Archive for 6 Maio, 2005

EQUADOR

EquadorEstado independente do Noroeste da América do Sul, com a área de 270 667 km2 e aproximadamente 13 000 000 habitantes. O Equador estende-se ao longo do Oceano Pacífico. Confina a sul e a este com o Peru, a norte com a Colômbia e a oeste com o Oceano Pacífico. A capital é Quito. A língua oficial é o espanhol e a unidade monetária é o sucre.

[…] Os territórios que formam hoje o Equador pertenceram primitivamente às tribos índias Caribes, Mayoides e Quíchuas. Os Caras, ou Quitus, submeteram esses povos e foram depois conquistados pelos Incas (nos fins do século XV). Os conquistadores espanhóis chegaram durante o reinado de Atahualpa (1532), mas só cerca de 1534, Sebastião Benalcázar iniciou a conquista do território. O domínio espanhol perduraria por três séculos.

[…] No fim do século XVIII e começo do século seguinte, as províncias espanholas da América foram agitadas pelo desejo de independência. Quito constituiu o primeiro governo autónomo da América (1809). Lá se reuniu, em 1811, o I Congresso dos Povos Livres, que declarou a total independência do Equador. Porém, a luta pela independência durou anos, associada ao movimento geral de insurreição capitaneado por Simão Bolívar, tendo sido um dos seus generais, A. José de Sucre, o vencedor da batalha decisiva, em Pichincha. Reconhecida a independência pela Espanha, o Estado de Quito foi integrado, com a Venezuela e a Colômbia, na Grande Colômbia. Esta desmembrou-se em 1830, formando-se três Estados soberanos, e só então surgiu o nome de Equador em vez do de Quito.

[…] Em 1859, o país quase soçobrava no caos, quando se impôs a figura controversa de Gabriel Garcia Moreno. Tomou em suas mãos um país caótico e encaminhou-o para a senda do progresso, tendo sido assassinado em 1875. O século XX iniciou-se com uma sucessão de governos autoritários. As dificuldades económicas e os problemas sociais levaram a uma crónica intervenção militar no processo político. Em 1941, o Peru invadiu o Equador e apoderou-se de uma parte do seu território amazónico.

[…] Ao longo da década de 70, a economia do Equador renasceu com os lucros do petróleo, embora sujeito às flutuações do seu preço, à altíssima taxa de inflação e a diversas catástrofes nacionais, como o dilúvio de 1983 e o sismo de 1987.

[…] Em 1995 o país retomou o velho conflito com o Peru relativo a 340 km2 de floresta supostamente rica em ouro, pacificado com a assinatura do acordo de paz de Itamarati. Em 2000, um golpe de Estado depôs o presidente Jamil Mahuadu Witt e o vice-presidente Noboa Bejarano assumiu o poder. Gutiérrez Bordua é o presidente do Equador desde 2003.

“A Enciclopédia”, edição Editorial Verbo, SA / Público, 2004

[2258]

Anúncios

6 Maio, 2005 at 6:24 pm

PAUL AUSTER – OBRAS (IV)

A finalizar a referência aos textos aqui editados sobre Paul Auster:

A Noite do Oráculo (apresentação pelo editor)
A Noite do Oráculo (I) (comentário)
A Noite do Oráculo (II) (comentário)
A Noite do Oráculo (III) (comentário)
A Noite do Oráculo (IV) (comentário)

[2257]

6 Maio, 2005 at 12:32 pm

2 ANOS "ABRUPTOS"

As “comemorações” tiveram já início ontem… (E é “obrigatório” ver essas “entradas” comemorativas iniciais!).

Dois anos e mais de um milhão e meio de visitantes (!) depois, Pacheco Pereira continua a construir, diariamente, um pequeno jornal cultural, com incursões pela política.

Parabéns a José Pacheco Pereira pelo 2º aniversário do Abrupto, também pelo seu contributo na afirmação da blogosfera (que – sem o seu decisivo impulso no “Verão quente” de 2003, particularmente pela projecção mediática que lhe proporcionou – inevitavelmente existiria, mas, necessariamente, não seria “a mesma”).

P. S. Um outro “retrato” destes dois anos “abruptos” da blogosfera: “25 momentos na história da blogosfera“.

P. P. S. – O Diário de Notícias assinala também o aniversário do Abrupto, com o texto: “Dois anos de comentários abruptos na blogosfera“.

[2256]

6 Maio, 2005 at 8:10 am


Autor – Contacto

Destaques

Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Maio 2005
S T Q Q S S D
« Abr   Jun »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @2010MisterChip: Los equipos ingleses en la Champions League 2017-18: 10 victorias 3 empates 0 derrotas 40 goles a favor 8 goles en cont… 1 hour ago
  • RT @fcancio: melhor intervencao d marcelo desde q foi eleito e das melhores d um pr d q m lembro. tirando o inicio q m pareceu um pouco for… 2 hours ago
  • RT @Vega9000: Este discurso do Marcelo foi de antologia. Que carga de porrada monumental. 2 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.