Archive for 22 Outubro, 2012

Eleições Presidenciais EUA – 2012 (II)

Eleições Presidenciais EUA - 2008

Antes do último debate entre os candidatos presidenciais (desta madrugada), e agora a apenas cerca de 15 dias das eleições Presidenciais nos EUA, aqui procedo a actualização do acompanhamento da evolução das tendências, com o apoio de um grafismo disponibilizado pela CNN. Tendo por base as inúmeras sondagens realizadas até à data, preparei o seguinte mapa, por Estado:

A posição que é possível antecipar neste momento resume-se da seguinte forma:

Barack ObamaClaro favoritismo de Barack Obama – 16 Estados (indicando-se também o correspondente número de “Grandes eleitores”): California (55), Connecticut (7), Delaware (3), Hawaii (4), Illinois (20), Maine (4), Maryland (10), Massachussetts (11), Minnesota (10), New Jersey (14), New York (29), Novo México (5), Oregon (7), Rhode Island (4), Vermont (3) e Washington (12); para além do District of Columbia (3) – correspondendo a um total de 201 “Grandes Eleitores”.

Mitt RomneyClaro favoritismo de Mitt Romney  – 22 Estados: Alabama (9), Alaska (3), Arizona (11), Arkansas (6), Carolina do Norte (15), Dakota do Norte (3), Dakota do Sul (3), Georgia (16), Idaho (4), Indiana (11), Kansas (6), Kentucky (8), Lousiana (8), Mississippi (6), Missouri (10), Montana (3), Nebraska (5), Oklahoma (7), Texas (38), Utah (6), West Virginia (5) e Wyoming (3) – correspondendo a um total de 186 “Grandes Eleitores”.

Sendo a vitória nestas eleições alcançada com a obtenção de 270 “Grandes Eleitores”, tudo se deverá decidir nos restantes 12 Estados (os quais correspondem a um total de 151 “Grandes Eleitores”),  apresentando as seguintes tendências:

  • Ligeiro favoritismo de Barack Obama – Michigan (16) e Pennsylvania (20)
  • Ligeiro favoritismo de Mitt Romney – Carolina do Sul (9) e Tennessee (11)
  • “Empate técnico” – Colorado (9), Florida (29), Iowa (6), Nevada (6), New Hampshire (4), Ohio (18), Virgínia (13) e Wisconsin (10)

Considerando que as tendências se confirmarão nos casos de Carolina do Sul, Michigan, Pennsylvania e Tennessee, a projecção de “Grandes Eleitores” passaria a totalizar 237 para Barack Obama, face a 206 para Mitt Romney – e a verdadeira grande disputa estaria reduzida a 8 Estados, onde estão em jogo 95 “Grandes Eleitores” (nos quais, em 2008, Barack Obama venceu então em todos eles!…).

Como é tradicional, os Estados da Florida e Ohio serão determinantes – quem ganhar os dois (se algum candidato o conseguir) deverá vencer a eleição -, sendo que, nesta altura, Barack Obama surge ligeiramente acima nas intenções de voto no Ohio, Wisconsin, Iowa e Nevada, enquanto Mitt Romney surge agora em posição ligeiramente favorável na Florida, Virgínia, Colorado e New Hampshire.

A disputa parece mais renhida do que nunca, desde a célebre eleição de 2000, entre George W. Bush e Al Gore. Em resumo, Barack Obama continua a ter ligeiro favoritismo, uma vez que deverá necessitar “apenas” de confirmar as vitórias no Ohio, Wisconsin e Iowa ou Nevada. Mas a vantagem já foi bem mais nítida…

Em relação à projecção anterior, registo as seguintes alterações:

  • passagem “firme”, para o lado de Mitt Romney dos Estados da Carolina do Norte e do Missouri (mais 25 “Grandes eleitores”);
  • passagem para “ligeiro favoritismo” de Barack Obama – Michigan (anteriormente em “empate técnico”)
  • alteração de tendência nos Estados em situação de “empate técnico”, a favor de Mitt Romney – Colorado, Florida, New Hampshire e Virgínia.

22 Outubro, 2012 at 8:40 pm 1 comentário

Lance Armstrong déchu de ses titres par l’UCI

Lance Armstrong n’est plus le septuple vainqueur du Tour de France. Le nom de l’ancien cycliste a été, une fois pour toute, rayé du palmarès de la Grande Boucle par l’Union cycliste internationale (UCI), qui a suivi le rapport cinglant de l’agence américaine antidopage (Usada) accusant le Texan de dopage systématique lors de sa carrière.

“Armstrong n’a pas sa place dans le cyclisme”, a ainsi déclaré le président de l’UCI, l’Irlandais Pat McQuaid, à l’occasion d’une conférence de presse organisée lundi à Genève. […]

L’UCI a annoncé qu’elle déciderait vendredi si les podiums du Tour de France de 1999 et 2005 seront réattribués. La tâche parait compliquée, et ressemble à un véritable casse-tête pour désigner vainqueur un coureur vierge de toute accusation de dopage… En 1999, le deuxième du Tour de France est le Suisse Alex Zülle. Impliqué dans l’affaire Festina l’année précédente, il avoue s’être dopé et sera suspendu sept mois. L’Allemand Jan Ullrich (deuxième en 2000, 2001 et 2003), l’Espagnol Joseba Beloki (deuxième en 2002) et l’Italien Ivan Basso (deuxième en 2005) ont tous été sanctionnés pour avoir été mêlés à l’affaire Puerto, vaste scandale de dopage mis au jour en 2006. Seul Andreas Klöden, deuxième en 2004, n’a jamais été pris par la patrouille même si plusieurs de ses coéquipiers l’ont accusé d’avoir procédé à des transfusions sanguines durant le Tour 2006 qu’il termine également à la deuxième place.

De son côté, Amaury sports Orgnaisation (ASO), propriétaire du Tour de France, a plaidé, par la voix de son directeur, Christian Prudhomme, pour laisser vide le palmarès des années Armstrong. “Ce que nous souhaitons, c’est qu’il n’y ait pas de vainqueur”, a-t-il déclaré.

(Le Monde)

22 Outubro, 2012 at 1:53 pm 1 comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2012
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.