Archive for 19 Agosto, 2003

ONU – IRAQUE – QUE FUTURO?

Com o cobarde ataque terrorista de hoje, a ONU, que não aprovara o início da guerra, acabou vítima de .caucionar. o pós-guerra.

Vítima da .confusão., em termos de .alvo., entre os EUA e a ONU (eventualmente vista como fonte .legitimadora. da .ocupação. norte-americana).

Quem está por trás do ataque terrorista? Quais os objectivos que visa? Finalmente, não deixa de ser uma trágica ironia que – em contraponto a um Iraque que não teria possivelmente condições de .exportar. o terrorismo no pré-guerra (contrariamente às .supostas ameaças de armas de destruição maciça. que levaram a que fosse desencadeada) -, acaba por surgir, agora que a guerra que o visava combater .havia já terminado. (declaração de G. W. Bush em 1 de Maio), na sua máxima força.

Parece ser patente que há grupos no Iraque que não têm qualquer interesse na pacificação e na normalização da vida do país.

Mas outras ilações têm de ser extraídas: a .tal guerra. que fora .muito fácil. de vencer (surpreendentemente fácil, se nos recordarmos da falta de resistência que as tropas americanas enfrentaram na sua entrada em Bagdade), transmuta-se agora numa .muito difícil. luta pela paz. Parece também evidente que os americanos não se tinham preparado devidamente para o pós-guerra, revelando um grande desconhecimento do .terreno., da língua, dos costumes, da mentalidade do povo iraquiano.

O país começou a fragmentar-se e não chegou a afirmar-se uma sólida direcção central, não se tendo conseguido evoluções relevantes no processo de transição para a devolução da soberania aos iraquianos.

Não só a missão (eminentemente de ordem humanitária) da ONU não está a atingir os seus objectivos, como não se conseguiu garantir minimamente a segurança (as .baixas., militares e civis, não pararam de aumentar, desde Maio).

Este será o desafio essencial do futuro próximo . garantir a segurança, que possa proporcionar condições para uma actuação mais efectiva.

Agora, mais .a frio., passadas algumas horas sobre os tristes acontecimentos de hoje, quero, não obstante, acreditar que este revés . que atinge pessoalmente uma das figuras mais importantes, no topo da estrutura da Organização das Nações Unidas . não venha a ter implicações mais dramáticas, ao nível do que aconteceu à sua antecessora .Sociedade das Nações. e que a ONU possa continuar a sua actividade de pacificação, conciliação e harmonização a nível mundial.

[161]

19 Agosto, 2003 at 11:11 pm 1 comentário

NOTÍCIA CONFIRMADA (?)

Dizem as televisões: “É oficial: Sérgio Vieira de Mello morreu…”.

É uma tragédia inqualificável; um tremendo abalo no desenvolvimento do processo de paz e de reconstrução do Iraque.

Neste momento, não tenho mais palavras…

[160]

19 Agosto, 2003 at 6:23 pm

INDIGNAÇÃO

As únicas palavras que me ocorrem face ao lamentável atentado terrorista desta tarde, nas instalações da ONU no Iraque são INDIGNAÇÃO e CONDENAÇÃO!

Isto (tal como todos os actos da mesma natureza) não poderia ter acontecido nunca; não há nada que o possa justificar!

Como é possível que o alvo deste atentado possa ter sido Sérgio Vieira de Mello? A esta hora, é ainda desconhecido o seu actual estado; resta ter a esperança de que se não confirmem algumas das notícias que começaram já a circular…

[159]

19 Agosto, 2003 at 6:11 pm

TSF – RÁDIO

A TSF é “demasiado importante” neste (e para este) país para que se possa imaginar que deixasse de ser o que foi ao longo de todos estes anos. Para passar a ser o quê (?).

[158]

19 Agosto, 2003 at 5:55 pm

“LA HISPANIOLA” (II)

Desde 1822, a república negra do Haiti passou a dispor do domínio sobre o conjunto da ilha, situação vigente até 1844, data em que Juan Pablo Duarte e o seu movimento “La Trinitaria” conseguiram obter a independência face ao Haiti.

Porém, em 1861, foi proclamada a anexação e nova reintegração da República Dominicana na Espanha, até que, em 1863, a “Guerra da Restauração” (cuja festa é celebrada a 16 de Agosto), dirigida por Gregório Lupéron devolveu a independência à nação.

De 1870 a 1916, o país sofreu vários golpes de Estado, acabando por cair na órbita dos EUA, a que se seguiu o regime ditatorial de Rafael Trujillo, de 1924 até 1961, data em foi deposto e assassinado.

Não obstante a aparente unidade nacional e regime democrático instituído a partir de 1966 (com eleições presidenciais a cada quatro anos), a desigualdade sócio-económica mantém-se em grande escala, praticamente inexistindo uma classe média.

P. S. Mais agradecimentos, pelas referências, ao ecosthe fleeting impulse e, pelos simpáticos comentários e “dicas”, ao innersmile (mais um “blogue” português a acompanhar de perto – aliás, é de realçar que os “blogues hospedados” no “livejournal”, que estão um pouco “à margem” do sistema “blogspot”, deverão ser mais divulgados, dado que se encontram textos – e fotos – de muita qualidade; nos próximos dias, procurarei dar mais notícias).

[157]

19 Agosto, 2003 at 5:50 pm

“O CONCERTO DAS VELHAS SOCIEDADES” (II)

“Sabe-se hoje, com efeito, que o homem moderno (Homo sapiens sapiens) apareceu há cerca de 40 milénios, ou seja, no decurso da longa fase de clima frio do último período glaciário do Quaternário…

As primeiras sociedades evoluídas e sedentárias constituíram-se mais tarde, depois da rápida melhoria térmica que há cerca de 12 milénios estabeleceu na Terra um sistema de climas já próximo do actual. Sabe-se que há dez milénios (ou seja, nos anos 8000 a.C.) já se cultivavam cevada e trigo em Jericó, no Próximo Oriente; há sete milénios, milho, feijão e abóbora no México; há seis milénios, arroz na China.”

“O Concerto das velhas sociedades” (Suzanne Daveau) – Notícias do Milénio

[156]

19 Agosto, 2003 at 10:32 am

1911 – PRIMEIRO PRESIDENTE

“Manuel de Arriaga é eleito Presidente da República ao terceiro escrutínio, vencendo Bernardino Machado.”

[155]

19 Agosto, 2003 at 10:30 am

1911 – ÁTOMO

“O inglês Ernest Rutherford, considerado o fundador da física nuclear moderna, descreve, pela primeira vez, a estrutura do átomo. Três anos antes fora galardoado com o Prémio Nobel da Química.”

[154]

19 Agosto, 2003 at 10:29 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Agosto 2003
S T Q Q S S D
« Jul   Set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

  • RT @jorgeraa: O mais chato do jogo d ontem do SLB no Bessa não é apenas termos ganho num ambiente hostil. É termos ganho a jogar bom futebo… 12 hours ago
  • RT @Bakero83: Vê-se pela choradeira de hoje como a vitória categórica de ontem foi importante. Zimbora Benfica! 1/3 do percurso à campeão e… 15 hours ago
  • RT @jorgeraa: Não me canso de rever os dois golaços do Vinicius. Que jogador! O Benfica tem tido grandes avançados nas últimas épocas (Card… 1 day ago

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.