Archive for Setembro, 2012

Campeonato da Europa de Hóquei em Patins – 5ª Jornada

5ª jornada – 13.09.2012
19:00 – Alemanha – Suíça – 0-2
20:45 – França – Itália – 4-6
22:30 – Inglaterra – Portugal – 1-23

                 Jg    V    E    D     G     Pt
1º Espanha        4    4    -    -   34- 2   12
2º Portugal       4    4    -    -   36- 5   12
3º Itália         5    3    -    2   21-11    9
4º Suíça          4    2    -    2   18- 6    6
5º França         4    1    -    3   11-19    3
6º Alemanha       4    1    -    3    8-16    3
7º Inglaterra     5    -    -    5    3-72    -

(mais…)

13 Setembro, 2012 at 6:34 pm Deixe um comentário

«”Pilar da estabilidade social foi agredido” com descida da TSU»

Quem agora o vem dizer é António Saraiva, o presidente da CIP – Confederação da Indústria Portuguesa!

Saraiva admitiu ainda ter muitas dúvidas sobre a eficácia da redução da taxa social única (TSU) nos moldes definidos pelo Governo, mas mostrou-se certo de que “o pilar da estabilidade social foi agredido com esta medida”, reforçando mais à frente que “a estabilidade social sofre uma agressão pela forma como é anunciada”.

(Económico)

13 Setembro, 2012 at 6:14 pm Deixe um comentário

Campeonato da Europa de Hóquei em Patins – 4ª Jornada

4ª jornada – 12.09.2012
19:00 – Suíça – Inglaterra – 13-0
20:45 – Itália – Alemanha – 6-2
22:30 – Espanha – França – 4-1

                 Jg    V    E    D     G     Pt
1º Espanha        4    4    -    -   34- 2   12
2º Portugal       3    3    -    -   13- 4    9
3º Itália         4    2    -    2   15- 7    6
4º Suíça          3    1    -    2   16- 6    3
5º Alemanha       3    1    -    2    8-14    3
6º França         3    1    -    2    7-13    3
7º Inglaterra     4    -    -    4    2-49    -

(mais…)

13 Setembro, 2012 at 12:00 am Deixe um comentário

«As espadas»

O Governo estragou tudo. Tudo. Estragou a estabilidade política, a paz social, estragou aquilo que entre a revolta e o pasmo agregava o país: o sentido de que tínhamos de sair disto juntos. Sairemos disto separados? Hoje não é dia de escrever com penas, é dia de escrever de soqueira. […]

Não é a derrapagem do défice que mata a união que faz deste um território, um país. É a cegueira das medidas para corrigi-lo. É a indignidade. O desdém. A insensibilidade. Será que não percebem que o pacote de austeridade agora anunciado mata algo mais que a economia, que as finanças, que os mercados – mata a força para levantar, estudar, trabalhar, pagar impostos, para constituir uma sociedade?

O Governo falhou as previsões, afinal a economia não vai contrair 4% em dois anos, mas 6% em três anos. O Governo fracassou no objectivo de redução do défice orçamental. Felizmente, ganhámos um ano. Mas não é uma ajuda da troika a Portugal, é uma ajuda da troika à própria troika, co-responsável por este falhanço. Uma ajuda da troika seria outra coisa: seria baixar a taxa de juro cobrada a Portugal. Se neste momento países como a Alemanha se financiam a taxas próximas de 0%, por que razão nos cobram quase 4%? […]

Poucos políticos têm posto os interesses do país à frente dos seus. Desde 2008 que tem sido uma demência. Teixeira dos Santos aumentou então os funcionários públicos para ganhar as eleições em 2009. Cavaco Silva devia ter obrigado a um Governo de coligação depois dessas eleições. José Sócrates jamais deveria ter negociado o PEC IV sem incluir o PSD. O PSD não devia ter tombado o Governo. E assim se sucedem os erros em que sacrificam o país para não perderem a face, as eleições ou a briga de ocasião. O que vai agora o PS fazer? E Paulo Portas? E o Presidente da República, vai continuar a furtar-se ao papel para que foi eleito? […]

É pouco importante que Passos Coelho não tenha percebido que começou a cair na sexta-feira. É impensável que lance o país numa crise política. É imperdoável que não perceba que matou a esperança a milhares de pessoas. Ontem foi o dia em que muitos portugueses começaram a tomar decisões definitivas para as suas vidas, seja emigrar, vender o que têm, partir para outra. Ou o pior de tudo: desistir. […]

(Pedro Santos Guerreiro – Jornal de Negócios)

12 Setembro, 2012 at 5:52 pm Deixe um comentário

III Festival Estátuas Vivas de Tomar

De 14 a 16 de Setembro, Tomar, Almourol e Dornes vão viajar até à Idade Média na Rota dos Templários, com cerca de 25 “estátuas vivas”, recriando personagens deste período, retratando também algumas ilustres figuras da História de Portugal.

