UMBERTO ECO – O PÊNDULO DE FOUCAULT (V)

23 Abril, 2004 at 1:58 pm

“Certo, inventaram o cheque, e antes dos banqueiros florentinos. Portanto estão a perceber, entre doações, conquistas à mão armada e provisões sobre as operações financeiras os Templários transformam-se numa multinacional.

Para dirigir uma empresa deste género era precisa gente de cabeça. Gente que consiga convencer Inocêncio II a conceder-lhes privilégios excepcionais: a Ordem pode conservar todos os despojos de guerra, e onde quer que possua bens não responde perante o rei, nem perante os bispos ou perante o patriarca de Jerusalém, mas só perante o papa. Isentos em todo o lado das décimas, têm direito a impô-las eles mesmos sobre as terras que controlam.

Em resumo, é uma empresa sempre com activo em que ninguém pode meter o nariz. Compreende-se assim por que razão são mal vistos pelos bispos e reinantes, e no entanto não se pode passar sem eles.”

P. S. Novo agradecimento, ao Segredos; mais um bom “blogue no Sapo”.

[1219]

Entry filed under: Livro do mês.

25 DE ABRIL – COMUNICADO ÀS 14h30 25 DE ABRIL – VISÃO "DO OUTRO LADO"


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Abril 2004
S T Q Q S S D
« Mar   Maio »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: