Archive for 6 Dezembro, 2003

2003 – ANO DOS "BLOGUES" (VII)

Em 20 de Março de 2003, Pacheco Pereira apresenta como tema na sua coluna no “Público” as discussões a propósito da guerra do Iraque, então “bem acesas” na “blogosfera” portuguesa.

A 25 de Abril, nasce o Gato Fedorento, “blogue” de humor, mantido por Ricardo Araújo Pereira, Zé Diogo Quintela, Miguel Góis e Tiago Dores (que integram a equipa das “Produções Fictícias”) – “um blog com opiniões, nenhuma das quais devidamente fundamentada”… na verdade, o grande “blogue” humorístico em Portugal (a par do “Blogue dos Marretas“).

[708]

6 Dezembro, 2003 at 6:06 pm 1 comentário

1º "POST" – CRUZES CANHOTO – 29.03.2003

“Olá! Bem-vindos ao mais jovenzinho blog português! Com efeito, preocupados com a abundância de fachoblogs de qualidade que pululam pelo ciberespaço (Coluna Infame, Marretas, Valete Fratres, etc.) em relação aos canhotoblogs de qualidade (Blog_de_Esquerda) motivou-nos a fazer aquele que é o princípio da esquerda: estar do lado dos mais fracos, dos oprimidos e de quem achamos que tem razão.

Como a política é um assunto de interesse um tanto limitado, vamos também versar sobre cultura, especialmente as culturas mais marginalizadas como teatro, cinema alternativo e de animação, banda desenhada, alguma literatura que nos interesse (pelos bons e pelos maus motivos) e sexo (e quem achar que o sexo não é cultural faça-nos o favor de bater cem vezes com a cabeça numa barra de ferro ou ir para ali!)

Por enquanto este blog é sustentado por duas letrinhas apenas (o J e o N), mas contamos com a vossa colaboração pelo cruzescanhoto@mail.pt. Até breve!.

[707]

6 Dezembro, 2003 at 6:03 pm

O LIVRO DAS ILUSÕES (VI)

.Até então, considerara Frieda e Hector como parceiros iguais naquela aventura. Alma falara bastante do casal e nem por uma vez me ocorrera que as suas motivações pudessem ser diferentes, que os seus pensamentos não estivessem em perfeita sintonia. Em 1939, Frieda e Hector haviam feito um pacto tendo em vista a produção de filmes que nunca seriam mostrados ao público; ambos tinham subscrito o princípio de que todas a obras que realizassem juntos seriam destruídas. Tais eram as condições do regresso de Hector ao cinema. Era uma interdição brutal e, no entanto, só o sacrifício da única coisa que teria dado sentido ao trabalho . o prazer de o partilhar com os outros . permitiria a Hector justificar a decisão de realizar essa obra. Os filmes seriam portanto uma forma de penitência, o reconhecimento de que o seu papel no homicídio acidental de Brigid O.Fallon era um pecado sem remissão possível. Eu sou um homem ridículo. Deus pregou-me muitas partidas. A uma forma de punição sucedia-se outra, e, na lógica intrincada e autotorturante da sua decisão, Hector continuara a pagar as suas dívidas a um Deus em que se recusava a acreditar. A bala que lhe dilacerara o peito no banco de Sandusky tornara possível o casamento com Frieda. A morte do filho tornara possível o seu regresso ao cinema. Contudo, nenhuma dessas cruzes absolvera Hector da sua responsabilidade pelo que sucedera na noite de 14 de Janeiro de 1929. Nem o sofrimento físico causado pela arma de Knox, nem o sofrimento mental provocado pela morte de Taddy haviam sido terríveis o bastante para o libertarem. Fazer filmes, sim. Gastar cada partícula do seu talento e energia na realização desses filmes. Fazê-los como se a sua vida dependesse disso, e, depois, no fim dessa vida, assegurar-se de que eles são destruídos. É-lhe interdito deixar atrás de si o menor traço da sua obra, da sua pessoa..

[706]

6 Dezembro, 2003 at 12:18 pm

UNIÃO EUROPEIA – 1982

Em 23 de Fevereiro, num referendo consultivo, a Gronelândia, que se tinha tornado membro da Comunidade Europeia enquanto parte da Dinamarca, opta pela retirada da Comunidade.

Em Dezembro, na Reunião do Conselho Europeu em Copenhaga, são definidos alguns objectivos prioritários nos domínios económico e social, sendo reafirmado o compromisso político em prol do alargamento.

[705]

6 Dezembro, 2003 at 10:27 am

1982 – FÁTIMA

“João Paulo II preside às cerimónias de Fátima, onde é preso o padre espanhol Joan Fernandez Krohn, quando preparava um atentado contra o Papa. Este voltará a Portugal em 1991”.

[704]

6 Dezembro, 2003 at 10:24 am

1982 – REVISÃO CONSTITUCIONAL

“Com a extinção do Conselho da Revolução, é aprovado novo texto constitucional, que retira poderes ao Presidente da República e consagra a subordinação do poder militar ao poder civil”.

[703]

6 Dezembro, 2003 at 10:23 am

1982 – GUERRA DAS MALVINAS

“A Argentina reclama a soberania das Malvinas (Falkland) e invade o arquipélago. Londres rompe relações diplomáticas com Buenos Aires e envia uma esquadra de navios de guerra. Do confronto, em que morrem 712 argentinos e 255 britânicos, sai vitorioso o Reino Unido”.

[702]

6 Dezembro, 2003 at 10:22 am 1 comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @joaovale: 120M€ (mesmo descontando a taxa Mendes) depois das vendas já realizadas e de ganhar 5 dos últimos 6 campeonatos era coisa par… 12 hours ago
  • RT @MarinoPeixoto: Portuguese players’ transfer fees to English teams in the last two years: Rúben Neves: £16M Diogo Jota: £12M João Mouti… 22 hours ago
  • RT @sergiolavos: O Observador não existe para ter lucro, mas sim para fazer propaganda à agenda política dos grupos financeiros que o suste… 1 day ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.