No centro histórico de Tomar, cruzando-se com guerreiros mouros e cavaleiros do Templo, a Máquina do Tempo transportará os viajantes até à Idade Média. Num passeio entre a ponte Velha e a roda do Mouchão, indo pela Corredoura até à Praça, diversas personagens medievais vão ganhar vida e sair das iluminuras daquela época.

Doze artistas, de diferentes nacionalidades, vão recriar a História de Portugal, entre a Rua d’Álém da Ponte, actual Rua Marquês de Pombal e a Praça D. Manuel, actual Praça da República, das 22 horas à meia-noite.

O principal rosto do Festival de Estátuas Vivas de Tomar, António Santos, mais conhecido por Staticman, já com 25 anos de experiência nesta área, vai tentar bater o record do mundo de imobilidade em suspensão, actualmente detido pelo grupo Magic Twins, com o tempo de 200 minutos, realizado em Santiago do Chile.

Todo o circuito do III Festival Estátuas Vivas de Tomar, num total de 25 quadros, terá acesso livre e gratuito e, no seu decorrer, haverá animação cultural alusiva à época. Pode consultar aqui o site do Festival.

12 Setembro, 2012 at 12:04 pm Deixe um comentário

Campeonato da Europa de Hóquei em Patins – 3ª Jornada

3ª jornada – 11.09.2012
19:00 – Suíça – França – 2-3
20:45 – Inglaterra – Espanha – 1-21
22:30 – Portugal – Itália – 3-0

                 Jg    V    E    D     G     Pt
1º Espanha        3    3    -    -   30- 1    9
2º Portugal       3    3    -    -   13- 4    9
3º Itália         3    1    -    2    9- 5    3
4º Alemanha       2    1    -    1    6- 8    3
6º França         2    1    -    1    6- 9    3
5º Suíça          2    -    -    2    3- 6    -
7º Inglaterra     3    -    -    3    2-36    -

(mais…)

11 Setembro, 2012 at 11:50 pm Deixe um comentário

Portugal – Azerbaijão (Mundial-2014 – Qualif.)

Portugal Portugal – Rui Patrício, João Pereira, Bruno Alves, Pepe, Fábio Coentrão, Raul Meireles, Cristiano Ronaldo, João Moutinho, Miguel Veloso (63m – Silvestre Varela), Nani (76m – Ruben Amorim) e Hélder Postiga (87m – Eder)

Azerbaijão Azerbaijão – Kamran Agayev, Ali Gokdemir (89m – Aleksandr Chertoganov), Mahir Shukurov, Elnur Allahverdiyev, Jihan Ozkara (72m – Branimir Subasic), Rashad Sadigov, Ruslan Abishov, Javid Huseynov (59m – Afran Ismailov), Maksim Medvedev, Rahid Amirguliyev e Volodimir Levin

1-0 – Silvestre Varela – 64m
2-0 – Hélder Postiga – 85m
3-0 – Bruno Alves – 88m

Cartões amarelos – Cristiano Ronaldo (90m); Kamran Agayev (45m)

Árbitro – Szymon Marciniak (Polónia)

Avisada dos perigos que os adversários teoricamente (e na prática) mais fracos poderão provocar aos candidatos ao apuramento, a selecção nacional parece ter escutado Paulo Bento e assumiu este jogo com uma partida em que era necessário “arregaçar as mangas”, trabalhar, e procurar marcar cedo, para resolver desde logo a questão.

O problema foi que, por um lado, a pontaria não estava afinada (nada mais, nada menos que 5 remates nos ferros da baliza), e, por outro, o guardião adversário esteve numa noite verdadeiramente inspirada, com um lote de algumas soberbas defesas.

À medida que o tempo ia passando, o nervoso miudinho começava a aumentar e só a ansiedade, a vontade de antecipar o fim do sofrimento, objectou precisamente a que o golo surgisse mais cedo.

