O Pulsar do Campeonato – 14ª Jornada

22 Dezembro, 2019 at 11:00 am Deixe um comentário

O pulsar do campeonato - 2019-20 - 14jornada

(“O Templário”, 19.12.2019)

Praticamente a chegar a meio do campeonato, contando por vitórias os 14 desafios já disputados – numa fantástica série de triunfos, a ameaçar seriamente o registo de 16 jogos ganhos pelo Fátima na segunda parte da edição de 2015-16 da prova –, o U. Almeirim apresenta-se com caminho aberto para a conquista do título de Campeão Distrital, tendo adquirido, em função dos deslizes dos adversários, uma importante “margem de erro” (no mínimo poderá perder dois encontros e empatar outro), o que o deixa em situação muito privilegiada para encarar a segunda volta.

Destaques – No “jogo grande” da 14.ª jornada, o Coruchense levou de vencida o U. Tomar, por 2-0, passando agora ambos os clubes a partilhar o 2.º posto, mas já a nove pontos do líder.

Tal como sucedera em Almeirim (e, antes, em Tomar, frente ao Abrantes e Benfica), o União foi deveras penalizado pela pecha evidenciada a nível de finalização. O domínio patenteado pelos unionistas na maior parte do tempo de jogo revelou-se improfícuo e, portanto, insuficiente para pontuar, perante um oponente que, ao invés, teve um muito bom nível de aproveitamento das oportunidades de que beneficiou.

Assumindo a iniciativa do jogo praticamente desde o seu início, os tomarenses tiveram, ainda no primeiro tempo, por duas ou três ocasiões, a baliza à sua mercê, mas, por falhas próprias e alguma infelicidade, a bola não “quis” entrar. Na segunda metade, mesmo em desvantagem, os nabantinos não deixaram de procurar inverter a situação, novamente sem êxito, desperdiçando outra soberana possibilidade, acabando por ter de conformar-se com o desfecho negativo após terem sofrido o segundo tento, também já próximo do termo da partida.

O resultado final – traduzindo-se no sexto triunfo consecutivo do Coruchense –, pese embora obtido “contra a corrente”, premeia a solidez defensiva do grupo do Sorraia e a sua organização nas transições rápidas para o contra-ataque, perante uma formação tomarense algo condicionada por problemas físicos (vários jogadores com lesões em fase de recuperação).

Por seu lado, o comandante, recebendo a frágil equipa do Moçarriense, não teve dificuldade em, não só somar mais um (expectável) triunfo, como, com alguma naturalidade, impor uma goleada, por expressiva marca de 7-1, com a particularidade de os golos terem sido repartidos entre os avançados Igor Costa “(poker”) e João Gomes (“hat-trick”), ascendendo aos dois primeiros lugares da lista de melhores marcadores, no segundo caso a par do anterior líder, Tiago Vieira.

Tendo sido invertida a ordem dos jogos que havia sido ditada pelo sorteio, o Samora Correia ganhou, no seu reduto, ao Cartaxo, por 2-1 – quinto desaire sofrido pelos cartaxeiros (terceiro nos últimos quatro jogos), cada vez mais afastados dos lugares cimeiros (agora já a nove pontos do… 4.º lugar); quanto aos samorenses, instalam-se em posição tranquila a meio da tabela, a par de Amiense e Ferreira do Zêzere, com mais do dobro dos pontos dos clubes na “linha de água”.

A realçar ainda o embate entre Amiense e Mação, com o desfecho da partida a ficar “selado” logo nos minutos iniciais, com um golo para cada lado, tendo os homens da casa travado uma equipa que vinha em crescendo, sendo que os maçaenses repartem agora o 6.º lugar com o Cartaxo.

Confirmações – Numa ronda sem grandes surpresas a assinalar, nos restantes encontros os favoritos confirmaram a sua condição, somando os três pontos em disputa.

Começando pelo Abrantes e Benfica (4.º classificado, agora somente a um ponto do duo do 2.º lugar), bateu, com alguma tranquilidade, a turma da Glória do Ribatejo, por 2-0.

Melhor fez o Ferreira do Zêzere, aplicando “chapa 3” ao Pego, voltando assim às vitórias, de que se encontrava arredado há três jornadas, consolidando a sua posição na pauta classificativa.

Num confronto mais equilibrado, o Torres Novas ganhou por tangencial 1-0 ao Rio Maior, tendo-se isolado no 8.º posto.

Por fim, o Fazendense prossegue a sua notável campanha (agora no 5.º lugar, de forma destacada), tendo ido vencer aos Riachos por 2-0, agravando ainda mais a periclitante situação do Riachense – somou a oitava derrota consecutiva –, pelo que continua como “lanterna vermelha” do campeonato, a par do Pego, pese embora apenas dois pontos abaixo de Rio Maior e Moçarriense.

II Divisão Distrital – Na “Série A” os três primeiros venceram, reforçando as respectivas posições, perfilando-se como mais sérios candidatos ao apuramento para a fase final da prova, de apuramento de Campeão e de promoção: o Alcanenense, na Atalaia, por 2-0; o Tramagal, em casa, ante o Ferreira do Zêzere “B”, por 2-1; tendo o Entroncamento goleado o Aldeiense (6-1).

Na “Série B”, o embate entre os dois primeiros (Pontével e Marinhais), disputado no terreno deste último, saldou-se por um nulo, aproveitado pelo Benavente (ganhando, também com uma goleada por 6-1, frente ao Rebocho) para encurtar distâncias.

Campeonato de Portugal – O Fátima conseguiu uma muito boa vitória, por 3-1, ante o histórico Beira-Mar, ultrapassando na classificação, precisamente, esse adversário, ascendendo a um excelente 2.º lugar, instalando-se, pois, em posição de apuramento para o “play-off” final.

Quanto ao U. Santarém não conseguiu evitar a derrota caseira (1-2) ante o Oleiros, notável 4.º classificado, tendo baixado uma posição, ocupando agora o 13.º lugar, o último em zona de manutenção, somente um ponto acima do Oliveira do Hospital.

Antevisão – Neste fim-de-semana os campeonatos distritais fazem uma pausa por ocasião das festividades de Natal, regressando o futebol distrital, apenas a 29 de Dezembro, com a disputa de uma “pré-eliminatória” da Taça do Ribatejo, com as principais atenções focadas no Cartaxo-Coruchense, sendo de notar ainda o “derby” escalabitano entre Moçarriense e Amiense, com o U. Tomar a receber a visita do Marinhais, visando avançar para os 1/8 de final da competição.

No Campeonato de Portugal, o Fátima poderá ampliar o seu pecúlio pontual, em deslocação à Praia da Vitória (Açores), para defrontar o actual penúltimo classificado, Fontinhas. Já o U. Santarém, actuando também como visitante, defrontará precisamente o Oliveira do Hospital, numa partida que se afigura de grande relevância para o escalonamento da classificação.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 19 de Dezembro de 2019)

Entry filed under: Tomar.

Liga Europa – Sorteio dos 1/16 de Final O Pulsar do Campeonato – Taça do Ribatejo – Pré-Eliminatória

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Dezembro 2019
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: