Archive for 3 Outubro, 2005

O "PÉSSIMO ARRANQUE" DO BENFICA (II)

                                      2005-06    2004-05
Superliga
1ª Jor. - Académica - Benfica            0-0        0-1
2ª Jor. - Benfica - Gil Vicente          0-2        2-0
3ª Jor. - Sporting - Benfica             2-1        2-1
4ª Jor. - Benfica - U. Leiria            4-0        1-1
5ª Jor. - Penafiel - Benfica             1-3        1-0
6ª Jor. - Benfica - Guimarães            2-1        2-1
                         3V 1E 2D, 10-6, 10p. 3V 1E 2D, 7-5, 10p.
Classificação final:                     ???         

No final da 3ª Jornada do Campeonato (a 31 do final!) – tinha o Benfica 1 ponto, contra 9 do FC Porto e Sporting (8 pontos de atraso…) -, um jornalista desportivo (supostamente conhecedor do fenómeno do futebol) questionava o treinador do Benfica: “Ainda acredita que o Benfica pode ser Campeão?”. Apenas 3 jornadas depois (a 28 do final!), o Benfica coloca-se a 2 pontos do Sporting e a 4 pontos do FC Porto…

3 Outubro, 2005 at 10:25 pm 1 comentário

ÍCONES DO SÉCULO (LX) – 1990 – MICHELLE PFEIFFER

3 Outubro, 2005 at 7:26 pm Deixe um comentário

MUNDIAL 2006 (VII) – 1934

Itália - 1934Com a chegada do Mundial à Europa, o número de inscritos elevar-se-ia a 32 (21 selecções europeias, entre as quais Portugal, que teria uma infeliz estreia; 4 da América do Sul; 4 da América do Norte e Central; e 3 da Ásia/África), apesar de apenas 27 terem efectivamente participado nos jogos de qualificação para apuramento das 16 selecções finalistas, pela primeira vez disputados.

Na fase de eliminatórias, destaque para os embates entre EUA e México (vitória dos norte-americanos); Jugoslávia e Roménia (com os romenos a garantir o apuramento); e um encontro que se tornaria um clássico, entre os rivais Holanda e Bélgica (tendo ambos alcançado a qualificação).

Os outrora “irmãos” Áustria e Hungria, integrando o mesmo grupo de qualificação, conseguiriam também ambos o apuramento, mesmo sem se defrontarem, na sequência de vitórias sobre a Bulgária.

Como curiosidade, referência para a participação nos jogos de qualificação do “Estado Livre da Irlanda” (que apenas se tornaria oficialmente em R. Irlanda no final de 1937) e de uma equipa judia da “Palestina” (antecessora de Israel).

Apenas seis países repetiriam a presença, depois da estreia em 1930: Argentina, Brasil, França, Bélgica, Roménia e EUA.

O Campeão do Mundo, Uruguai, renunciaria à viagem ao continente europeu, tal como o Chile e Peru, o que atribuiria automaticamente a qualificação à Argentina e Brasil, sem terem que disputar qualquer partida.

3 Outubro, 2005 at 6:04 pm Deixe um comentário

FÓRMULA 1 NO ESTORIL (I)

Renault F1 - 2005

3 Outubro, 2005 at 3:09 pm Deixe um comentário

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS (XII) – CASTELO BRANCO

Castelo BrancoNas eleições de 2001, o Distrito repartiu-se equitativamente entre o PPD/PSD e o PS, ambos com 5 vitórias (com o PS a vencer de forma expressiva na capital do Distrito, com mais de 70 % dos votos, apenas não alcançando a maioria absoluta na Sertã).

No concelho que permitiria eventualmente “desempatar” (Penamacor), a vitória foi para uma lista de Independentes (tendo o PPD/PSD abdicado de concorrer neste concelho).

Os concelhos mais disputados foram os de Idanha-a-Nova (vitória do PS por 8 (!) votos)… e a Sertã, o concelho mais equilibrado de todo o país, com o PS a vencer com 3 279 votos, seguido de uma lista de Independentes com 3 273 votos e do PPD/PSD com 3 249 votos (cerca de 30 % para cada um dos três primeiros no concelho!).

(mapa via http://portugal.veraki.pt/)

                   PS   PPD/PSD  PSD-CDS  PCP-PEV  CDS/PP  BE  INDEP.
Belmonte          49,5    38,3       -      5,7     2,3     -     -
Castelo Branco    70,7      -      21,4     2,9      -     1,3    -
Covilhã           18,9    66,0       -      8,6     2,6     -     -
Fundão            28,4    55,2       -      4,5      -      -    6,5
Idanha a Nova     45,8    45,7       -      1,6     1,6     -     -
Oleiros           25,8    64,6       -      0,7     5,3     -     -
Penamacor         33,6      -        -      1,1    13,9     -   46,0
Proença a Nova    28,3    50,5       -      1,7    14,9     -     -
Sertã             29,9    29,6       -      0,8     6,1     -   29,8
Vila de Rei       13,0    48,4       -      1,1    30,8     -     -
V. V. Ródão       58,5    35,1       -      2,0     1,9     -     -

3 Outubro, 2005 at 12:39 pm Deixe um comentário

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS (XI) – SANTARÉM

SantarémSantarém é um Distrito rico em termos de diversidade eleitoral, com grandes contrastes.

Aqui, nas eleições de 2001, houve 4 forças políticas vitoriosas em concelhos (todas as principais, à excepção do CDS-PP), a que se soma ainda uma lista de Independentes.

O PS domina no Distrito, com 10 vitórias, 8 das quais com maioria absoluta no executivo municipal (à excepção de Coruche e da capital do Distrito, Santarém, onde obteve 42,6 % dos votos). As suas votações oscilam entre os 17 % de Salvaterra de Magos e os 74 % (!) da Golegã.

O PPD-PSD varia as suas votações entre os 67 % no Sardoal e uns residuais 3 % (!) em Alpiarça; neste concelho, assim como na Golegã (3,7 %) e Constância (5,9 %), este partido regista das suas mais baixas votações em todo o país. Ainda assim, venceu em 6 concelhos, apenas sem maioria absoluta no Entroncamento.

Este é o Distrito a Norte do Tejo em que a coligação PCP-PEV obtém os seus melhores resultados, alcançando mesmo 3 vitórias (Constância e Benavente – ambas com maioria absoluta – e Chamusca).

O Bloco de Esquerda venceu em Salvaterra de Magos, também com maioria absoluta.

Por fim, em Alcanena foi uma lista de Independentes a conquistar a maioria absoluta, com cerca de 58 % dos votos.

Os concelhos mais disputados foram os de Coruche (vitória do PS sobre o PCP-PEV por 312 votos), Ferreira do Zêzere (vitória do PPD-PSD por 629 votos)… e Santarém (vitória do PS por cerca de 12 %).

(mapa via http://portugal.veraki.pt/)

                   PS   PPD/PSD  PSD-CDS  PCP-PEV  CDS/PP  BE  INDEP.
Abrantes          47,6    27,4       -     10,7     6,7    2,9    -
Alcanena          19,3    10,6       -      6,1     3,0     -   57,8
Almeirim          58,6    16,9       -     17,8     2,8     -     -
Alpiarça          62,1     3,3       -     30,1     0,7     -     -
Benavente         25,1    13,5       -     53,0     3,9     -     -
Cartaxo           56,6    26,5       -      9,2     3,2     -     -
Chamusca          32,0      -     16,6     47,4      -      -     -
Constância        26,4     5,9       -     61,3     1,2     -     -
Coruche           42,5    12,2       -     39,7     2,2     -     -
Entroncamento     21,7    39,2       -     10,4     4,5   14,6   6,3
Ferreira Zêzere   41,2    51,8       -      0,9     1,8     -     -
Golegã            73,9     3,7       -     16,7     2,5     -     -
Mação             35,2    52,9       -      2,9     4,6     -     -
Ourém             35,2    48,2       -      3,4     9,8     -     -
Rio Maior         53,2      -     35,6      6,2      -      -     -
Salvaterra Magos  17,0    11,9       -      9,8     1,4   55,2    -
Santarém          42,6    30,8       -     17,3     3,0    1,7    -
Sardoal           24,3    67,3       -      2,0     2,3     -     -
Tomar             22,5    62,8       -      4,8     3,1    2,6    -
Torres Novas      47,6    24,5       -     17,0     3,3    2,9    -
V. N. Barquinha   59,8    23,7       -      9,7     2,7     -     -

3 Outubro, 2005 at 8:35 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2005
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.