O Pulsar do Campeonato – 10ª Jornada

28 Novembro, 2021 at 11:00 am Deixe um comentário

(“O Templário”, 25.11.2021)

Qual montanha-russa de emoções, a 95.ª edição do maior clássico do futebol distrital, entre União de Tomar e Torres Novas, entra para a história: pela primeira vez – em praticamente 2.300 jogos oficiais disputados até à data – o centenário União ganhou um desafio por 5-4!

Mas, muito para além da “frieza dos números” e da estrita competição, esta ronda fica também assinalada por novo gesto de grande nobreza, por parte de Rafael Faustino: o antigo jogador unionista tinha já, há cerca de dois anos e meio, em Amiais de Baixo, saído de campo para, numa emergência, socorrer uma adepta do clube adversário; no passado Domingo, agora em representação do Ferreira do Zêzere, voltou a destacar-se, recebendo novo “cartão branco”, pela exemplar acção, prestando rápido auxílio, após aparatosa queda de jogador da Glória do Ribatejo.

Destaques – O primeiro realce da jornada, em termos de resultados, vai, pois, para o U. Tomar-Torres Novas, um clássico entusiasmante, traduzindo-se numa festa do futebol, com sucessivas reviravoltas no marcador, com os torrejanos a oferecer muito boa réplica, perante um adversário de superiores argumentos, discutindo o desfecho deste encontro quase até ao seu final.

Os tomarenses entraram em campo “a todo o gás”, criando, desde logo, algumas situações de perigo, acabando por vir a inaugurar o marcador à passagem dos vinte minutos. Mas, de pronto, o Torres Novas ripostaria, repondo o empate, na conversão de uma grande penalidade. E não demoraria muito mais até que, num lance de transição rápida, os visitantes surpreendessem ainda mais, colocando-se em vantagem. Sendo, desta feita, os nabantinos a ter imediata reacção, chegando-se ao intervalo com a igualdade a duas bolas.

Na segunda parte a toada não se alteraria, com o União sempre mais afoito, a desperdiçar algumas ocasiões de golo, em contraponto a um muito eficaz Torres Novas, a recolocar-se em vantagem. Não se deixando afectar pela contrariedade, os locais, dando prova de grande personalidade, iriam desde o 2-3 até ao 5-3, materializando assim a superioridade evidenciada dentro de campo. Nos derradeiros segundos do período de compensação, os torrejanos reduziram ainda para a diferença tangencial, um prémio para a forma aguerrida como se apresentaram, mesmo que tal não se tenha traduzido em pontos, mas que não deixará de ter implicações positivas a nível motivacional.

No final do desafio, o União prestou singela homenagem ao seu jogador Luís Alves, que, por motivo de saúde, se viu forçado, de forma prematura, a interromper a sua carreira de futebolista.

Em destaque esteve também o Abrantes e Benfica, que arrancou um importante triunfo, mercê de um solitário golo, nas Fazendas de Almeirim, ante um candidato que se começa a atrasar bastante. O Fazendense dominou durante a maior parte do tempo, empurrou o adversário para a sua zona defensiva, mas – ao contrário do que tem feito amiúde (é ainda a equipa mais concretizadora da prova, agora a par do U. Tomar e do Rio Maior) – foi, desta vez, incapaz de chegar ao golo.

Outro candidato igualmente já bastante afastado da liderança (empatado em pontos com o Fazendense, ambos a onze pontos do U. Tomar) é o Cartaxo, derrotado em Alcanena, por um conjunto jovem, com elementos de qualidade, que, gradualmente, vai procurando “levar a água ao seu moinho” (tendo ascendido, com os doze pontos que soma agora, ao 10.º posto).

É também de assinalar o primeiro triunfo da formação da Glória do Ribatejo, impondo-se por categórica marca de 3-0, na recepção ao Ferreira do Zêzere, um desfecho a suscitar fortes interrogações sobre a possibilidade de os ferreirenses conseguirem vir a alcançar a manutenção.

Surpresa – Depois de dois jogos com pesados desaires sofridos, o Salvaterrense voltou a “surpreender” pela positiva, indo empatar a Ourém, ante o At. Ouriense, a uma bola. O grupo de Salvaterra integra, cumprido o primeiro terço do campeonato, o quarteto que reparte a 6.ª posição.

Confirmações – Reforçando o seu estatuto, como um dos mais sérios candidatos, o Mação venceu, ainda que por margem tangencial (2-1), o Benavente, dando um salto na tabela, subindo do 8.º ao 4.º lugar – que poderá vir a ser 3.º (a seis pontos do guia) caso vença o jogo em atraso.

Prosseguindo a sua intrépida perseguição ao comandante – há seis jornadas que regista resultados análogos aos dos tomarenses – o Rio Maior recebeu e goleou (5-1) o U. Almeirim, em mais uma cabal demonstração do seu poderio. Para além da forte capacidade concretizadora (24 golos marcados), notabiliza-se, igualmente, pela robustez da sua defesa, a qual consentiu apenas quatro tentos nos dez jogos realizados, prolongando o seu já notável ciclo de invencibilidade.

O empate (1-1) registado no Samora Correia-Amiense afigura-se bastante lógico, tendo presente a campanha que os dois clubes vêm realizando: os samorenses continuam a partilhar o 11.º lugar com o At. Ouriense, enquanto o Amiense resiste num excelente 4.º posto, a par do Mação.

II Divisão Distrital – Dois dos anteriores líderes – que contam com o pleno de vitórias nos cinco jogos disputados –, Forense e Moçarriense, folgaram na 6.ª jornada.

Tal possibilitou ao Águias de Alpiarça, vencedor por 4-1 ante o Benfica do Ribatejo, alcandorar-se ao 1.º lugar da série A, com um ponto mais que a turma de Foros de Salvaterra. Por seu lado, também o Espinheirense (goleando, por 5-0, a equipa da Ortiga), igualou o Moçarriense na liderança da série C, contando igualmente por triunfos os (cinco) jogos realizados.

Na série B o Entroncamento (ganhando por 3-0 nas Caxarias) consolidou a sua posição de guia, beneficiando do desaire (com imprevista expressão, 5-1), do Vasco da Gama na Atalaia. Em evidência esteve também o Fátima, a impor uma pesada derrota (7-0) à equipa “B” do U. Tomar.

Antevisão – A 11.ª ronda da I Divisão Distrital promete, com vários encontros a suscitar grande expectativa, perante a incerteza do respectivo desfecho: o “jogo-grande” será o Cartaxo-Rio Maior, de crucial importância para os cartaxeiros; mas o U. Tomar não esperará também facilidades na deslocação a Salvaterra de Magos – os dois primeiros classificados procurarão estabelecer novo “record” de vitórias consecutivas neste campeonato, até agora fixado em três triunfos sucessivos (séries que, quer tomarenses, quer riomaiorense, registaram já por duas vezes).

Também de cariz determinante, neste caso para o Fazendense, será a visita ao sempre difícil reduto de Amiais de Baixo. Assim como é de especial interesse a saída do Mação até à Glória do Ribatejo, onde encontrará uma revitalizada equipa em termos anímicos. Por fim, como “cereja” no topo do bolo, teremos ainda o “derby” Benavente-Samora Correia.

O escalão secundário terá uma pausa no fim-de-semana, aguardando pela eliminatória da Taça do Ribatejo, agendada para 1 de Dezembro. Na Liga 3, o “lanterna vermelha”, U. Santarém, visita o líder, U. Leiria. Por seu lado, no Campeonato de Portugal, o Coruchense recebe o Sacavenense.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 25 de Novembro de 2021)

Entry filed under: Tomar.

Palmeiras Bi-Campeão da “Copa Libertadores” COVID-19 – Evolução no mês de Novembro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Novembro 2021
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: