Archive for 22 Agosto, 2003

“LA HISPANIOLA” (V)

Em termos culturais, destaque óbvio para a música/dança, em especial o Merengue e a Salsa, assim como para a arte “taína” (pintura e cerâmica), a par das exuberantes pinturas de quentes cores tropicais, em que as palmeiras invariavelmente predominam.

As pedras nacionais são o Âmbar (resina de vegetal fossilizada), para além da “Larimar” (“turquesa dominicana”, cor azul-céu).

Decorreram entretanto em Santo Domingo, de 1 a 17 de Agosto, os XIV Jogos Panamericanos, com a presença de 45 países americanos, abrangendo um vasto leque de modalidades desportivas – um grande desafio (e instrumento de promoção) para o poder político e, em geral, para todo o país – cujas competições foram dominadas, a nível desportivo, pelos EUA, Cuba, Brasil, México e Canadá. Este é um bom exemplo de como, ainda nos dias de hoje, com a “Internet global”, podemos estar (em Portugal) completamente à margem de acontecimentos desta envergadura, de grande relevância a nível regional, de que não nos chegam qualquer tipo de ecos por via dos “media tradicionais”.

A fechar: na classificação do Índice de Desenvolvimento Humano, a R. Dominicana surge na 94ª posição, com os seguintes indicadores mais relevantes: Esperança de vida, 66,7 anos; Taxa de literacia, 84 %; PIB em biliões de USD, 7 020; pontuação no índice geral, 73,7.

P.S. Mais agradecimentos ao bloguitica nacionalbloguitica internacional.

[175]

22 Agosto, 2003 at 5:21 pm

"NOVIDADES" (ACT.)

Referência especial para algumas novidades nesta página:

(i) ao nível da coluna dos “Recomendados”, destaque para as “novas entradas” (a espuma dos diasbloguítica nacionala formiga de langtonglória fácilíntima fracçãopara mim tanto fazo teste de turing);

(ii) introdução de sistemas de tradução para inglês e francês – bem sei que estas traduções automáticas são “horríveis” (porque completamente “cegas”), mas parece-me que terão a vantagem de, pelo menos, deixar antever, a quem desconhece por completo a língua portuguesa, qual o tema de cada “entrada”;

(iii) inclusão (no final da zona de “links”) de uma “retrospectiva” de algumas das “entradas” do aaanumberone que considero mais relevantes (uma ideia já “antiga”, que hoje consegui colocar em prática, socorrendo-me do exemplo do terras do nunca);

(iv) por fim, graças ao bloco-notas e ao blo.gs, introduzi, no fim da página, uma listagem – permanentemente actualizada – das últimas actualizações dos “blogues” que constam na minha lista de “Recomendados”.

P.S. Agradecimentos também ao pintainhomusana.

[174]

22 Agosto, 2003 at 11:21 am

“O CONCERTO DAS VELHAS SOCIEDADES” (V)

“A maior originalidade das civilizações americanas é o facto de o seu desenvolvimento se ter processado no isolamento, longe de qualquer influência perceptível do velho mundo. No entanto, os grandes focos de criação de sociedades ameríndias complexas, urbanizadas, hierarquizadas e providas de formas originais de escrita, situa-se no eixo contínuo de terras altas e diversificadas que corre de Norte para Sul do continente, enquanto as grandes planícies orientais, de savanas e florestas, apenas conheceram organizações sociais muito mais simples.

Datam de cerca de 1500 a.C. as primeiras aldeias de agricultores sedentários, tanto nos Andes como no actual México. Grandes centros cerimoniais foram sucessivamente construídos, ao longo de três milénios, pelos olmeques, maias e astecas na América central, pelos incas nos Andes. Quando os espanhóis chegaram a Tenotchitlan – México, em 1519, contemplaram com espanto uma enorme aglomeração urbana, que ultrapassava, pelo esplendor, organização e actividade, qualquer das cidades europeias.”

“O Concerto das velhas sociedades” (Suzanne Daveau) – Notícias do Milénio

[173]

22 Agosto, 2003 at 11:12 am

1914 – PORTUGAL NA GUERRA

“O Congresso da República aprova, por unanimidade, a participação na I Guerra Mundial. Em 1917 parte para França o Corpo Expedicionário Português, que no ano seguinte perde 11 mil homens na batalha de La Lys.”

“Notícias do Milénio”, publicação dos jornais do “Grupo Lusomundo”, Julho de 1999

[172]

22 Agosto, 2003 at 11:06 am

1914 / 18 – I GUERRA MUNDIAL

“Em 28 de Junho, o herdeiro do trono austro-húngaro é assassinado por um revolucionário sérvio, em Sarajevo. Nas reacções ao atentado explodem ódios nacionalistas e sucedem-se as declarações de guerra. De um lado, Alemanha, Áustria, Império Otomano; do outro, França, Bélgica, Grã-Bretanha, Rússia, Sérvia, Portugal, Itália, Bulgária, Roménia, China. Os combates iniciam-se em 3 de Agosto, com a invasão da Bélgica pela Alemanha. O conflito propaga-se à Ásia (envolvendo Índia e Japão), Austrália, África e América do Sul. Os EUA declaram-se neutrais, mas em 1917 acabaram por intervir ao lado dos chamados Aliados. A guerra das trincheiras, a utilização de gases asfixiantes e as batalhas navais, incluindo submarinos, têm efeitos devastadores, estimados em mais de oito milhões de mortos. Em 11 de Novembro de 1918 é assinado o armistício que formaliza o fim da guerra.”

[171]

22 Agosto, 2003 at 11:05 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Agosto 2003
S T Q Q S S D
« Jul   Set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.