Archive for 2 Novembro, 2011

Liga dos Campeões – 4ª Jornada – Resultados e Classificações

Grupo A
Bayern – Napoli – 3-2
Villarreal – Manchester City – 0-3

Bayern, 10; 2º Manchester City, 7; 3º Napoli, 5; 4º Villarreal, 0

Grupo B
Trabzonspor – CSKA Moscovo – 0-0
Inter – Lille – 2-1

Inter, 9; 2º CSKA Moscovo e Trabzonspor, 5; 4º Lille, 2

Grupo C
Manchester United – Otelul Galati – 2-0
Benfica – Basel – 1-1

Manchester United e Benfica, 8; 3º Basel, 5; 4º Otelul Galati, 0

Grupo D
Lyon  – Real Madrid – 0-2
Ajax – D. Zagreb – 4-0

Real Madrid, 12; 2º Ajax, 7; 3º Lyon, 4; 4º D. Zagreb, 0

Grupo E
Valencia – Bayer Leverkusen – 3-1
Genk – Chelsea – 1-1

Chelsea, 8; 2º Bayer Leverkusen, 6; 3º Valencia, 5; 4º Genk, 2

Grupo F
Arsenal – Marseille – 0-0
B. Dortmund – Olympiakos – 1-0

Arsenal, 8; 2º Marseille, 7; 3º B. Dortmund, 4; 4º Olympiakos, 3

Grupo G
Zenit – Shakhtar Donetsk – 1-0
APOEL – FC Porto – 2-1

APOEL, 8; 2º Zenit, 7; 3º FC Porto, 4; 4º Shakhtar Donetsk, 2

Grupo H
BATE Borisov – AC Milan – 1-1
Viktoria Plzen – Barcelona – 0-4

Barcelona, 10; 2º AC Milan, 8; 3º BATE Borisov, 2; 4º Viktoria Plzen, 1

Barcelona, AC Milan e Real Madrid (que conta por vitórias os 4 jogos disputados) são os três primeiros clubes a garantir desde já, ainda com duas jornadas por disputar, o apuramento para os 1/8 Final da Liga dos Campeões.

O que, com a primeira derrota de sempre de uma equipa portuguesa frente a uma formação cipriota, ficou bastante mais complicado para o FC Porto…

Por seu lado, também o Benfica – que, em caso de vitória, poderia ter já hoje alcançado matematicamente a qualificação – viu as contas do apuramento complicarem-se, com o empate cedido em casa. Não obstante, mantém uma vantagem importante, em princípio apenas necessitando de vencer um dos dois jogos finais desta fase de Grupos, o último dos quais a disputar em casa, frente ao Otelul Galati.

Estão já afastadas da possibilidade de atingir os 1/8 Final as equipas do Villarreal, Otelul Galati, D. Zagreb, BATE Borisov e Viktoria Plzen.

2 Novembro, 2011 at 10:38 pm Deixe um comentário

Liga dos Campeões – 4ª Jornada (Benfica – Basel)

BenficaBenfica – Artur Moraes, Maxi Pereira, Ezequiel Garay, Luisão, Luís Martins (64m – Miguel Vítor), Nemanja Matic, Bruno César, Axel Witsel, Nico Gaitán (82m – Nolito), Pablo Aimar (73m – Óscar Cardozo) e Rodrigo

BaselBasel – Yann Sommer, Markus Steinhofer, David Angel Abraham, Aleksandar Dragovic, Park Joo Ho, Xherdan Shaquiri, Benjamin Huggel, Scott Chipperfield (8m – Genséric Kusunga), Granit Xhaka (81m – Adilson Cabral), Fabian Frei e Jacques Zoua (90m – Kwan-Ryong Pak)

1-0 – Rodrigo – 4m
1-1 – Benjamin Huggel – 64m

Cartões amarelos – Pablo Aimar (45m), Ezequiel Garay (45m), Maxi Pereira (57m) e Miguel Vítor (89m); Park Joo Ho (18m) e Benjamin Huggel (34m)

Árbitro – Carlos Velasco Carballlo (Espanha)

Depois de marcar antes dos 30 segundos de jogo, no último jogo do campeonato frente ao Olhanense, um super-confiante Rodrigo começaria por tentar a sua sorte logo no minuto inicial, na sequência de mais uma combinação com Aimar, vendo o golo ser-lhe negado pela excelente intervenção do guarda-redes Sommer…

Não obstante, não demoraria muito a inaugurar o marcador: logo aos 4 minutos, o jovem espanhol, de origem brasileira, colocava o Benfica em vantagem!

Com uma boa dinâmica, o Benfica impôs um ritmo forte ao longo da primeira meia hora, em que controlou o jogo, criando mais uma ou outra ocasião de perigo, mas sem adequada concretização.

No último quarto de hora, a equipa suíça conseguiria equilibrar a partida, começando a soltar-se e a surgir em zonas mais avançadas do terreno, tendo também chegado a ameaçar a baliza do Benfica. Ficaria, contudo, por sancionar, uma grande penalidade contra o Basel, por corte com a mão na área.

No segundo tempo, competia ao Basel continuar a procurar o golo que impedisse a qualificação automática do Benfica para os 1/8 Final. E os suíços assim fizeram: assenhorearam-se da bola, foram empurrando a equipa portuguesa para o seu meio-campo, construindo jogo ofensivo.

Com o treinador Jorge Jesus a cumprir um jogo de castigo, o seu adjunto (Raul José) não seria feliz, quando, para prevenir o intensificar das investidas suíças pelo lado direito do seu ataque, substituiu o estreante Luís Martins (que ocupou o lugar do também suspenso Emerson) por Miguel Vítor; no lance imediato, o Basel empatava o jogo. E, logo após, faltaria uma ponta de felicidade ao Benfica, muito perto de chegar ao segundo golo, novamente por intermédio de Rodrigo.

O jogo animaria então bastante, com ambas as equipas a adoptar uma atitude positiva, de busca do golo, numa toada de “parada e resposta”.

Porém, e não obstante ambos os sectores defensivos tenham passado por alguns apuros, o resultado acabaria por não se alterar, com a equipa suíça a acabar por se revelar satisfeita  com o empate – como o denota a substituição efectuada já em período de descontos -, que mantém tudo em aberto no que respeita ao apuramento, com Benfica, Manchester United e Basel a poderem inclusivamente chegar ao fim desta fase igualados em pontos.

2 Novembro, 2011 at 10:36 pm Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Novembro 2011
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.