Archive for 28 Novembro, 2022

Mundial 2022 – Resultados e Classificações – 2ª jornada

GRUPO A        Jg  V  E  D   G  Pt  Qatar-Equador.........0-2
P. Baixos  Países Baixos  2  1  1  -  3-1  4  Senegal-Países Baixos.0-2
Equador    Equador  2  1  1  -  3-1  4  Qatar-Senegal.........1-3
Senegal    Senegal  2  1  -  1  3-3  3  Países Baixos-Equador.1-1
Qatar      Qatar  2  -  -  2  1-5  -  Países Baixos-Qatar...---
                                    Equador-Senegal.......---

GRUPO B        Jg  V  E  D   G  Pt  Inglaterra-Irão.......6-2
Inglaterra Inglaterra  2  1  1  -  6-2  4  EUA-País Gales........1-1
Irão       Irão  2  1  -  1  4-6  3  Inglaterra-EUA........0-0
EUA        EUA  2  -  2  -  1-1  2  País Gales-Irão.......0-2
País Gales País de Gales  2  -  1  1  1-3  1  País Gales-Inglaterra.---
                                    Irão-EUA..............---

GRUPO C        Jg  V  E  D   G  Pt  Argentina-A. Saudita..1-2
Polónia    Polónia  2  1  1  -  2-0  4  México-Polónia........0-0
Argentina  Argentina  2  1  -  1  3-2  3  Argentina-México......2-0
A. Saudita A. Saudita  2  1  -  1  2-3  3  Polónia-A. Saudita....2-0
México     México  2  -  1  1  0-2  1  Polónia-Argentina.....---
                                    A. Saudita-México.....---

GRUPO D        Jg  V  E  D   G  Pt  França-Austrália......4-1
França     França  2  2  -  -  6-2  6  Dinamarca-Tunísia.....0-0
Austrália  Austrália  2  1  -  1  2-4  3  França-Dinamarca......2-1
Dinamarca  Dinamarca  2  -  1  1  1-2  1  Tunísia-Austrália.....0-1
Tunísia    Tunísia  2  -  1  1  0-1  1  Tunísia-França........---
                                    Austrália-Dinamarca...---

GRUPO E        Jg  V  E  D   G  Pt  Espanha-Costa Rica....7-0
Espanha    Espanha  2  1  1  -  8-1  4  Alemanha-Japão........1-2
Japão      Japão  2  1  -  1  2-2  3  Espanha-Alemanha......1-1
Costa Rica Costa Rica  2  1  -  1  1-7  3  Japão-Costa Rica......0-1
Alemanha   Alemanha  2  -  1  1  2-3  1  Japão-Espanha.........---
                                    Costa Rica-Alemanha...---

GRUPO F        Jg  V  E  D   G  Pt  Bélgica-Canadá........1-0
Croácia    Croácia  2  1  1  -  4-1  4  Marrocos-Croácia......0-0
Marrocos   Marrocos  2  1  1  -  2-0  4  Bélgica-Marrocos......0-2
Bélgica    Bélgica  2  1  -  1  1-2  3  Croácia-Canadá........4-1
Canadá     Canadá  2  -  -  2  1-5  -  Croácia-Bélgica.......---
                                    Canadá-Marrocos.......---

GRUPO G        Jg  V  E  D   G  Pt  Brasil-Sérvia.........2-0
Brasil     Brasil  2  2  -  -  3-0  6  Suíça-Camarões........1-0
Suíça      Suíça  2  1  -  1  1-1  3  Brasil-Suíça..........1-0
Camarões   Camarões  2  -  1  1  3-4  1  Camarões-Sérvia.......3-3
Sérvia     Sérvia  2  -  1  1  3-5  1  Camarões-Brasil.......---
                                    Sérvia-Suíça..........---

GRUPO H        Jg  V  E  D   G  Pt  Portugal-Ghana........3-2
Portugal   Portugal  2  2  -  -  5-2  6  Uruguai-Coreia Sul....0-0
Ghana      Ghana  2  1  -  1  5-5  3  Portugal-Uruguai......2-0
Coreia Sul Coreia do Sul  2  -  1  1  2-3  1  Coreia Sul-Ghana......2-3
Uruguai    Uruguai  2  -  1  1  0-2  1  Coreia Sul-Portugal...---
                                    Ghana-Uruguai.........---

Melhores Marcadores:

  • 3 golos – Enner Valencia (Equador) e Kylian Mbappé (França)
  • 2 golos – Álvaro Morata (Espanha), Andrej Kramarić (Croácia), Bruno Fernandes (Portugal), Bukayo Saka (Inglaterra), Cho Gue-sung (Coreia do Sul), Cody Gakpo (Países Baixos), Ferrán Torres (Espanha), Lionel Messi (Argentina), Mehdi Taremi (Irão), Mohammed Kudus (Ghana), Olivier Giroud (França) e Richarlison (Brasil)

28 Novembro, 2022 at 10:00 pm Deixe um comentário

Mundial 2022 – Portugal – Uruguai

Portugal Uruguai 2-0

Portugal Diogo Costa, João Cancelo, Rúben Dias, Pepe, Nuno Mendes (42m – Raphaël Guerreiro), Wiliam Carvalho (82m – João Palhinha), Bruno Fernandes, Bernardo Silva, Rúben Neves (69m – Rafael Leão), João Félix (82m – Matheus Nunes) e Cristiano Ronaldo (82m – Gonçalo Ramos)

Uruguai Sergio Rochet, José María Giménez, Diego Godín (62m – Facundo Pellistri), Sebastián Coates, Guillermo Varela, Federico Valverde, Rodrigo Bentancur, Matías Vecino (62m – Giorgian De Arrascaeta), Mathias Olivera (86m – Matías Viña), Edinson Cavani (72m – Luis Suárez) e Darwin Núñez (72m – Maximiliano Gómez)

1-0 – Bruno Fernandes – 54m
2-0 – Bruno Fernandes (pen.) – 90m

Cartões amarelos – Rúben Neves (38m), João Félix (77m) e Rúben Dias (89m); Rodrigo Bentancur (6m) e Mathias Olivera (44m)

Árbitro – Alireza Faghani (Irão)

Lusail Stadium – Lusail, Al Daayen (22h00 / 19h00)

Este foi um jogo com bastantes pontos de contacto com a partida de estreia de Portugal no Mundial, outra vez a assumir a iniciativa e com domínio a nível da posse – mesmo que não tivesse sido o “dono da bola” em tão larga extensão como sucedera no encontro ante o Ghana.

O Uruguai não foi, igualmente, tão “inofensivo” quanto o tinham sido os africanos na primeira parte daquele desafio, mas, ainda assim, não deixou de surpreender alguma passividade de quem, teoricamente, estaria mais necessitado de ganhar o jogo, privilegiando, durante largo período, o procurar “não deixar jogar o adversário”.

Com Danilo lesionado, entrou Pepe para o eixo defensivo; pelo mesmo motivo, Otávio foi também substituído por William. Fernando Santos arriscou ainda fazer alinhar de início Nuno Mendes (no lugar de Guerreiro), mas esta troca não correria bem, visto que o lateral se viria a ressentir de lesão, acabando por ter de sair ainda antes do intervalo.

A equipa portuguesa repetiu uma actuação com muitas trocas de bola, mas, muitas vezes, passes curtos e lateralizados, de novo com a pecha da falta de velocidade, sem a dinâmica necessária para criar desequilíbrios e, consequentemente, poder romper a estrutura defensiva adversária.

Não obstante tenha efectuado nove tentativas de remate à baliza, a melhor oportunidade de golo, durante a primeira parte, seria do Uruguai, com Diogo Costa – redimindo-se da desconcentração do final da partida com o Ghana – a executar excelente defesa… uma intervenção que “valeu um golo” (negado a Bentancur).

Tal como sucedera no primeiro jogo, o tento inaugural surgiria de forma algo fortuita, num lance “estranho”: um centro “bombeado” de Bruno Fernandes para a zona da pequena área, com Cristiano Ronaldo a aparecer desmarcado, a aplicar a sua tradicional capacidade de impulsão, mas, desta feita – mesmo que tenha “reclamado” ter desviado a bola – a não conseguir, por “milímetros”, tocar-lhe… ainda assim, o seu gesto técnico (“cabeceamento na atmosfera”) seria determinante para ludibriar o guardião uruguaio, que ficou desarmado, a ver a bola seguir uma trajectória directa à sua baliza.

Com o tempo a passar e o resultado a manter-se, sem “nada a perder”, o Uruguai procurou agitar o jogo, trocando a dupla de avançados (fazendo entrar Suárez e Maxi Gómez para os lugares de Cavan e Darwin). E seria Gómez a provocar o maior “susto” para Portugal, acertando no poste, escassos minutos após ter entrado em campo.

O seleccionador português optou então por fechar os caminhos para a baliza, com as entradas de Palhinha e Matheus Nunes – isto já depois de nova aposta em Rafael Leão não ter sido, desta vez, tão bem sucedida.

Até final Portugal conseguiria manter a bola afastada do seu reduto defensivo, não dando possibilidades aos uruguaios. E, já em período de compensação, num muito controverso lance de contacto da bola com o braço (de Giménez, em queda, apoiando-se no chão), numa interpretação inapropriada por parte do “VAR”, originou o bis de Bruno Fernandes, na conversão da consequente grande penalidade.

Com a equipa Uruguai “entregue”, conformada com a derrota, a equipa nacional poderia ter ainda ampliado a contagem, por duas vezes, e, novamente, através de um inspirado Bruno Fernandes, primeiro com Rochet a “tapar a baliza”, e, de imediato, com um remate ao poste. A ter sucedido, o 3-0 teria sido punição demasiado severa para os sul-americanos, não justificando a exibição da formação portuguesa tal desnível no marcador.

Portugal conseguia a “desforra” da eliminação (nos 1/8 de final) do Mundial de 2018, ante esta mesma selecção do Uruguai, garantindo, ainda com um jogo por disputar, o apuramento para tal fase a eliminar – desta vez sem necessidade de recurso “à calculadora”.

28 Novembro, 2022 at 9:59 pm Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Novembro 2022
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.