Archive for 21 Junho, 2007

PORTUGAL AFASTADO DOS JOGOS OLÍMPICOS (FUTEBOL)

Holanda, Sérvia, Bélgica e Itália serão os 4 representantes da Europa na prova de Futebol dos Jogos Olímpicos de 2008, a realizar em Pequim.

No “play-off” hoje disputado (apurando o 5º classificado do Europeu de Sub-21), frente a uma poderosa selecção da Itália, a equipa portuguesa assumiu a iniciativa do jogo, procurando sempre mais o golo que a equipa italiana, que se veria reduzida a 10 elementos, cerca dos 75 minutos, por expulsão de um seu jogador.

A selecção nacional beneficiou de algumas flagrantes oportunidades de golo, ainda no tempo regulamentar, e, também, no decorrer do prolongamento, mas revelar-se-ia incapaz de concretizar o seu domínio.

Na “lotaria” do desempate na marcação de pontapés de grande penalidade, a Itália foi mais feliz / eficaz, conseguindo vencer por 4-3, com João Moutinho, Nani e Miguel Veloso a converterem em golo os seus remates, mas com Manuel Fernandes a permitir a defesa ao guarda-redes italiano, Viviano, e com Antunes a rematar ao lado da baliza.

21 Junho, 2007 at 10:27 pm Deixe um comentário

CAMPEONATO DO MUNDO DE HÓQUEI EM PATINS – 1/4 FINAL

1/4 FINAL

Espanha – Angola – 8-0
Itália – França – 3-1
Portugal – Suíça – 2-2 (2-3 a.p.)
Argentina – Brasil – 2-1

Nas 1/2 Finais da prova, a disputar amanhã, a Espanha defrontará a Itália, enquanto a Suíça jogará com a Argentina.

Após 37 edições em que Portugal sempre marcara presença nos lugares de honra (4 primeiros), ao averbar a primeira derrota da sua história frente à Suíça em jogos do Campeonato do Mundo (depois de um empate, em 1939, e de 23 vitórias consecutivas), a equipa portuguesa regista hoje a mais infeliz página da sua longa e gloriosa história, não lhe restando mais que a disputa do 5º lugar.

Algo que, nas últimas décadas (desde 1970), ocorrera já com as outras “grandes potências” da modalidade: com a Espanha (em 1991); com a Argentina (em 1990); e com a Itália (em 1995, 1991, 1982, 1980, 1978, 1976, 1974 e 1972).

Na partida de hoje, Portugal rapidamente chegou ao 2-0 (ainda antes dos 10 minutos), não tendo depois conseguido manter o ritmo; a Suíça, equilibrando o jogo, reduziu para 1-2 cerca dos 15 minutos. Na segunda parte, a equipa da casa, empolgada com a forma como o encontro estava a decorrer, conseguiria mesmo chegar ao golo do empate. A partir daí, a equipa portuguesa intranquilizou-se, situação bem patente no prolongamento, com a Suíça mais confiante, em que um “golo de ouro” provocou a grande surpresa deste Mundial.

Portugal apresentou-se com uma equipa jovem, num processo de renovação porventura algo prematuro, notoriamente sem capacidade para competir com os grandes colossos mundiais: a favorita Espanha, a Argentina e, eventualmente em menor escala (também em fase de renovação), a Itália. Assim arredado do pódio (parece-me que dificilmente Portugal poderia almejar melhor que o 4º lugar), resta à equipa portuguesa defender o seu brio, procurando minimizar o desastre.


Apuramento 9º ao 16º lugar        

Alemanha – Holanda – 6-4
Chile – Colômbia – 3-2
EUA – Andorra – 1-4
Inglaterra – Moçambique – 1-2

21 Junho, 2007 at 8:43 pm Deixe um comentário

MANCHETES DO DIA – 21.06.07

– Interrupção Voluntária da Gravidez isenta de taxas moderadoras – nova lei entra em vigor a 15 de Julho

– Viatura de matrícula portuguesa detectada em Ayamonte com 100 kg de explosivos, alegadamente pertencente à ETA

21 Junho, 2007 at 7:30 pm Deixe um comentário

CONVENTO DE CRISTO (IV)

“No interior impõe-se a visita aos claustros da Lavagem, onde se procedia aos trabalhos de limpeza e manutenção das roupas dos monges, e o do cemitério, onde se encontram sepultados os habitantes do antigo convento, como é o caso de Diogo da Gama, irmão de Vasco da Gama e embaixador de D. Manuel I em Roma em 1502.

Seguem-se o Claustro da Hospedaria, com quatro galerias com arcadas duplas, separadas por contrafortes, onde o convento albergava os seus convidados ou os caminheiros em viagem. Também voltada para a rua estava o Claustro da Micha, com quatro alas abertas para o pátio por arcos plenos geminados e em asa de cesto, onde se distribuía alimento aos pobres. Mais recatado, o Claustro de Santa Bárbara, de pequenas dimensões, é ofuscado pela Janela do Capítulo. Daqui para chegar ao Claustro dos Corvos – estrutura quadrangular, com duas galerias de dupla arcada, separadas por contrafortes – passa-se pelos velhos açougue, cozinha, forno, casa de lenha e refeitório. Há ainda para descobrir o calefatório, onde se refugiavam os mais friorentos no pico do Inverno, e o das necessárias, com os anexos sanitários.”

“Público”, suplemento “Fugas” (série “Lugares Mágicos de Portugal”), 30 de Dezembro de 2006 – texto de Carla B. Ribeiro

21 Junho, 2007 at 8:42 am Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Junho 2007
S T Q Q S S D
« Maio   Jul »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.