Archive for 2 Julho, 2021

EURO 2020 – 1/4 de final – Bélgica – Itália

BélgicaItália1-2

Bélgica Thibaut Courtois, Toby Alderweireld, Thomas Vermaelen, Jan Vertonghen, Thomas Meunier (69m – Nacer Chadli) (73m – Dennis Praet), Axel Witsel, Youri Tielemans (69m – Dries Mertens), Thorgan Hazard, Kevin De Bruyne, Jeremy Doku e Romelu Lukaku

Itália Gianluigi Donnarumma, Giovanni Di Lorenzo, Leonardo Bonucci, Giorgio Chiellini, Leonardo Spinazzola (79m – Emerson dos Santos), Nicolò Barella, Jorge Frello Filho “Jorginho”, Marco Verratti (74m – Bryan Cristante), Federico Chiesa (90m – Rafael Tolói), Lorenzo Insigne (79m – Domenico Berardi) e Ciro Immobile (74m – Andrea Belotti)

0-1 – Nicolò Barella – 31m
0-2 – Lorenzo Insigne – 44m
1-2 – Romelu Lukaku (pen.) – 45m

“Melhor em campo” – Lorenzo Insigne

Amarelos – Marco Verratti (20m) e Domenico Berardi (90m); Youri Tielemans (21m)

Árbitro – Slavko Vinčić (Eslovénia)

Fußball Arena München – Munique (20h00)

A série de 14 vitórias consecutivas da Bélgica neste Campeonato da Europa (dez na fase de qualificação e quatro na fase final) foi interrompida por uma superior Itália, que – contando com o desfecho do prolongamento da eliminatória precedente – avançou para o 15.º triunfo nesta competição, em outros tantos desafios disputados (em paralelo, alcançando a 13.ª vitória sucessiva nos seus últimos 13 jogos)!

Na intensa partida desta noite, em Munique, os transalpinos, com uma excelente primeira parte, adquiriram vantagem que se revelaria intransponível – tendo ainda desperdiçado, pelo menos, uma outra soberana ocasião de golo -, mesmo que os belgas tivessem reduzido para a diferença mínima no minuto imediato ao segundo tento italiano (resultado de uma magnífica execução de Insigne).

Na segunda metade a equipa da Bélgica – ainda que condicionada pela ausência de Eden Hazard, e com De Bruyne a “meio gás” – porfiou, chegando mesmo a empurrar o adversário para a sua zona defensiva, nos minutos finais, procurando criar oportunidades, mas que acabariam por se revelar infrutíferas.

Uma Itália, a dar prova de saber gerir os vários momentos do jogo, quer a criar e a atacar, como, quando necessário, a defender (e, solidária, a “sofrer”), confirmando-se como um grupo muito consistente – apesar de, provavelmente, ter ficado privada de Spinazzola, por lesão – perfila-se como um dos principais candidatos ao título, tendo, agora, encontro marcado com a Espanha, em Wembley.

2 Julho, 2021 at 9:56 pm Deixe um comentário

EURO 2020 – 1/4 de final – Suíça – Espanha

SuíçaEspanha1-1 (1-3 g.p.)

Suíça Yann Sommer, Nico Elvedi, Manuel Akanji, Ricardo Rodríguez, Silvan Widmer (100m – Kevin Mbabu), Denis Zakaria (100m – Fabian Schär), Remo Freuler, Steven Zuber (90m – Christian Fassnacht), Xherdan Shaqiri (81m – Djibril Sow), Breel Embolo (23m – Ruben Vargas) e Haris Seferović (81m – Mario Gavranović)

Espanha Unai Simón, César Azpilicueta, Aymeric Laporte, Pau Torres (113m – Thiago Alcântara), Jordi Alba, Jorge Merodio “Koke” (90m – Marcos Llorente), Sergio Busquets, Pedro “Pedri” González (119m – Rodrigo “Rodri” Hernández), Ferran Torres (91m – Mikel Oyarzabal), Pablo Sarabia (45m – Dani Olmo) e Álvaro Morata (54m – Gerard Moreno)

0-1 – Denis Zakaria (p.b.) – 8m
1-1 – Xherdan Shaqiri – 68m

Desempate da marca de grande penalidade:
Sergio Busquets rematou ao poste
1-0 – Mario Gavranović
1-1 – Dani Olmo
Fabian Schär permitiu a defesa a Unai Simón
Rodrigo “Rodri” Hernández permitiu a defesa a Yann Sommer
Manuel Akanji permitiu a defesa a Unai Simón
1-2 – Gerard Moreno
Ruben Vargas rematou por alto
1-3 – Mikel Oyarzabal

“Melhor em campo” – Unai Simón

Amarelos – Silvan Widmer (67m) e Mario Gavranović (120m); Aymeric Laporte (90m)

Vermelho – Remo Freuler (77m)

Árbitro – Michael Oliver (Inglaterra)

Krestovsky Stadium – S. Petersburgo (17h00)

A Espanha esteve quase sempre “por cima” no jogo, mas, tendo deixado baixar o ritmo, permitiu que a Suíça pudesse ameaçar, e, inclusivamente, chegar mesmo ao golo. Sendo que, nos minutos imediatos, a formação espanhola, acusando o toque, como que “abanou”, galvanizando os helvéticos.

Porém, as circunstâncias do encontro alterar-se-iam substancialmente com a expulsão de Freuler, sancionado na sequência de uma entrada imprudente e perigosa sobre um adversário. Ainda assim, mesmo em superioridade numérica, a Espanha optou por não arriscar nos cerca de 15 minutos que se jogaram ainda no tempo regulamentar, preferindo levar a decisão para o prolongamento.

Nesse período extra – o segundo sucessivo para ambas as selecções -, os espanhóis foram, então, claramente dominadores, criando várias situações de perigo, todavia sem conseguir concretizar. Por seu lado, a equipa suíça – que, entretanto, fizera substituir todos os (seis) jogadores de campo, à excepção do trio defensivo – remetia-se à sua zona mais recuada, defendendo praticamente em cima da baliza.

Com o tempo a correr, a Espanha não teria contudo o discernimento para chegar ao golo, pelo que acabou por ter de se recorrer, outra vez, ao desempate da marca de grande penalidade, afinal o que os suíços agora tanto desejavam e em que tanto confiavam – em especial no desempenho do seu guardião – para poder superar o adversário.

Só que, desta vez – e mesmo tendo repetido o alinhamento dos jogadores chamados a tentar converter tais pontapés, face ao que tinha registado contra a França -, ao invés do pleno antes alcançado, somente conseguiriam converter uma das quatro tentativas de que dispuseram. A Espanha até tinha entrado muito mal, falhando logo na sua primeira tentativa (numa incrível série de “grandes penalidades” desperdiçadas), vindo ainda a permitir uma defesa a Sommer, mas, depois, marcaria nos outros três remates, com Unai Simón, com dois remates defendidos, a sair como “herói” deste apuramento para as meias-finais.

2 Julho, 2021 at 7:43 pm Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Julho 2021
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.