“RECORDAR É VIVER” (V)

13 Maio, 2004 at 8:40 am 5 comentários

Mas – e particularmente em Portugal – havia um jovem belga que “destroçava corações”, com um sucesso tão inesperado quanto estrondoso, com concertos de Estádio, com mais de 30 000 espectadores, em 1977.

Entre 1972 e 1978, Art Sullivan venderia mais de 10 milhões de discos, com grandes êxitos como: “Petite fille aux yeux bleus”, “Adieu Sois Heureuse”, Une Larme d’Amour”, “Un Ocean de Caresses”, “Jenny Lady”, “Donne Donne Moi” e, o maior de todos, “Petite Demoiselle”…

Art Sullivan ver-se-ia mesmo obrigado a “aprender português”, editando músicas nesta língua, especialmente para o nosso mercado.

Um fenómeno, um cometa, que, de tempos a tempos, regressa para satisfação dos seus saudosistas admiradores; a compilação “36 Canções” seria disco de Platina, em 2000!

Na mesma época, havia também um espanhol que suscitava muitos “suspiros”: Camillo Sesto, com Quieres Ser Mi Amante… tal como Jean-François Maurice, com os “28º Graus à Sombra“…

[1304]

Entry filed under: Tema livre.

EURO 2004 (XXXIII) – 1988 “RECORDAR É VIVER” (VI)

5 comentários

  • 1. Marco Oliveira  |  13 Maio, 2004 às 9:53 am

    Art Sullivan???
    Passados quase 30 anos há quem se lembre dele?
    Fantástico!
    Eu gostava de dizer mal do homem só para provocar as minhas irmãs…
    🙂

  • 2. Leonel Vicente  |  13 Maio, 2004 às 10:08 am

    Algumas destas memórias são muito ténues (são mais “reminiscências”, porque eu era um “miúdo” na altura – mas, como me interessava muito pela leitura e pela música (quer dizer, quase tanto como pelo futebol… na altura, não havia jogos na televisão, então o “consumo” de rádio era muito maior), algumas perduram mais ou menos vagamente.
    E achei engraçada esta brincadeira de ir buscá-las ao “baú”… E ainda não acabaram!
    Talvez para a semana, lembre outras coisas que, aí sim, já fizeram mais parte das minhas referências musicais, em particular nos anos 80.

  • 3. Jazzy  |  13 Maio, 2004 às 10:42 am

    Eu atrevo-me a juntar outro espanhol que também fez algum furor por cá: Juan Pardo.

  • 4. vertigem  |  13 Maio, 2004 às 4:30 pm

    Art Sullivan!!!!! Petite Demoiselle!!! Que coisa extraordinária, há 30 anos que não me lembrava disso! Pois é, confesso que gostava daquilo…:)

  • 5. Henrique Silvino Perestrelo  |  10 Outubro, 2004 às 3:34 pm

    Ah eu ainda lembro-me desse rapaz! Cantava muito bem”! eu adorava o petite demoiselle, o jenny lady
    e o donne donne moi!Tenhu saudades dos tempos dos discos de vinil! era musika a serio! os bons velhos tempos! kem me dera voltar a vive-los! eu ainda me lembro kuando levava a minha namorada a diskoteka e ouviamos art sullivan…em nome do nosso amor!!


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

  • RT @Miguel_LPereira: Foi o mais talentoso futebolista português da sua geração. Personificou a bondade e humildade de um futebol a entrar n… 4 hours ago
  • RT @vasco_mendonca: Toda a gente precisa de ouvir este enorme tributo do Pedro Ribeiro ao ainda maior Fernando Chalana. Tudo dito. https://… 4 hours ago
  • RT @atadeia: Muita coisa já devia ter sido feita para acelerar processos, mas o problema da justiça não é exclusivo do futebol e seria irre… 5 hours ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: