Archive for 18 Abril, 2005

SAN MARTÍN (III)

Aberto o caminho marítimo para Lima, era necessário dispor de uma frota, o que seria conseguido com alguns barcos capturados ao inimigo e outros adquiridos aos Estados Unidos e à Inglaterra, criando-se assim a marinha chilena.

A 20 de Agosto de 1820, o exército expedicionário argentino e chileno partia do porto de Valparaíso, em direcção a Lima, no Perú, onde San Martín entraria triunfalmente em Julho de 1821, proclamando a independência, sendo designado Protector do Peru e chefe do governo.

A 26 de Julho de 1822, San Martín encontrava Simão Bolívar na cidade de Guayaquil actual Equador, reunindo-se assim os dois libertadores da América, o do Norte e o do Sul.

A 20 de Setembro, reunia-se em Lima o primeiro Congresso do Peru, renunciando San Martín ao cargo, partindo então para o Chile, de onde partiria meses depois para Mendoza.

A 10 de Fevereiro de 1824, o libertador da Argentina, Chile e Perú, desgostoso com as guerras civis que assolavam as Províncias Unidas do Rio da Prata, embarcaria para a Europa, acabando por se exilar na Bélgica e, posteriormente, em França, onde faleceria a 17 de Agosto de 1850, na cidade de Boulogne Sur Mer.

[2215]

18 Abril, 2005 at 6:23 pm 1 comentário

TUNAS UNIVERSITÁRIAS (XI)

A Azeituna – Tuna de Ciências da Universidade do Minho estreou-se oficialmente em Maio de 1992 nas “Monumentais Festas do Enterro da Gata”, começando então a animar a Academia minhota, nas cidades de Braga e Guimarães.

Logo alargaria a sua presença a Festivais de Tunas, em que obteve variados prémios, cruzando também fronteiras, começando pela EXPO 92, em Sevilha, onde representou Portugal, passando pela Irlanda, Itália (também representando Portugal na Festa Anual do Instituto das Universidades Europeias) e Brasil.

Em 1994, geminou-se com a Tuna Académica da Universidade Lusíada do Porto.

A comemoração da sua primeira década de existência foi celebrada com o lançamento do seu segundo trabalho discográfico “Se as capas falassem…”.

Promove, desde 1993, o CELTA – Certame Lusitano de Tunas Académicas, um dos mais importantes Festivais de Tunas em Portugal.

Do seu repertório fazem parte temas como: Noites de Ronda, Mozart, Antuninho, Palpitações Tunais, Canção Para o Estrangeiro, Feiticeira, Duas Guitarras, Canção do Beijinho, Adeus ó Braga, Lendas do Rio Douro, Tajabere, PoPoPo, Dlim Dlao e Aquarela Portuguesa.

[2214]

18 Abril, 2005 at 8:24 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Abril 2005
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • Everton marcou o golo n.º 5.900 do Benfica na I Liga / I Divisão 9 minutes ago
  • Agora o VAR já achou pertinente intervir. No lance na área do Marítimo não valia a pena... 40 minutes ago
  • RT @jorgeraa: Pizzi tem d ser titular e é capitão indiscutível. É um jogador perfeito? Não, longe disso, mas tem um histórico no clube q fa… 42 minutes ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.