Archive for 14 Março, 2006

MUNDIAL 2006 (LXXXIV) – 1986

Grupo 1

Bélgica – Albânia – 3-1 / 0-2
Polónia – Grécia – 3-1 / 4-1
Polónia – Albânia – 2-2 / 1-0
Grécia – Bélgica – 0-0 / 0-2
Grécia – Albânia – 2-0 / 1-1
Bélgica – Polónia – 2-0 / 0-0

1º Polónia, 8; 2º Bélgica, 8; 3º Albânia, 4; 4º Grécia, 4

Grupo 2

Suécia – Malta – 4-0 / 2-1
Suécia – Portugal – 0-1 / 3-1
Portugal – Checoslováquia – 2-1 / 0-1
RFA – Suécia – 2-0 / 2-2
Checoslováquia – Malta – 4-0 / 0-0
Malta – RFA – 2-3 / 0-6
Malta – Portugal – 1-3 / 2-3
Portugal – RFA – 1-2 / 1-0
Checoslováquia – RFA – 1-5 / 2-2
Suécia – Checoslováquia – 2-0 / 1-2

1º RFA, 12; 2º Portugal, 10; 3º Suécia, 9; 4º Checoslováquia, 8; 5º Malta, 1

Grupo 3

Finlândia – I. Norte – 1-0 / 1-2
I. Norte – Roménia – 3-2 / 1-0
Inglaterra – Finlândia – 5-0 / 1-1
Turquia – Finlândia – 1-2 / 0-1
Turquia – Inglaterra – 0-8 / 0-5
I. Norte – Inglaterra – 0-1 / 0-0
Roménia – Turquia – 3-0 / 3-1
I. Norte – Turquia – 2-0 / 0-0
Roménia – Inglaterra – 0-0 / 1-1
Finlândia – Roménia – 1-1 / 0-2

1º Inglaterra, 12; 2º I. Norte, 10; 3º Roménia, 9; 4º Finlândia, 8; 5º Turquia, 1

14 Março, 2006 at 6:13 pm Deixe um comentário

VIAGENS NA MINHA TERRA – ALMEIDA GARRET – A LENDA DE SANTA IRIA (II)

“Mas como o demo, em chegando a entrar num corpo humano, parece que não sai dele senão para se ir meter noutro, tão depressa o inimigo deixou ao pobre Britaldo, como logo se foi encaixar em não menor personagem do que o monge Remígio, que era o mestre e director da bela Iria.

Arde o frade em concupiscência, e não obtendo nada com rogos e lamentos, jurou vingar-se.

Disfarçou, porém, fingiu-se emendado, e deu-lhe, quando ela menos cuidava, uma bebida de sua diabólica preparação, que apenas a santa a havia tomado, lhe apareceram logo e continuaram a crescer todos os sinais da mais aparente maternidade.

Corre a fama do suposto estado da donzela, chovem as injúrias e os insultos dos que mais a tinham respeitado até então.

E Britaldo, que se julga escarnecido pela hipocrisia daquela mulher artificiosa, em vez de a esquecer com desprezo – sente reviver-lhe, se não tão pura, muito mais ardente, toda a antiga paixão.

Tão misterioso é o coração do homem! – tão vil! dirão os ascéticos – tão inexplicável! direi eu com os mais tolerantes.

Novas tentativas, promessas, ameaças do furioso amante… A santa resiste a tudo, forte na sua virtude.”

14 Março, 2006 at 8:40 am 1 comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Março 2006
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.