Mas, tanta era a insistência – num jogo de sentido único, praticamente disputado no meio-campo do Azerbaijão -, tantas eram os lances de ataque, a levar o perigo até à área defensiva, que o golo acabaria mesmo por acontecer, numa aposta ganha de Paulo Bento (um daqueles momentos de inspiração): Silvestre Varela tinha acabado de entrar e teve a capacidade de acreditar que, na sequência de mais um desses lances, a bola poderia sobrar para um espaço vazio, em que se conseguira isolar; e, no momento decisivo, com grande tranquilidade, não falhou.

A partir daí, logo se percebeu que o mais difícil estava feito, como quase sempre acontece neste tipo de jogos. O 2º e 3º golo (e mais poderiam ainda ter acontecido) foram o corolário lógico do domínio da selecção portuguesa, com uma excelente atitude,  uma boa exibição, mas a precisar de aumentar os níveis de eficácia.

À 2ª jornada, situação bem rara: os 2 primeiros dispõem já de 5 (!) pontos de vantagem sobre as restantes selecções. É ainda tão cedo que pode parecer prematuro para tirar conclusões definitivas, mas, tudo o indica, Portugal e Rússia discutirão entre si, o 1º e 2º lugares. E já se vai percebendo que a margem de erro deverá ser mínima, uma vez que a equipa que ceder pontos perante as tais equipas menos poderosas poderá ficar irremediavelmente condenada ao play-off.

GRUPO F                Jg   V   E   D     G     Pt
1º Rússia               2   2   -   -    6- 0    6
2º Portugal             2   2   -   -    5- 1    6
3º Luxemburgo           2   -   1   1    2- 3    1
4º I. Norte             2   -   1   1    1- 3    1
5º Azerbaijão           2   -   1   1    1- 4    1
6º Israel               2   -   1   1    1- 5    1

2ª jornada
11.09.12 – Israel – Rússia – 0-4
11.09.12 – I. Norte – Luxemburgo – 1-1
11.09.12 – Portugal – Azerbaijão – 3-0

(mais…)

11 Setembro, 2012 at 11:06 pm Deixe um comentário

Campeonato da Europa de Hóquei em Patins – 2ª Jornada

2ª jornada – 10.09.2012
19:00 – Alemanha – Inglaterra – 6-1
20:45 – Espanha – Itália – 2-0
22:30 – França – Portugal – 3-7

                 Jg    V    E    D     G     Pt
1º Espanha        2    2    -    -    9- 0    6
2º Portugal       2    2    -    -   10- 4    6
3º Itália         2    1    -    1    9- 2    3
4º Alemanha       2    1    -    1    6- 8    3
5º Suíça          1    -    -    1    1- 3    -
6º França         1    -    -    1    3- 7    -
7º Inglaterra     2    -    -    2    1-15    -

(mais…)

10 Setembro, 2012 at 11:54 pm Deixe um comentário

Alexandre Relvas condena “experimentalismo” a mando da “troika”

As decisões de redução da Taxa Social Única (TSU) para as empresas e o aumento para os trabalhadores para promover a competitividade só podem resultar de um enorme desconhecimento da realidade empresarial. Quem conheça o mundo das empresas sabe que estas medidas não terão impacto estrutural, nem sobre emprego nem sobre as exportações. O número de empregos criado será marginal, assim como será marginal o aumento das exportações”

(via Jornal de Negócios)

10 Setembro, 2012 at 12:14 pm Deixe um comentário

Campeonato da Europa de Hóquei em Patins – 1ª Jornada

1ª jornada – 09.09.2012
15:30 – Espanha – Alemanha – 7-0
17:15 – Inglaterra – Itália – 0-9
22:30 – Portugal – Suíça – 3-1

                 Jg    V    E    D     G     Pt
1º Itália         1    1    -    -    9- 0    3
2º Espanha        1    1    -    -    7- 0    3
3º Portugal       1    1    -    -    3- 1    3
4º França         -    -    -    -    -- -    -
5º Suíça          1    -    -    1    1- 3    -
6º Alemanha       1    -    -    1    0- 7    -
7º Inglaterra     1    -    -    1    0- 9    -

9 Setembro, 2012 at 11:46 pm Deixe um comentário

Artigos Mais Antigos Artigos mais recentes


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Setembro 2012
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.