QUAL O LUGAR DO "BLOGUE"?

5 Janeiro, 2004 at 6:50 pm 1 comentário

A propósito do tempo que nos toma e da forma como (está a) afecta(r) as nossas vidas, remeto para os textos recentemente editados pelo “Terras do Nunca” e pelo “Viva Espanha”.

Dizia o “Terras do Nunca“:

“O blogue até te tem dado gozo. Obriga a pensar, ordenar ideias, ou simplesmente mandar a boca e ficar à espera. Traquinas!

O blogue às vezes não dá gozo. Escreves sempre que queres? Só quando queres? Ou já deste contigo a escrever por obrigação? Escrever por encomenda?

E há os outros. Que são o teu Inferno, mas que te salvam. Porque lês todos os dias tipos que no fundo te irritam? Não te basta a vidinha?”

E, depois de um “compasso de espera”:

“O blogue entra assim na nossa vida. Assim.

No meu caso, o blogue veio roubar tempo onde ele já não existia.

Escrevi há dias um texto fruto de algum desencanto. Quem nunca teve?

Mas descubro que, com este ou outro ritmo, este ou outro registo, vou continuar. Até um dia, mas isso agora pouco importa. Quem guarda os nossos dias?

Nestes dias, recebi palavras de incentivo. E descubro que todas elas eram sinceras. Isso reconforta-me, não apenas pelo incentivo, mas por perceber que outros há procurando essa sinceridade”.

E reforça o “Viva Espanha“, questionando-se “Que lugar ocupa o blogue na minha vida pessoal?”:

“O tempo que os blogues ocupam é um tempo egoísta. É um tempo só nosso e que dificilmente se partilha. Pode-se recomendar a leitura de um post ou de um blogue como se recomenda um livro, mas ninguém lê livros em conjunto. Lê-se sozinho. Da mesma forma, também a escrita de um post é um acto muito íntimo. Paradoxalmente íntimo, é certo, porque se trata de um pedaço de nós que se partilha, mas que não se quer desnudado antes de ser dado por finalizado. É-me totalmente impossível escrever na iminência de que alguém assome por cima do meu ombro a perscrutar as palavras, as frases, as ideias.

No fim-de-semana que antecedeu o interregno, constatei que o blogue já ocupava muito mais tempo do que aquele que eu lhe tinha destinado inicialmente. Obviamente, roubava tempo a outras coisas e a outras pessoas. Uma situação destas não me agradava. Gosto muito deste meio. Gosto do meu blogue, mesmo com todas as limitações que lhe reconheço. Mas um dos meus ideais de vida é que entre uma pessoa e outra coisa qualquer, a pessoa vem primeiro.

A interactividade blogosférica é um pau de dois bicos. Se por um lado enriquece o espaço de intervenção, por outro vai exigindo cada vez mais tempo. Estar inserido num meio tão dinâmico, acompanhando os temas da actualidade, tem o que quê de gratificante. No entanto, facilmente evolui para uma situação desgastante e até desconfortável.

Sem estar a querer negligenciar os que visitam este espaço, que me merecem todo o respeito e gratidão, sempre assumi que o blogue deve agradar em primeiro lugar ao seu autor. Se assim não for, este espaço não tem sentido.”

Todos passa(re)mos por “esta fase”; da minha parte (como se pode constatar) não é o entusiasmo pelos “blogues” que diminui, mas sim o tempo que sinto a “contrair-se”; será necessário ser imaginativo para “fazer aumentar as horas do dia”…

(Texto também editado no “Bloga!?“).

[889]

Entry filed under: Pessoal.

2003 – "PEQUENO BALANÇO" (I) 2003 – "PEQUENO BALANÇO" (II)

1 Comentário

  • 1. morfeu  |  5 Janeiro, 2004 às 7:29 pm

    …até já pensei, na linha do Descartes e do Damásio,reflectir partindo da famosa afirmação:”Blogo logo existo” (…ou não, tendo em conta que estou recem-chegado…)
    morfeu


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

  • RT @Miguel_LPereira: Foi o mais talentoso futebolista português da sua geração. Personificou a bondade e humildade de um futebol a entrar n… 5 hours ago
  • RT @vasco_mendonca: Toda a gente precisa de ouvir este enorme tributo do Pedro Ribeiro ao ainda maior Fernando Chalana. Tudo dito. https://… 5 hours ago
  • RT @atadeia: Muita coisa já devia ter sido feita para acelerar processos, mas o problema da justiça não é exclusivo do futebol e seria irre… 5 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: