Archive for 31 Março, 2004

"BLOGOSFERA REGIONAL" (XXV)

Termino hoje um breve “périplo” pela “blogosfera regional”; ao longo de 25 dias, apresentei referência a 100 “blogues”, associados, de uma forma ou outra, a motivos de índole regional.

Muitos outros “blogues” ficaram por referir, pelo que, caso seja entendido oportuno, aguardo sugestões de outras referências a indicar.

E, porque nem só no Continente, nem só em Portugal, há “blogues” que se enquadrem nesta temática, finalizo com “blogues” da Madeira e, a nível internacional, dos últimos dois territórios a obterem a sua independência de Portugal: Macau e Timor.

Farpas da Madeira
Madeira
Macau
Blogger de Timor.

P. S. “Descobri” entretanto mais um “blogue” de Lisboa: Lisboa!

[1147]

Anúncios

31 Março, 2004 at 7:51 pm

ELEIÇÕES NA GUINÉ

Como escreve o Paulo Gorjão, “As eleições na Guiné-Bissau não estão a correr bem”

Primeiro, foram os problemas “logísticos”, que atrasaram a abertura de algumas das secções de voto, obrigando ao alargamento do prazo de votação.

Já ontem, Jorge Neto, no Africanidades escrevia que “Na cidade de Bissau sabia-se ao final da tarde de Segunda-feira que determinado partido tinha já a vitória assegurada…”.

Para hoje referir que: “Um dos partidos concorrentes já ameaçou não aceitar os resultados das legislativas, caso o escrutínio não seja repetido em algumas mesas do Sector Autónomo de Bissau. Outros ameaçam seguir-lhe o exemplo.”

Entretanto, Francisco Fadul (PUSD) “reconheceu a derrota do PUSD nas eleições legislativas e felicitou o Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) que considerou o vencedor do escrutínio“.

Isto, apesar de os resultados não terem sido ainda divulgados, dado que: “A Comissão Nacional de Eleições já fez saber que a divulgação de resultados oficiais só deverá acontecer na próxima quinta-feira, devido a «problemas logísticos» na comunicação dos resultados a Bissau”.

Vamos esperar que o desfecho final deste processo possa contribuir para que a Guiné e os guineenses voltem a encontrar o caminho do progresso.

P. S. Parabéns aos “Desblogueadores” pelos 100 000 visitantes!

[1146]

31 Março, 2004 at 6:30 pm 1 comentário

REUNIFICAÇÃO DE CHIPRE

Termina hoje mais uma “data-limite” para um acordo que permita, finalmente, desbloquear o processo de reunificação de Chipre, há cerca de 30 anos dividido entre “cipriotas-gregos” e “cipriotas-turcos” (ver também as entradas “A Questão de Chipre” e “República Turca do Norte de Chipre“).

A nova versão do plano de reunificação, anteontem apresentada por Kofi Annan, encontra-se sujeita à aprovação não só dos representantes das duas facções cipriotas, mas, inclusivamente, dos primeiros-ministros da Grécia e da Turquia.

O objectivo é alcançar a reunificação da ilha até 1 de Maio, data de adesão de Chipre à União Europeia.

P. S. Até final da semana, no Tomar, conheça a vida de Fernando Lopes Graça, um ilustre tomarense.

[1145]

31 Março, 2004 at 1:51 pm 2 comentários

EURO 2004 (IV) – 1964

Resultados da II Edição do Campeonato da Europa (cuja fase final foi disputada em Espanha, em 1964):

1/16 Final
Bulgária – Portugal – 3-1 / 1-3 / 1-0 (jogo de desempate em Paris)
Dinamarca – Malta – 6-1 / 3-1
Irlanda – Islândia – 4-2 / 1-1
RDA – Checoslováquia – 2-1 / 1-1
Inglaterra – França – 1-1 / 2-5
Itália – Turquia – 6-0 / 1-0
Jugoslávia – Bélgica – 3-2 / 1-0
Noruega – Suécia – 0-2 / 1-1
Holanda – Suíça – 3-1 / 1-1
Polónia – I. Norte – 0-2 / 0-2
Espanha – Roménia – 6-0 / 1-3
Hungria – P. Gales – 3-1 / 1-1
Albânia – Grécia (vitória da Albânia, por recusa da Grécia em deslocar-se ao país)
URSS (Isento)
Áustria (Isento)
Luxemburgo (Isento)

[1144]

31 Março, 2004 at 12:39 pm

MONARQUIAS EUROPEIAS (III)

Carlos II, último rei Habsburgo espanhol, não dispondo de herdeiros, designou como sucessor o neto da sua irmã Maria Teresa de Áustria e do Rei de França Luís XIV, que viria, em 1700, a ser o primeiro Bourbon de Espanha, reinando sob o nome de Filipe V.

Ao longo de três séculos de reinado, várias vezes os Bourbon tiveram de ceder o comando do país: em 1808, Napoleão impôs o seu irmão José; em 1868, a revolta popular obrigaria a Rainha Isabel II a fugir para França; seria substituída por Amédée de Sabóia, que renunciaria também em 1873, altura em que o Parlamento proclamou a República; logo no ano seguinte, retomariam o trono, com Afonso XII; por fim, em 1931, com a proclamação da II República, seriam necessários mais 44 anos, até ao regresso à monarquia, com Juan Carlos, designado por Franco em 1969, na sequência de um acordo estabelecido com o seu pai, D. Juan (Conde de Barcelona).

Juan Carlos nasceu no exílio, em Roma, em 1938, tendo vivido na sua juventude em Portugal, no Estoril. Apenas seria permitida a sua entrada em Espanha em 1948.

Seria proclamado Rei em 1975, dois dias depois da morte de Franco. Como marca particular do seu reinado, fica a posição firme que manteve contra a tentativa de golpe de Estado de 23 de Fevereiro de 1981, que procurava reinstalar a doutrina fascista.

Juan Carlos casou em 1962 com a princesa Sofia da Grécia, filha do Rei Paulo I, a qual viveu também no exílio, durante a II Guerra Mundial, no Egipto e na África do Sul, tendo ainda estudado na Alemanha. Tiveram três filhos: as Infantas Helena e Cristina e o príncipe Filipe.

A monarquia espanhola é uma monarquia parlamentar. Nos termos constitucionais, a prioridade é dada ao filho (varão) mais velho.

Filipe, nascido a 1968, é portanto o herdeiro da coroa; recebeu uma formação militar, tendo estudado também direito e relações internacionais. Tem casamento marcado para 22 de Maio, com a antiga jornalista de televisão Letizia Ortiz.

[1143]

31 Março, 2004 at 8:33 am


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.