Archive for 10 Abril, 2007

RAMBLAS

10 Abril, 2007 at 9:53 pm Deixe um comentário

LIGA DOS CAMPEÕES – 1/4 FINAL

Bayern – AC Milan – 11/4 / 2-2 (—)
Liverpool – PSV Eindhoven – 11/4 / 3-0 (—)
Manchester United – Roma – 7-1 / 1-2 (8-3)
Valencia – Chelsea – 1-2 / 1-1 (2-3)

Três (contando já, por antecipação, com o Liverpool…) em quatro: uma espécie de “Liga dos Campeões Ingleses”, com o Manchester United e o Chelsea a conquistar o apuramento com requintes de “malvadez”; a equipa de Manchester arrasando com a Roma, com um vendaval de golos (aos 11, 17, 19, 44, 49, 60 e 81 minutos – chegando aos 6-0, com os italianos a marcarem o seu “ponto de honra” aos 69 minutos), em mais uma noite mágica, com a contribuição de Cristiano Ronaldo (2 golos, a fechar a primeira parte… e a abrir a segunda); o Chelsea alcançando o tento que lhe garantiu a passagem às 1/2 Finais já no período de compensação. Bayern ou AC Milan, um deles será o “convidado de honra” nesta festa inglesa.


10 Abril, 2007 at 9:39 pm Deixe um comentário

CHELSEA E BARCELONA NO YOUTUBE

O Chelsea e o Barcelona são os clubes precursores de uma nova tendência: a da criação de um “canal” específico do clube, via YouTube (http://www.youtube.com/chelseafc e http://www.youtube.com/fcbarcelona), ao mesmo tempo que promovem os respectivos canais televisivos: ChelseaTV e BarçaTV.

10 Abril, 2007 at 4:01 pm Deixe um comentário

CÓDIGO DE CONDUTA PARA BLOGGERS

Um draft de “Código de conduta para bloggers”, por Tim O’Reilly, de que se destacam os pontos seguintes:

1. We take responsibility for our own words and for the comments we allow on our blog.

2. We won’t say anything online that we wouldn’t say in person.

3. We connect privately before we respond publicly.

4. When we believe someone is unfairly attacking another, we take action.

5. We do not allow anonymous comments.

6. We ignore the trolls.

(via Ponto Media)

10 Abril, 2007 at 12:32 pm 2 comentários

TAÇA UEFA – 1/4 FINAL

AZ Alkmaar – Werder Bremen – 0-0
Bayer Leverkusen – Osasuna – 0-3
Sevilla – Tottenham – 2-1
Espanyol – Benfica – 3-2


EspanyolBenfica

L’Espanyol ho tenia tot fet (3-0) però va deixar sortir viu el Benfica i s’haurà de guanyar la classicació a Lisboa i sense Tamudo.

La plantilla de l’Espanyol es va despertar ahir amb la sensació d’haver deixat escapar una ocasió històrica per enfonsar el Benfica. Un minut, concretament 90 segons que van del minuts 63 al 65, va ser fatídic per a la moral blanc-i-blava, ja que els gols de Nuno Gomes i Simão van deixar oberta l’eliminatòria.

(Jornal El 9 – Esportiu de Catalunya, de 7 de Abril de 2007)

Passaram já alguns dias, mas a sensação que perdura da partida a que assisti no Estádio Olímpico de Barcelona (bem composto, com perto de 5 000 adeptos benfiquistas) é a mesma: a de que, num jogo atípico, o Benfica, completamente perdido e “atordoado” pelo contra-ataque do Espanyol (com uma atitude que mais parecia ser a de uma equipa a jogar “fora de casa”), teve a eliminatória perdida. Depois, num assomo de orgulho – perante uma equipa que lhe é claramente inferior -, teve ainda a felicidade de, no espaço de dois minutos, reentrar na disputa da eliminatória, não tendo contudo sabido aproveitar então o “desnorte” dos catalães para empatar o jogo e sair de Barcelona já com vantagem (também penalizado pelo árbitro, que “não viu” uma grande penalidade a favor da equipa portuguesa).

Uma equipa que denota estar “no limite”, com um plantel escasso, sem a confiança do treinador, apostando praticamente sempre no mesmo “onze-base”, com alguns reforços que não têm “90 minutos nas pernas”, casos de Rui Costa ou Mantorras e com Derlei a continuar a “passar ao lado dos jogos”. E com uma defesa intranquila, com a juventude de David Luiz e a insegurança de Anderson. Com Nélson bastante irregular e com Nuno Gomes claramente fora de forma. Subsiste a maestria de Rui Costa, a impulsividade de Miccoli e o esforço de Simão, que continua a “carregar a equipa às costas”, com uma exibição coroada com um golo na sequência de uma excelente iniciativa individual, “de raiva”.

Já depois de amanhã, no Estádio da Luz, a decisão da eliminatória: ao Benfica bastará um golo; julgo que o conseguirá; necessita contudo ter maior concentração defensiva, em ordem a neutralizar o contra-ataque do Espanyol.

Espanyol – Gorka Iraizoz, Zabaleta (69m – Lacruz), Torrejón, Jarque, Chica, Moisés, De la Peña, Rufete (80m – Ito), Luis Garcia, Riera e Tamudo (53m – Pandiani)

Benfica – Quim, Nélson, Anderson, David Luiz, Léo, Petit, Karagounis, João Coimbra (36m – Rui Costa), Derlei (57m – Miccoli), Simão Sabrosa e Nuno Gomes

1-0 – Tamudo – 15m
2-0 – Riera – 33m
3-0 – Pandiani – 58m
3-1 – Nuno Gomes – 63m
3-2 – Simão Sabrosa – 65m

Cartões amarelos – Zabaleta (26m) e Riera (64m); Anderson (3m) e Simão Sabrosa (37m)

Árbitro – Eric Braamhaar (Holanda)

10 Abril, 2007 at 8:57 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Abril 2007
S T Q Q S S D
« Mar   Maio »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.