holanda, 2ª classificada, no que constituirá uma “repetição” das 1/2 Finais do EURO 2004.

Melhor jogador – Carlos Tevez (Argentina)

Amarelos – Dirk Kuyt (28m), Andre Ooijer (42m) e Tim de Cler (48m); Esteban Cambiasso (57m) e Javier Mascherano (90m)

Árbitro – Luis Medina Cantalejo (Espanha)

Frankfurt (20h00)


C. MarfimSérvia e Montenegro3-2

C. Marfim Boubacar Bary, Arthur Boka, Didier Zoroka, Blaise Kouassi, Kader Keita (73m – Bonaventure Kalou), Arouna Koné, Kanga Akale (60m – Bakary Koné), Aruna Dindane, Cyrille Domoraud, Yava Touré e Emmanuel Eboué

Sérvia e Montenegro Dragoslav Jevric, Ivan Ergic, Igor Duljaj, Goran Gavrancic, Nilkola Zigic (67m – Savo Milosevic), Dejan Stankovic, Predrag Djordjevic, Nenad Djordjevic, Milan Dudic, Mladen Krstajic (16m – Albert Nadj) e Sasa Ilic

A Sérvia e Montenegro – com uma excelente carreira na fase de apuramento para o Mundial – surge na Fase Final como uma equipa “descontrolada”; depois da goleada sofrida perante a Argentina, e quando a equipa parecia querer reagir e finalizar a prova com uma imagem diferente, acabou por ter um jogador expulso e permitir a reviravolta no marcador à Costa do Marfim (selecção em que se “apostava” num melhor desempenho – que, todavia, não lhe foi possibilitado, por via do poderio de Argentina e Holanda, duas das melhores seleções do Mundo), que assim obtém a sua única vitória na competição.

0-1- Nikola Zigic – 10m
0-2 – Sasa Ilic – 20m
1-2 – Aruna Dindane – 37m (g.p.)
2-2 – Aruna Dindane – 67m
3-2 – Bonaventure Kalou – 86m (g.p.)

Melhor jogador – Aruna Dindane (Costa do Marfim)

Amarelos – Kader Keita (33m), Cyrille Domoraud (41m) e Aruna Dindane (43m); Albert Nadj (17m), Milan Dudic (35m), Igor Duljaj (37m) e Goran Gavrancic (57m)

Vermelhos – Cyrille Domoraud (90m); Albert Nadj (45m)

Árbitro – Marco Rodriguez (México)

Munich (20h00)

21 Junho, 2006 at 9:54 pm Deixe um comentário

MUNDIAL 2006 – GRUPO D – 3ª JORNADA

PortugalMéxico2-1

Portugal Ricardo, Miguel (61m – Paulo Ferreira), Fernando Meira, Ricardo Carvalho e Marco Caneira, Petit, Maniche, Figo (80m – Luís Boa Morte), Tiago, Simão Sabrosa e Hélder Postiga (69m – Nuno Gomes)

México Oswaldo Sanchez, Carlos Salcido, Rafael Marquez, Ricardo Osorio, Pavel Pardo, Gonzalo Piñeda (69m – Jose Antonio Castro), Mario Mendez (80m – Guillermo Franco), Jose Fonseca, Omar Bravo, Francisco Rodriguez (46m – Zinha) e Luis Perez

A selecção de Portugal iniciou a partida apenas com as alterações “ditadas” pelos cartões amarelos, com as “meias-surpresas” de ser Marco Caneira a substituir Nuno Valente, enquanto Hélder Postiga ocupou o lugar habitual de Pauleta. Petit, Tiago e Simão Sabrosa voltaram a jogar, substituindo os “titulares” Costinha, Deco e Cristiano Ronaldo.

O México parecia entrar determinado, “em força”, quando, logo aos 6 minutos, praticamente na primeira jogada de ataque, Portugal chegou ao golo, por intermédio de Maniche, a cruzamento de Simão Sabrosa.


Foto – Associated Press

Os mexicanos continuaram na busca do golo… mas seria a equipa portuguesa a conseguir marcar novamente, por Simão Sabrosa, na conversão de uma grande penalidade.

E, quando a equipa mexicana parecia começar a acusar um certo “desnorte”, marcaria o seu golo.

A partir daí, Portugal perdeu a concentração e o México foi mais perigoso.

Num jogo com duas partes distintas, com Portugal a jogar “q.b.” na segunda metade, o México beneficiaria de uma grande penalidade (que Omar Bravo falhou); o mesmo Bravo desperdiçaria outra oportunidade… e, em paralelo, a equipa mexicana via-se reduzida a 10 unidades, assistindo-se então a uma fase de alguma desconcentração da selecção portuguesa.

Com o empate do Irão frente a Angola, entrou-se numa toada de expectativa, com ambas as equipas à espera do fim do jogo. Portugal garantia a vitória, num jogo em que o México talvez merecesse o empate.

Portugal viu o árbitro perdoar a expulsão a Miguel (no lance que originou a grande penalidade), mas Luís Boa Morte e Nuno Gomes (sem grandes prestações, à semelhança de Hélder Postiga) seriam penalizados com o cartão amarelo (tal como Maniche).

Sem fazer jogos brilhantes, Portugal vence o grupo, fazendo o “pleno”, com 3 vitórias, defrontando nos 1/8 Final o 2º classificado do Grupo C, a apurar hoje à noite. O México terá de defrontar o vencedor desse Grupo.

O Campeonato do Mundo “começa” agora…

1-0 – Maniche – 6m
2-0 – Simão Sabrosa – 24m (g.p.)
2-1 – Jose Fonseca – 29m

Melhor jogador – Jose Fonseca (México)

Amarelos – Miguel (26m), Maniche (69m), Luís Boa Morte (88m) e Nuno Gomes (90m); Francisco Rodriguez (22m), Luis Perez (27m), Rafael Marquez (65m) e Zinha (87m)

Vermelho – Luis Perez (61m)

Árbitro – Lubos Michel (Eslováquia)

Gelsenkirchen (15h00)


IrãoAngola1-1

Irão Ebrahim Mirzapour, Mehdi Mahdavikia, Sohrab Bakhtiarizadeh, Rahman Rezaei, Ferydoon Zandi, Vahid Hashemian (39m – Rasoul Khatibi), Ali Daei, Hossein Kaabi (67m – Arash Borhani), Andranik Teymourian, Mohammad Nosrati (13m – Masoud Shojaei) e Mehrzad Madanchi

Angola João Ricardo, Jamba, Kali, Miloy, Figueiredo (73m – Rui Marques), Akwá (51m – Flávio), Mateus (23m – Love), Mendonça, Zé Kalanga, Loco e Delgado

Angola chegou a fazer a festa de marcar e de estar numa posição de vitória na partida, mas a possibilidade do apuramento pareceu sempre uma “miragem” distante, que terminou quando o Irão empatou.

Fica ainda assim um balanço positivo, na estreia, com 2 empates e o 3º lugar no Grupo.

0-1- Flávio – 60m
1-1 – Sohrab Bakhtiarizadeh – 75m

Melhor jogador – Zé Kalanga (Angola)

Amarelos – Mehrzad Madanchi (37m), Andranik Teymourian (55m) e Ferydoon Zandi (90m); Loco (22m), Mendonça (45m) e Zé Kalanga (67m)

Árbitro – Mark Shield (Austrália)

Leipzig (15h00)

21 Junho, 2006 at 4:58 pm Deixe um comentário

PORTUGAL – MÉXICO – "ANTES DO JOGO"

O seleccionador nacional, Luís Felipe Scolari, anunciou já que os (5) jogadores portugueses punidos com cartões amarelos não iniciarão o jogo (Nuno Valente, Costinha, Deco, Cristiano Ronaldo e Pauleta), sendo de prever que venham a ser substituídos por Paulo Ferreira, Petit, Tiago, Simão Sabrosa e Nuno Gomes.

Já aqui o tinha escrito e reafirmo: em minha opinião, a selecção portuguesa só teria a ganhar se, no jogo de hoje, substituísse ainda mais jogadores (se possível, até os 11!).

Humberto Coelho fê-lo no EURO 2000, no terceiro jogo da fase grupos, jogando com a Alemanha com os “reservistas”, obtendo um resultado “esmagador” de 3-0, então com 3 golos de Sérgio Conceição.

Porque acho que Portugal deveria mudar por completo a equipa:

– porque o Mundial compreende (para quem chegar até ao fim…) 7 jogos em apenas 1 mês; que se transformam em 6 jogos nas últimas 3 semanas… e, neste momento, em 5 jogos em apenas 19 dias; é portanto fundamental fazer a “gestão de esforço” e, na medida do possível, preservar ao máximo a condição física dos elementos preponderantes da equipa;

– porque, obviamente, não faz sentido arriscar a que jogadores já com um cartão amarelo possam vir a ser suspensos para o jogo dos 1/8 Final;

– porque subsiste sempre o risco de lesões;

– porque se dará ritmo de jogo, e, sobretudo, confiança, aos jogadores menos utilizados – que, se integram o lote dos seleccionados, é porque têm valor para tal! -, assim reforçando também o espírito de grupo;

– porque esses jogadores terão a motivação extra de pretender “mostrar serviço”, afirmando-se como opções válidas para a titularidade na fase decisiva da competição;

– finalmente, porque o jogo com o México não é a partida essencial desta prova; nada nos garante que – mesmo na hipótese de perdermos o 1º lugar (o que, aliás, poderia acontecer mesmo se jogassem todos os habituais titulares…) – o adversário dos 1/8 Finais seja mais acessível; Argentina e Holanda apenas jogam às 20 horas, podendo, nomeadamente os argentinos “escolher” o adversário.

Aliás, não me parece de todo líquido que uma destas duas equipas possa ser considerado um opositor “preferencial”; nesta fase da competição, não valerá muito a pena pretender estar a fazer “escolhas”; Portugal tem de estar preparado para defrontar qualquer oponente. Por outro lado, numa perspectiva de evolução da prova, caso a selecção portuguesa vença o Grupo, teoricamente terá fortes probabilidades de – caso atinja essas fases mais avançadas – encontrar a Inglaterra nos 1/4 Final… e o Brasil nas 1/2 Finais.

Em conclusão, e em minha opinião, o jogo de hoje nada terá de decisivo e o risco de jogar com os habituais “suplentes” é mínimo.

Tem a palavra Scolari…

P. S. Os responsáveis da plataforma Weblog.com.pt anunciaram uma intervenção técnica para esta tarde, que privará os utilizadores de publicarem novos textos, devendo os blogues ficar inacessíveis durante um período que se espera seja o mais reduzido possível. O “acompanhamento” do Portugal-México ficará portanto condicionado por esta situação.

21 Junho, 2006 at 10:30 am Deixe um comentário

FESTA DOS TABULEIROS (VI)

“Tomar tem a originalidade de ter feito convergir a sua festa para o culto do Espírito Santo na concepção de Pentecostes, sem abdicar da herança naturalista milenar e pagã das origens.

Por isso, ante os nossos olhos felizes e comovidos e os olhos surpreendidos e extasiados de quem nos visita, assistimos hoje ao passar do longo e garrido cortejo onde as centenas de altos tabuleiros à cabeça das raparigas são um hino de cor e de alegria, entre espigas e flores, encimados por coroas que levam no topo a pomba do Espírito Santo ou a Cruz de Cristo, precedidas das coroas do Império e dos estandartes das irmandades por entre a vozearia do povo e a alacridade das músicas.

Tomar soube conservar e manter a tradição festiva herdada do paganismo celta e lusitano-romano e conciliá-la com o culto cristão do Espírito Santo.

Em moldes completamente diferentes se fixaram as festas do Espírito Santo iniciadas em Alenquer pelos reis Isabel e Dinis, estendidas pelo país fora e transportadas para as ilhas e ultramar, tal como ainda hoje se praticam em Sintra e nos Açores.”

“Como começaram as Festas dos Tabuleiros”, J. A. Godinho Granada, “O Templário”, 02.06.05

21 Junho, 2006 at 8:48 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Junho 2006
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.