Archive for 8 Agosto, 2003

"CARTA ABERTA"

É impressionante como as mais opostas sensações se podem confundir num mesmo momento (os tais “mixed feelings” de que já aqui falei há tempos)!

Não, desta vez, não é de “blogues” que se trata.

Como escrevia há dias, as pessoas que escrevem nos “blogues” têm ocupações, têm profissões, têm “carreiras”.

E, quando o trabalho é desenvolvido em equipa, geram-se, diria diariamente, trocas enriquecedoras entre os membros do “grupo de trabalho” (esta é uma expressão muito usada no “futebolês”… mas perfeitamente aplicável no caso).

Reforçadas quando, no seio da equipa, temos alguém que, dia após dia, ao longo de 5 anos, nos apoia, nos proporciona o melhor dos seus esforços para contribuir decisivamente para o “sucesso” – que, sendo comum, acaba sempre por ser, sobretudo, “creditado” a quem “tem mais responsabilidades” ou experiência, a quem “dirige” a equipa -, assumindo e desempenhando na plenitude o papel de “braço direito”, proporcionando uma verdadeira “parceria”.

Hoje, o “braço direito”, pelo “crescimento” que sempre soube manter ao longo desta “caminhada”, ganhou o direito a assumir-se, “de corpo inteiro”, como um novo “líder”, de uma equipa que passará a ser “sua”, onde terá como maior responsabilidade – mas simultaneamente como desafio mais aliciante – fazer com que, nesse grupo, venha, um dia, a surgir um outro “novo líder”.

E, para finalizar, sendo um momento de “tristeza” por ver “partir” quem tão de perto nos acompanhou, lado a lado, neste percurso, é também um dos dias mais gratificantes da minha vida profissional.

Sem esquecer todos aqueles que dão também o seu melhor contributo diário – nem aqueles que tomaram, entretanto, outras opções profissionais -, não podia deixar de particularizar esta referência.

Um grande beijo de agradecimento e votos de muitos sucessos. “O futuro começa hoje mesmo”.

Já não direi: “Conto contigo”; mas continuarei a dizer: “Count on me!”.

Um “blogue” serve também (ou principalmente?) para “isto”!

P.S. Mais agradecimentos: ao desblogueador de conversa pela referência; trata-se de um “blogue” que, para além do bonito lay-out, tem sempre temas de interesse; além do mais, é um exemplo precisamente no que respeita à transparência, uma vez que (e é o único que conheço que o faz) indica claramente quem são os seus membros e quais as suas ocupações; ao How to learn Swedish in 1000 difficult lessons pela inclusão na sua lista de links (também um modelo, servindo de inspirador a muitos “blogues”; no caso – e claro, também depois de ler o socioblogue – levou-me à ideia de, em cada dia, “passar em revista” um ano do século XX).

[143]

8 Agosto, 2003 at 7:05 pm

A EUROPA DAS LÍNGUAS (V)

“As línguas da Europa utilizam basicamente três alfabetos: o alfabeto grego, o latino e o cirílico. O grego é o mais antigo e, embora tenha sofrido alterações ao longo dos séculos, utiliza-se ainda na Grécia para transcrever a língua grega. Do alfabeto grego, os Romanos fizeram derivar o latino, adoptado pela Igreja ao longo da Idade Média e que foi aquele que se utilizou para conservar a cultura antiga em forma de manuscritos, o qual veio a ser utilizado posteriormente na imprensa. Nos países germânicos, a tradição manuscrita cristalizou no gótico . um alfabeto diferente, que ao longo do séc. XIX se foi abandonando em favor do latino, mais claro. A reacção nacionalista de Hitler impôs o uso obrigatório do alfabeto gótico, mas foi precisamente essa imposição e a sua conotação política que fizeram com que, acabada a guerra, se abandonasse o seu uso.

O alfabeto grego teve uma derivação quando, no séc. IX, os santos Cirilo e Metódio, evangelizadores dos países eslavos, inspirando-se nos caracteres gregos desenharam um alfabeto que julgaram adequado para representar a fonética eslava e que, de facto, se generalizou nestes países, estreitamente ligado à religião ortodoxa e, posteriormente, ao império dos czares. Com a União Soviética, perdeu estas conotações, mas continuou ligado à língua russa e à sua expansão, de tal modo que, quando os comunistas russos decidiram revitalizar as línguas minoritárias da URSS, mesmo várias que nunca tinham tido um uso escrito, impuseram o alfabeto cirílico para a sua transcrição.

.

Com excepção da Grécia, todos os outros países da União Europeia utilizam caracteres latinos e, portanto, o mesmo alfabeto, o qual não é exactamente o mesmo para todas as línguas pois há particularidades locais em princípio menores ou mesmo insignificantes, mas que na prática põem problemas às vezes graves.”

.A EUROPA DAS LÍNGUAS., de Miquel Siguan (coedição da Terramar com a SILC)

[142]

8 Agosto, 2003 at 7:09 am

1907 – CUBISMO

“O espanhol Pablo Picasso dá início ao cubismo, com o quadro “Les Demoiselles d’Avignon”, que representa uma revolução artística.”

“Notícias do Milénio”, publicação dos jornais do “Grupo Lusomundo”, Julho de 1999

[141]

8 Agosto, 2003 at 7:08 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Agosto 2003
S T Q Q S S D
« Jul   Set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.