Archive for 14 Outubro, 2004

ESTADOS UNIDOS – NASCIMENTO DE UMA NAÇÃO (I)

Mapa 13 Colónias Estabelecidas no século XVII, as 13 colónias inglesas na Costa Leste do território norte-americano registavam, no final do século seguinte, cerca de 2 milhões de colonizadores britânicos, apresentando sistemas de colonização com distintas características específicas.

[1781]

14 Outubro, 2004 at 6:20 pm

LUÍS MIGUEL CINTRA

Gostava hoje de prestar uma pequena “homenagem” a uma das figuras maiores da cultura portuguesa: o actor e encenador Luís Miguel Cintra.

Nascido em Madrid em 1949, iniciou a sua carreira no teatro em 1968, no Grupo de Teatro da Faculdade de Letras de Lisboa.

Em 1973, fundou, com Jorge Silva Melo, o Teatro da Cornucópia, de que foi o primeiro responsável ao longo de vários anos.

Projectou o nome do Portugal através da participação em Festivais Internacionais de Teatro (em Veneza, Avignon, Paris, Bruxelas e Udine) e também com as suas actuações em cinema, interpretando filmes de João César Monteiro, Paulo Rocha, Luís Filipe Rocha, Manoel de Oliveira, Maria de Medeiros, Teresa Vilaverde, João Botelho, Pablo Llorca, Jorge Cramez e John Malkovich, entre muitos outros.

Estendeu a sua carreira à ópera, tendo encenado produções no Teatro Nacional de São Carlos; realizou também recitais de poesia, tendo gravado a leitura integral de «Viagens na Minha Terra», de Almeida Garrett e «Amor de Perdição», de Camilo Castelo Branco, assim como poemas de Fernando Pessoa, Sophia de Mello Breyner, Ruy Belo, Camões, Antero de Quental e um sermão do Padre António Vieira.

[1780]

14 Outubro, 2004 at 1:32 pm 1 comentário

"O CÓDIGO DA VINCI" (IV)

…Uma ideia de base que “não agrada” à Igreja: a da ocultação, ao longo de dois milénios (!), de um “terrível segredo”, da relação de Jesus com Maria Madalena, numa mistura do “sagrado com o profano”.

A ênfase colocada na questão do género, com prevalência do feminino, com a representação alegórica da fertilidade por via do cálice, também com as curiosidades de uma visão sob um diferente prisma de “A Última Ceia”, de Leonardo da Vinci: a “descoberta” de que cada um dos “convidados para a última ceia” tinha o seu próprio copo, não constando portanto qualquer cálice ou a lendária taça do Graal e, sobretudo, a observação das características femininas da figura retratada à direita de Jesus Cristo.

As “curiosidades matemáticas” da sequência de Fibonacci (com um papel decisivo na decifração das mensagens codificadas de Jacques Saunière) – sequência em que cada número resulta da soma dos dois números que o precedem -, da qual decorre também a “Proporção dourada”, exemplarmente retratada por Leonardo da Vinci em “O Homem de Vitrúvio”.

A “Proporção Dourada” ou “Proporção Divina” (correspondendo aproximadamente ao quociente entre dois números consecutivos da sequência Fibonacci: 5/3; 8/5; 13/8; 21/13; 34/21; …) é na verdade um número irracional, equivalente a 1,618033989, sendo observada em múltiplos fenómenos da natureza, em que o comprimento é de cerca de 1,618 vezes a largura: por exemplo, em várias partes da figura humana; nas dimensões de “câmaras sagradas” nas Pirâmides do Egipto; em écrans de televisão; postais; cartões de crédito; fotografias, … (dando forma ao “Rectângulo Dourado”, em que os lados respeitam aquela proporção “magica”).

Há 1 ano no Memória Virtual – Memória Virtual

[1779]

14 Outubro, 2004 at 8:25 am 2 comentários


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2004
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.