NOVOS MEMBROS DA UNIÃO EUROPEIA – ESTÓNIA (IV)

23 Outubro, 2003 at 8:59 am

Nos anos 1970-80, o poder central soviético reforçou o controlo político e administrativo sobre a sociedade. Ao mesmo tempo, os índices económicos da Estónia excediam a média da Rússia Soviética, o nível de vida era mais alto e a República Soviética da Estónia foi apresentada como “a república exemplar”. Na transição das décadas de 70/80, o Partido Comunista da Estónia começou a fazer prevalecer o papel da língua russa e a limitar a utilização do estónio em várias áreas.

Em 23 de Agosto de 1987, em Tallinn, os dissidentes uniram-se na primeira manifestação política; a oposição legal e os intelectuais exigiram a autonomia económica. A chamada “revolução de canção” em 1988 despertou definitivamente a sociedade. Foi restaurada a bandeira nacional, a população foi orientada pela Frente Popular da Estónia que reuniu as multidões, cujo objectivo era democratizar gradualmente a sociedade, e com uma táctica gradual “step by step”, recuperar a independência.

No dia 16 de Novembro de 1988, o Conselho Supremo viu-se obrigado a aprovar a declaração de soberania que afirmou a supremacia da legislação estónia. Tal marcou o começo da desintegração nos métodos parlamentares da Rússia e da União Soviética. Pouco a pouco, a Estónia conseguiu o seu reconhecimento a nível internacional.

Nos anos 1988-91 a sociedade civil foi restaurada: houve eleições livres, foram instituidos vários partidos, facções políticas e novas organizações-associações, foi restabelecida a liberdade de imprensa.

Em 3 de Março de 1991, em referendo, 78% da população, 1/3 dos quais residentes não-nacionais, aprovaram a restauração da independência da Estónia. No dia 20 de Agosto de 1991, durante o distúrbio de intervenção armada do Exército Soviético, o Conselho Supremo da Estónia aprovou a declaração da independência do Estado – a República da Estónia. Em 17 de Setembro de 1991, a Estónia foi aceite na Organização das Nações Unidas.

Em 1994, as tropas russas retiraram finalmente da Estónia. Em 1997, tiveram início as negociações tendo em vista a adesão à União Europeia.

[453]

Entry filed under: Novos países União Europeia.

UNIÃO EUROPEIA – 1956 OS MELHORES "BLOGUES" DO MUNDO (II)


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

  • RT @Shyznogud: O meu voto antecipado vai precisar ser descarregado nos cadernos eleitorais do meu distrito, na mesa da secção de voto a q p… 36 minutes ago
  • RT @atadeia: Rúben Amorim diz que o Sporting de 21/22 "joga melhor, mas perde mais vezes". É verdade. A que se deve a quebra no momento da… 46 minutes ago
  • RT @artur_pds: Diogo Pinto, mais dois frente ao Trofense. O Craque do Estrela da Amadora sobra na Liga Portugal 2. Passadeira vermelha para… 10 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: