Archive for 10 Junho, 2008

EURO 2008 – Grupo D – 1ª jornada

GréciaSuécia0-2

Quatro anos depois, a selecção da Grécia, Campeã da Europa em título, regressou aos grandes palcos do futebol europeu.

E, tal como prevenira o seu treinador Otto Rehhagel, será praticamente impossível repetir o milagre de Portugal, tendo deixado a indicação de que a sua equipa iria continuar a jogar como é seu timbre: à defesa.

Durante mais de uma hora, com uma Grécia de risco mínimo, retraída no seu meio-campo, contribuindo para o pior jogo do torneio (até ao momento), parecia inevitável o nulo no marcador.

Até que, no espaço de 5 minutos – curiosamente, quando os gregos pareciam começar a querer subir no terreno -, primeiro o génio de Ibrahimović e, logo de seguida, Peter Hansson, com dois golos, faziam a equipa grega descer do “Olimpo”.

Concluída a primeira jornada do Grupo D, pode consultar a classificação aqui.

Grécia Antonios Nikopolidis, Giourkas Seitaridis, Sotirios Kyrgiakos, Paraskevas Antzas, Traianos Dellas (70m – Ioannis Amanatidis), Vassilios Torosidis, Angelos Basinas, Konstantinos Katsouranis, Georgios Karagounis, Angelos Charisteas e Theofanis Gekas (45m – Georgios Samaras)

Suécia Andreas Isaksson, Niclas Alexandersson (74m – Fredrik Stoor), Olof Mellberg, Petter Hansson, Mikael Nilsson, Christian Wilhelmsson (78m – Markus Rosenberg), Anders Svensson, Fredrik Ljungberg, Daniel Andersson, Zlatan Ibrahimović (71m – Johan Elmander) e Henrik Larsson

0-1 – Zlatan Ibrahimović – 67m
0-2 – Petter Hansson – 72m

“Melhor em campo” – Zlatan Ibrahimović

Amarelos – Charisteas (1m), Seitaridis (51m), Torosidis (61m)

Árbitro – Massimo Busacca (Suíça)

Estádio Wals-Siezenheim – Salzburg (19h45)

Anúncios

10 Junho, 2008 at 9:57 pm Deixe um comentário

EURO 2008 – Grupo D – 1ª jornada

EspanhaRússia4-1

Repetindo o encontro de 2004, defrontaram-se novamente as selecções representantes dos dois primeiros Campeões da Europa. E, tal como há quatro anos, a Espanha repetiu a vitória, reforçando-a na partida de hoje (em 2004, havia vencido pela margem mínima, com um golo solitário).

Com um hat-trick de David Villa a demonstrar inequivocamente a sua categoria – a explicar por que razão Raul não foi convocado -, a Espanha, que tinha já o jogo ganho ao intervalo, confirmou nesta estreia o seu poderio, perfilando-se desde já como um dos mais fortes candidatos ao título.

Espanha Iker Casillas, Sergio Ramos, Carlos Marchena, Carles Puyol, Joan Capdevila, David Silva (77m – Xabi Alonso), Marcos Senna, Xavi Hernández, Andrés Iniesta (63m – Santi Cazorla), David Villa e Fernando Torres (54m – Cesc Fábregas)

Rússia Igor Akinfeev, Aleksandr Anyukov, Roman Shirokov, Denis Kolodin, Yuri Zhirkov, Dmitri Sychev (45m – Vladimir Bystrov / 70m – Roman Adamov), Konstantin Zyrianov, Sergei Semak, Igor Semshov (58m – Dmitri Torbinskiy), Diniyar Bilyaletdinov e Roman Pavlyuchenko

1-0 – David Villa – 20m
2-0 – David Villa – 44m
3-0 – David Villa – 75m
3-1 – Pavlyuchenko – 86m
4-1 – Cesc Fábregas – 91m

“Melhor em campo” – David Villa

Amarelos – N/A

Árbitro – Konrad Plautz (Áustria)

Estádio Tivoli Neu – Innsbruck (17h00)

10 Junho, 2008 at 7:30 pm Deixe um comentário

Eleições Presidenciais EUA – 2008 (XXXIII)

Eleições Presidenciais EUA - 2008

Concluído que está o longo e complexo de eleições Primárias no Partido Democrata, Barack Obama e John McCain – enquanto aguardam a formalização das respectivas nomeações como candidatos nas Convenções Democrata (a realizar em Denver – Colorado, de 25 a 28 de Agosto) e Republicana (Minneapolis-St. Paul – Minnesota, de 1 a 4 de Setembro) – deram já início à campanha visando as eleições de 4 de Novembro, em que serão designados os 538 “Grandes Eleitores”, de que serão necessários 270 para garantir a vitória.

Constitui convicção generalizada de que o resultado destas eleições se decidirá num relativamente restrito conjunto de Estados, os designados “Swing States”.

Nesta altura, parece consensual que Barack Obama é favorito nos seguintes (10) Estados (indicando-se também o correspondente número de “Grandes eleitores”): Hawaii (4), Illinois (21), Maryland (10), Massachussetts (12), New Jersey (15), New York (31), Oregon (7), Rhode Island (4), Vermont (3) e Washington (11); para além do District of Columbia (3) – o que lhe conferiria um total de 121 “Grandes Eleitores”.

Quanto a John McCain, prevê-se que deverá vencer nos seguintes (21) Estados: Alabama (9), Alaska (3), Arizona (10), Arkansas (6), Carolina do Norte (15), Carolina do Sul (8), Dakota do Norte (3), Dakota do Sul (3), Geórgia (15), Idaho (4), Kansas (6), Kentucky (8), Mississippi (6), Montana (3), Nebraska (5), Oklahoma (7), Tennessee (11), Texas (34), Utah (5), West Virgínia (5) e Wyoming (3) – o que, a confirmar-se, lhe proporcionaria um total de 169 “Grandes Eleitores”.

Nesta fase, os Estados “indecisos” podem ser agrupados em três tipologias:

– Estimativas apontando para uma vantagem de Barack Obama nos seguintes (6) Estados: Califórnia (55), Connecticut (7), Delaware (3), Maine (4), Minnesota (10) e Pennsylvania (21) – o que faria subir o seu total de “Grandes Eleitores” para 221.

– Estimativas apontando para uma vantagem de John McCain nos seguintes (3) Estados: Indiana (11), Lousiana (9), Virgínia (13) – o que lhe permitiria atingir um total de 202 “Grandes Eleitores”.

– 10 Estados em que subsistem as principais incertezas e cujos 115 “Grandes Eleitores” deverão decidir a vitória final: Colorado (9), Florida (27), Iowa (7), Michigan (17), Missouri (11), Nevada (5), New Hamphire (4), New Mexico (5), Ohio (20) e Wisconsin (10).

As tendências actuais – a acompanhar ao longo da campanha eleitoral – favorecem Barack Obama no Colorado, Iowa, Michigan, New Hamphire e Wisconsin; o que, a confirmar-se, lhe possibilitaria alcançar 268 “Grandes Eleitores” (a apenas 2 do “número mágico”). Ao invés, John McCain poderá vencer na Florida, Missouri e New Mexico, podendo portanto somar 245 “Grandes Eleitores”. Restam os decisivos Estados de Nevada e Ohio, em que é nesta data difícil antecipar o candidato vitorioso.

10 Junho, 2008 at 4:15 pm Deixe um comentário

EURO 2008 – Timeline

A partir de agora, pode também acompanhar o EURO 2008, “minuto a minuto”, numa timeline que aqui apresento em página anexa.

10 Junho, 2008 at 12:24 pm Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.