Archive for 1 Agosto, 2003

1000

É claro que é um motivo de satisfação e um grande incentivo a continuar. Obrigado a todos!

P.S. De forma a evitar que tal se torne excessivamente repetitivo, não voltarei a abordar este tema. nos próximos tempos.

P.S.2 Agradecimentos também ao Adufe e ao mediaTic pelas referências.

[116]

1 Agosto, 2003 at 7:04 pm

"O MELHOR DO ROCK PORTUGUÊS 1980 – 1984"

Não deixa de não ser também um pouco da nossa “história”.

Foi então uma “bolha” quase explosiva, com grupos a nascer “como cogumelos” (tendo por “pai moral”, Júlio Isidro e a sua “Febre de Sábado de Manhã” (!)); agora, 20 anos depois, é bom relembrar memórias do Chico Fininho (Rui Veloso), Chiclete (Táxi), Portugal na CEE (GNR), Patchouly (Grupo de Baile), Latin’América (Já Fumega) e outras “bandas da época”, os Street Kids, Trabalhadores do Comércio, …

Essencial!

[115]

1 Agosto, 2003 at 7:00 pm 1 comentário

"FACTOS DO SÉCULO XX"

Pacheco Pereira (Abrupto) escrevia há alguns dias atrás sobre a inexistência de “blogues” de temática histórica. Na TSF, no “Flashback”,“insurgia-se” também contra a (falta de) lógica do programa de História no ensino (12º ano), nomeadamente pela falta de uma coerência e articulação cronológica e por não haver um enquadramento aos diversos temas, tratados, de algum modo, de “forma avulsa”. 

Evidentemente sem querer ter pretensões a suprir a tal lacuna (“bloguística”) no tratamento da História, mas porque é uma matéria que sempre me despertou alguma curiosidade e interesse, socorro-me (com a devida vénia) de uma publicação dos jornais do “Grupo Lusomundo” (Diário de Notícias, Jornal de Notícias, Açoriano Oriental, Diário de Notícias – Madeira e Jornal Tribuna de Macau), de Julho de 1999, designada “NOTÍCIAS DO MILÉNIO” (notável edição que é importante “fazer reviver”, de forma a que não “caia no arquivo do esquecimento”) e, a partir de hoje, diariamente, farei a transcrição – relativamente aos acontecimentos mais marcantes do século XX – de alguns dos “factos” seleccionados na referida publicação, na secção “1000 anos, 1000 factos”. 

Trata-se da apresentação, de uma forma cronológica, através de notas muito breves, numa linguagem de “estilo jornalístico”, dos principais factos do século XX, separando-se as cronologias internacional e nacional. A começar: 

1900 – ZEPPELIN 

“Lançamento do primeiro Zeppelin, o “LZ1”, aeronave construída pelo conde e inventor alemão Ferdinand von Zeppelin.” 

1900 – ANALFABETISMO 

“O censo revela que 74 % da população (5 016 267 pessoas) é analfabeta. No ano seguinte, reforma-se o ensino primário. Passa a durar três anos, é obrigatório e gratuito.” 

[114]

1 Agosto, 2003 at 8:27 am

FUTUROS MEMBROS DA UNIÃO EUROPEIA – CHIPRE (V)

Os museus da ilha albergam numerosas exposições de cerâmica, escultura e jóias, demonstrativas da importância da arte nas sucessivas épocas culturais. Os mosaicos evidenciam a passagem da influência pagã à cristã, como a substituição de motivos florais e animais por desenhos geométricos. Em Chipre abundam as igrejas, pintadas com murais e ícones que abarcam estilos dos séculos X a XVII. 

Desde o cimo do Monte Olimpos até às costas e suaves planícies, Chipre é uma ilha para desfrutar a natureza, sendo um lugar privilegiado para a observação de aves e um “paraíso” para os arqueólogos. 

Chipre beneficia de uma paisagem altamente contrastante, desde férteis planícies na parte central, até terras áridas cobertas de vinhedos e quilómetros de praias arenosas; cerca de 1/5 da ilha está coberta por bosques. 

Alguns dos principais produtos agrícolas resultam do cultivo de oliveiras, citrinos e vinhedos. Não obstante, como resultado do rápido desenvolvimento económico global, surgiu uma economia fundamentada nos serviços, em lugar dos modelos tradicionais de exploração agrícola e mineira. 

Uma das especialidades gastronómicas da ilha é o “Halloumi”, queijo de textura elástica, elaborado com queijo de cabra ou de ovelha. 

A fechar esta breve “viagem” por Chipre, alguns dados estatísticos de carácter sócio-económico: PIB “per capita”, 20 615 euros; Taxa de inflação, 2,8 %; Taxa de desemprego, 3,3 %; número de automóveis por 100 habitantes, 34; número de telemóveis por 100 habitantes, 41; número de utilizadores de Internet por 100 habitantes, 20. 

Actualmente, Chipre está económica e politicamente orientado para a Europa, especificamente para a União Europeia, tendo solicitado a sua adesão em 1990, constituindo uma esperança para a resolução das históricas divergências entre as comunidades grega e turca.

[113]

1 Agosto, 2003 at 7:21 am


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Agosto 2003
S T Q Q S S D
« Jul   Set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.