Archive for 26 Julho, 2003

O MEU PÉ DE LARANJA LIMA (VII)

“No começo o segredo existiu só porque eu tinha vergonha de ser visto no carro do homem que me dera umas palmadas. Depois persistiu porque sempre era bom existir um segredo. E o Português fazia todas as minhas vontades nesse aspecto. Tínhamos jurado, de morte, que ninguém deveria saber da nossa amizade.”

[95]

26 Julho, 2003 at 6:51 pm

METABLOGUE

A todos aqueles que partilham do mesmo fascínio que experimento perante este “admirável mundo novo”, não podia deixar de recomendar vivamente que visitem com assiduidade o Metablogue.

Um “blogue” que tem nomeadamente por objectivo a compilação de todos os textos relevantes sobre este fenómeno; uma parceria, beneficiando já de um importante “valor acrescentado”, proporcionado pelo “selo” de garantia de qualidade de reflexão do Socio(b)logue.

Fundamental!

[94]

26 Julho, 2003 at 12:20 pm

PABLO CASALS

Com início hoje (e até 13 de Agosto), decorre em Prades (Pirinéus Orientais), o “Festival Pablo Casals”, com obras-primas da música de câmara, de Bach a Bartok, passando por Vivaldi, Schubert e Fauré.

«Um génio e cidadão do mundo, que lutou durante toda sua vida pela paz e pela liberdade. E para muitos, o maior violoncelista de todos os tempos: Pablo Casals.»

Violoncelista, regente e compositor espanhol; foi casado com a violoncelista Guilhermina Suggia. Foi também um lutador apaixonado por valores como a liberdade e a igualdade. Questões políticas (nomeadamente a ditadura de Franco) levaram-no ao isolamento voluntário em Prades, um povoado nos Pirinéus, sede do Festival que hoje se inicia, onde viveu até aos 97 anos.

“Eu estou sempre renascendo. Cada nova manhã é o momento de recomeçar a vida. Há oitenta anos que eu começo o meu dia da mesma maneira – e isso não significa uma rotina mecânica, mas algo essencial para a minha felicidade. Eu acordo, vou para o piano, toco dois prelúdios e uma fuga de Bach. Essas músicas são uma bênção para a minha casa. Mas também é uma maneira de retomar o contacto com o mistério da vida, com o milagre de ser parte da raça humana. Faço isso há anos, mas a música que toco nunca é a mesma – ela sempre me ensina algo novo e inacreditável.”

Pablo Casals (1876-1973)

[93]

26 Julho, 2003 at 12:04 pm

HUMAN DEVELOPMENT INDEX (VI)

Relativamente a outro dos factores determinantes nesta classificação . .Gastos Públicos com Educação. / .Literacia.. destacam-se os seguintes indicadores, respectivamente, .Gastos Públicos com Educação (% do PIB); .Taxa de literacia de adultos.; .Taxa de literacia população entre 15 e 24 anos.; .Ratio de estudantes no ensino secundário.:

– Noruega: 6,8 / 100 / 100 / 95
– Islândia: n.d. / 100 / 100 / 83
– Suécia: 7,8 / 100 / 100 / 96
– Austrália: 4,7 / 100 / 100 / 90
– Holanda: 4,8 / 100 / 100 / 90
– Bélgica: 5,9 / 100 / 100 / n.d.
– EUA: 4,8 / 100 / 100 / 88
– Canadá: 5,5 / 100 / 100 / 98
– Japão: 3,5 / 100 / 100 / 100
– Suíça: 5,5 / 100 / 100 / 88
.
– Portugal: 5,8 / 92,5 / 99,8 / 85

Realce positivo para a recuperação que Portugal tem conseguido ao nível da taxa de literacia, que se espera esteja a caminho dos 100 %. A percentagem de estudantes no ensino secundário (incidindo sobre a totalidade da população em idade de frequentar esse grau de escolaridade) será um dos aspectos ainda a melhorar.

[92]

26 Julho, 2003 at 11:59 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.