HERDEIROS (III)

19 Maio, 2004 at 7:40 pm

No que à música respeita, os exemplos que aqui recordo são: Julio Iglesias e os filhos Enrique e Julio; Paul McCartney e a filha Stella McCartney; Elis Regina e Maria Rita; e Ravi Shankar e Norah Jones.

Enrique e Julio Iglesias Jr. não terão tido também facilidades em se “libertar” da presença “tutelar” do pai (principalmente o segundo, com um estilo de música similar). E, no entanto, Enrique e o pai “competem” hoje, chegando a “defrontar-se” em tournées simultâneas, tornados “rivais à força” pelos seus agentes promotores de espectáculos, em Espanha e na comunidade hispânica de Miami. Isto, claro, sem esquecer os respectivos “públicos-alvo”, um pouco à imagem das respectivas idades. Julio Jr., com uma carreira mais “oscilante” não terá conseguido ainda impor-se definitivamente pelo que realmente é, sem o estigma de assinar com o mesmo nome do pai.

No caso da filha de Paul McCartney, Stella McCartney, uma forma de “tornear” as dificuldades em “saír da sombra do pai”, poderá ter sido a opção por uma carreira noutra área. Aos 31 anos, Stella impôs o seu nome no mundo da moda, sendo hoje uma famosa estilista, com uma marca reconhecida.

Maria Rita nunca quis cantar uma música de Elis. Talvez porque a voz da filha seja a voz da mãe; a genética a ditar as suas leis… (Maria Rita é também filha do pianista César Camargo Mariano). Mas, inegavelmente, o talento de Maria Rita pertence-lhe por inteiro; apesar de, com 26 anos, estar ainda na fase de lançamento da carreira (um único disco editado), não será difícil augurar-lhe “altos voos”. Até porque Elis é um “mito”, sempre presente na sua “ausência” (desde os 4 anos da filha), o que pode de alguma forma facilitar o percurso próprio e autónomo de Maria Rita.

Também Norah Jones poderá de alguma forma beneficiar de, tendo o pai Ravi Shankar no mundo da música (aos 83 anos, um dos maiores “músicos” dos tempos modernos), “não competir directamente com ele”, afirmando-se na sua “independência”, por via dos 5 Grammy Awards que conquistou já, numa evolução para o mundo do jazz, à margem da herança da música clássica indiana. Na cena musical, encontra-se igualmente a irmã Anoushka Shankar, partilhando mais estreitamente o palco com o pai.

[1325]

Entry filed under: Tema livre.

EURO 2004 – “OS 23” EURO 2004 (XXXVIII) – 1992


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: