Archive for 2 Junho, 2005

PABLO PICASSO (VIII)

Iniciara-se entretanto, em 1945, na litografia, produzindo mais de 200 trabalhos em cerca de 3 anos.

Passa a viver em Antibes com Françoise Gillot, jovem estudante de arte e pintora que conhecera em 1946, experimentando uma das melhores fases da sua vida, com quadros “cheios de alegria de viver”, o mais famoso mesmo com o nome de “A Alegria de Viver”.

Os quadros que pintou nesta fase foram doados ao Museu de Antibes que assim se tornou num dos mais importantes museus de França.

Picasso8BlueDoveYellowSun-t.jpgEm 1949, já depois de terem um filho (Claude), nasce a sua filha Paloma, o que o leva novamente ao tema da maternidade e das crianças, com quadros pintados em tons alegres e coloridos. A litografia “A Pomba” (La Paloma) seria motivo do cartaz do Congresso da Paz realizado em Paris em 1949.

[2348]

2 Junho, 2005 at 6:42 pm

"SERRALVES EM FESTA"

Entre as 8 horas da manhã de Sábado (4 de Junho) e as 24 horas do dia seguinte, numa iniciativa inédita da Fundação Serralves, no Porto, serão 40 horas “non-stop” de cultura – com entrada gratuita! -, com mais de 50 eventos: música, dança, teatro, cinema, circo, exposições, debates e outras actividades.

A “Festa” – maior festival de arte contemporânea do país – decorrerá em três “palcos” principais: o prado, o court de ténis e o auditório do museu; mas será alargada aos 18 hectares ocupados pela Fundação.

Durante estes dois dias actuam nos diversos palcos a mítica Mingus Big Band, o compositor Craig Armstrong, numa parceria com os artistas AGF e Vladislav Delay, a Orquestra Nacional do Porto, o pianista portuense Miguel Borges Coelho, entre outros. Na área da dança o destaque vai para as actuações de Jerôme Bel, Mathilde Monnier e de Bruno Beltrão com o Grupo de Rua de Niterói.

No Sábado, dia 4, à noite, realiza-se uma festa no prado que contará com a actuação dos colectivos de DJ’s Soul Jazz Sound System e Tigersushi Bass System e ainda com um concerto de Kevin Blechdom & Planningtorock.

[2347]

2 Junho, 2005 at 12:34 pm

"BLOGUES AFRICANOS"

Se o Ma-Schamba e o Bazonga da Kilumba são já sobejamente conhecidos no seio da blogosfera lusófona, e para além do Africanidades (já aqui referido no início da semana), destaco hoje também:

– o “obrigatório” Companhia de Moçambique.

Ideias para debate, de Machado Graça.

À Sombra dos Palmares (poesia moçambicana).

Leste de Angola, de Jorge Santos.

Xicuembo, de Carlos Gil.

[2346]

2 Junho, 2005 at 8:30 am 2 comentários


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Junho 2005
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.