Archive for 24 Junho, 2006

MUNDIAL 2006 – 1/8 FINAL – 1/4 FINAL – 1/2 FINAIS – FINAL

     1/8 FINAL         1/4 FINAL          1/2 FINAIS          FINAL

AlemanhaSuécia2-0
AlemanhaArgentina
ArgentinaMéxico2-1 Vencedor do .............-.............Vencedor do .............-.............

ItáliaAustráliaVencedor do .............-.............
Vencedor do Itália-AustráliaVencedor do Suíça-Ucrânia
SuíçaUcrânia


InglaterraEquador
Vencedor do Inglaterra-EquadorVencedor do Portugal-Holanda
PortugalHolandaVencedor do .............-.............

BrasilGhanaVencedor do .............-.............Vencedor do .............-.............
Vencedor do Brasil-GhanaVencedor do Espanha-França
EspanhaFrança

24 Junho, 2006 at 10:40 pm Deixe um comentário

MUNDIAL 2006 – 1/8 FINAL – ARGENTINA – MÉXICO

ArgentinaMéxico2-1 (a.p.)

Argentina Roberto Abbondanzieri, Roberto Ayala, Juan Sorin, Esteban Cambiasso (76m – Pablo Aimar), Gabriel Heinze, Javier Saviola (84m – Lionel Messi), Javier Mascherano, Hernan Crespo (75m – Carlos Tevez), Juan Riquelme, Lionel Scaloni e Maxi Rodriguez

México Oswaldo Sanchez, Carlos Salcido, Rafael Marquez, Ricardo Osorio, Pavel Pardo (38m – Gerardo Torrado), Jared Borgetti, Ramon Morales (74m – Zinha), Jose Antonio Castro, Mario Mendez, Jose Fonseca e Andres Guardado (66m – Gonzalo Piñeda)

Contrariamente à expectativa generalizada, foi o México a equipa que surgiu com mais perigo, inaugurando o marcador logo aos 6 minutos.

A Argentina, reagindo bem, rapidamente chegou ao empate. Tal como na primeira partida dos 1/8 Final, 2 golos ainda antes do termo do primeiro quarto de hora!

No decurso do tempo remanescente da primeira parte, o equilíbrio acabou por ser a tónica dominante, com ligeira superioridade mexicana a nível dos principais indicadores (52 % – 48 % em termos de “posse de bola”; 6 remates contra 4; 2 a 1 em remates à baliza; 5 a 3 em cantos).

A segunda parte seria bastante disputada, mas sem grandes oportunidades de golo. com as estatísticas a sofrerem ligeira inversão (predomínio argentino em termos de “posse de bola”, com 52 % – 48 %; 4-3 em termos de remates à baliza; e 6-5 em cantos).

Com o empate a subsistir até final da partida (não obstante um golo, já em período de descontos, anulado à Argentina, por alegada posição irregular), seguir-se-ia o prolongamento…

…Em que, aos 98 minutos, Maxi Rodriguez deu um “pontapé no marasmo” em que o jogo ameaçava tornar-se até final, logo aí se percebendo que o México não teria já capacidade física nem resistência anímica para procurar inverter o seu “fado”: pela 4ª vez consecutiva, a selecção mexicana é eliminada nos 1/8 Final da prova.

Para a Argentina, o “freguês” que se segue (nos 1/4 Final) é, nem mais nem menos, que a equipa da casa, a Alemanha!

0-1 – Rafael Marquez – 6m
1-1 – Hernan Crespo – 10m
2-1 – Maxi Rodriguez – 98m

Melhor jogador – Maxi Rodriguez (Argentina)

Amarelos – Rafael Marquez (70m), Jose Antonio Castro (82m), Gerardo Torrado (118m) e Jose Fonseca (119m); Gabriel Heinze (45m) e Juan Sorin (112m)

Árbitro – Massimo Busacca (Suíça)

Leipzig (20h00)

24 Junho, 2006 at 10:33 pm Deixe um comentário

MUNDIAL 2006 – 1/8 FINAL – ALEMANHA – SUÉCIA

AlemanhaSuécia2-0

Alemanha Jens Lehmann, Arne Friedrich, Torsten Frings (85m – Sebastian Kehl), Lukas Podolski (74m – Oliver Neuville), Miroslav Klose, Michael Ballack, Philipp Lahm, Per Mertesacker, Bastian Schweinsteiger (72m – Tim Borowski), Bernd Schneider e Christoph Metzelder

Suécia Andreas Isaksson, Olof Mellberg, Teddy Lucic, Erik Edman, Tobias Linderoth, Niclas Alexandersson, Fredrik Ljungberg, Henrik Larsson, Kim Kallstrom (39m – Peter Hansson), Zlatan Ibrahimovic (72m – Marcus Allback) e Mattias Jonson (52m – Christian Wilhelmsson)

Dois golos praticamente de “rajada” nos primeiros 12 minutos e uma expulsão aos 35 minutos dizimaram as aspirações da equipa da Suécia, sem possibilidade de evitar a eliminação.

A Alemanha prossegue a sua senda vitoriosa, parecendo ir reforçando a confiança a cada jogo que vai disputando … e vencendo.

Segue-se, nos 1/4 Final, a Argentina – o que pode constituir uma verdadeira “prova dos nove” relativamente à capacidade da Alemanha disputar efectivamente o título de Campeão Mundial – ou o México.

1-0 – Lukas Podolski – 4m
2-0 – Lukas Podolski – 12m

Melhor jogador – Miroslav Klose (Alemanha)

Amarelos – Torsten Frings (27m); Teddy Lucic (28m), Mattias Jonson (48m) e Marcus Allback (78m)

Vermelho – Teddy Lucic (35m)

Árbitro – Carlos Simon (Brasil)

Munich (16h00)

24 Junho, 2006 at 6:01 pm Deixe um comentário

MUNDIAL 2006 – "BALANÇO INTERCALAR"

Concluídos que estão os 48 jogos da primeira fase, reduziram-se já a metade as selecções na disputa do título Mundial.

Num “balanço intercalar”, começo por destacar que a Europa mantém em prova 10 selecções (sendo, naturalmente, o continente mais representado, relativamente ao total dos 16 apurados para os 1/8 Final). Dos 14 participantes à partida, apenas ficaram pelo caminho a Sérvia e Montenegro (equipa e país em desagregação, que não revelou capacidade para “sobreviver” no muito difícil grupo em que o sorteio a colocou) e, de forma mais ou menos surpreendente, a Polónia, Croácia e R. Checa.

A América do Sul mantém 3 (Brasil, Argentina e Equador) dos 4 participantes; apenas o Paraguai “sucumbiu” na fase grupos.

Os restantes 3 apurados provêm da: África (Ghana), América Central (México), e Oceania (Austrália).

A zona africana foi (a par da Ásia) a mais “dizimada”, tendo perdido 4 dos 5 países que se apresentaram neste Mundial (Angola, Togo, Tunísia e a Costa do Marfim, que tanta expectativa suscitara).

Da América do Norte, Central e Caraíbas, foram 3 os países eliminados: EUA, Costa Rica e Trinidad e Tobago.

Por fim, a Ásia foi “riscada” do mapa do Mundial, com as eliminações do Irão, Coreia do Sul, Japão e Arábia Saudita.

A nível individal, as maiores decepções foram a R. Checa, Croácia e Sérvia e Montenegro… para além da França (não obstante ter garantido, quase “in extremis”, o apuramento).

Pela positiva, terão que ser destacados os desempenhos das 4 selecções com vitórias em todos os jogos disputados: Alemanha, Brasil, Portugal e Espanha! Mas também a forma como a Argentina e Holanda se afirmaram no mais difícil dos grupos. Assim como a solidez defensiva da Suíça, ainda com a sua baliza inviolada. E, noutra vertente, a segurança revelada pela Inglaterra e a tradicional “matreirice” da Itália. Por fim, nota para os apuramentos menos esperados de Equador, Austrália e, sobretudo, do Ghana (sobre quem recai agora a grande expectativa de ver o que poderá fazer perante o Brasil).

No quadro dos 1/8 Final, e para além do aliciante Brasil – Ghana, destaque para um prometedor Espanha – França e… inevitavelmente, para o Portugal – Holanda, a “repetição” da 1/2 Final do EURO 2004.

O “verdadeiro” Mundial começa agora; depois de 3 jogos de “aquecimento”, a prova vai entrar num ritmo de aceleração crescente, com as próximas 3 partidas (de cada selecção) a conduzir 2 países à ambicionada Final de Berlim, a 9 de Julho.

24 Junho, 2006 at 10:02 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Junho 2006
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.