O Pulsar do Campeonato – 12ª Jornada

8 Dezembro, 2019 at 11:00 am Deixe um comentário

O pulsar do campeonato - 2019-20 - 12jornada

(“O Templário”, 05.12.2019)

Com o líder, U. Almeirim, a ampliar a sua histórica série de vitórias para doze, enquanto o U. Tomar ganhou todos os seus últimos sete jogos frente aos restantes adversários, seguindo o Corcuchense com quatro triunfos sucessivos, tal traduz também o desequilíbrio que vem caracterizando este campeonato, bastante partido (já com nove pontos de diferença entre o 6.º e o 9.º lugares; e, em paralelo, com oito pontos entre esse 9.º classificado e a “linha de água”).

Destaques – O principal sublinhado da 12.ª jornada vai para a vitória averbada pelo U. Tomar em Amiais de Baixo, no regresso a casa da equipa do Amiense, tendo inaugurado novo relvado sintético no Campo da Azenha, num significativo investimento na melhoria das infra-estruturas.

Com uma entrada forte em campo, a turma da casa dominou na metade inicial do primeiro tempo, não concedendo espaço aos tomarenses, que tiveram, nessa fase, de ser bastante solidários, para salvaguardar a sua baliza. Revelando grande maturidade, os unionistas, foram, desta feita, eficazes, inaugurando o marcador numa das primeiras ocasiões de que beneficiaram, com Wemerson Silva a apontar o seu 50.º golo ao serviço do U. Tomar – o que, em paralelo, com os 40 tentos marcados na I Divisão Distrital, lhe proporciona igualar Bernardino (que alinhou pelos nabantinos no final da década de 80) como o melhor marcador do clube neste escalão.

Na segunda parte o Amiense voltou a procurar assumir a iniciativa, mas sem criar efectivas oportunidades de golo, perante uma bem organizada equipa tomarense, que ampliaria ainda a vantagem para 2-0, assim confirmando um importante triunfo, numa envolvente muito difícil.

Também digna de realce é, naturalmente, a vitória (2-0) do Coruchense sobre o Fazendense, colocando termo a um ciclo de três triunfos da formação das Fazendas, um desfecho que, possibilitando ainda o subsistir das esperanças do grupo do Sorraia, afasta o adversário de um eventual cenário de poder vir a discutir o lugar do topo da tabela.

E isto porque um imparável U. Almeirim cumpriu cabalmente o seu papel de comandante, batendo por convincente 3-1 o Mação (equipa que, tal como o Fazendense, vinha em crescendo, igualmente com vitórias nos três desafios anteriores), tendo voltado a beneficiar de novos deslizes de alguns dos mais próximos contendores (Fazendense e Cartaxo, no caso) para ampliar, já para treze pontos, o diferencial face a esse duo, que reparte agora a 5.ª posição.

Por fim, ainda uma nota para o regresso às vitórias do Abrantes e Benfica (agora 4.º classificado, a dez pontos do guia), ganhando na Moçarria por 2-0, no que constitui já o sexto desaire consecutivo do “lanterna vermelha”, Moçarriense.

Surpresa – A grande surpresa da jornada chegou precisamente do Cartaxo, onde os locais não conseguiram superiorizar-se ao Rio Maior, não tendo ido além da igualdade a um golo, vendo-se, desde já, praticamente forçados a abdicar da candidatura ao título assumida no início da época.

Confirmações – Nas outras três partidas os resultados confirmaram as expectativas, sendo, porém, de notar as dificuldades sentidas pelo Torres Novas para se impor (por tangencial 2-1) no “derby”, ante um Riachense que procura libertar-se dos lugares indesejados da cauda da tabela.

Em Ferreira do Zêzere, num encontro entre duas equipas de forças equilibradas, que dão passos seguros a caminho da tranquilidade, o Samora Correia impôs um empate a duas bolas, tendo inclusivamente chegado a dispor de vantagem no marcador.

Por fim, a formação da Glória do Ribatejo obteve um bom resultado (2-1) frente a um rival directo na disputa pela manutenção, o Pego, que não conseguiu, pois, dar sequência ao resultado positivo da semana anterior.

II Divisão Distrital – O Alcanenense parece atravessar período de menor fulgor, tendo empatado no terreno da Ortiga, também a dois golos, tendo agora o Tramagal (que goleou a U. Atalaiense por 5-2) a um escasso ponto, sendo que os tramagalenses têm um jogo disputado a menos. A equipa “B” do U. Tomar, assim como o novo clube do Entroncamento prosseguem a contenda pelo 3.º lugar, ambos também com robustas goleadas (6-1 no caso dos tomarenses, em Abrantes; 7-2 pela equipa ferroviária, recebendo também a equipa “B” do Ferreira do Zêzere).

A Sul, os líderes, Pontével e Marinhais, obtiveram boas vitórias em terreno alheio, respectivamente em Benavente (2-1) e no Porto Alto (1-0), consolidando a posição que ocupam, agora já com cinco pontos de vantagem sobre Espinheirense (batido na Golegã) e Forense (que ganhou 4-2 em Benfica do Ribatejo).

Campeonato de Portugal – Tal como se antecipava a 12.ª ronda foi bem positiva para os clubes do Distrito, com dois importantes triunfos: o Fátima, por difícil 3-2, ante o Torreense; o U. Santarém, por 3-1, na recepção ao V. Sernache.

Os fatimenses integram agora o quarteto que partilha o 3.º ao 6.º lugar, somente a dois pontos do Beira-Mar (2.º), mas, por outro lado, apenas com uma margem de cinco pontos sobre a “linha de água”; por seu lado os escalabitanos subiram ao 12.º lugar, somente um ponto acima de tal linha.

Antevisão – Na próxima jornada do Distrital da I Divisão os três emblemas da frente terão tarefas de grau de dificuldade diferenciado, mas em que não poderão desconcentrar-se, sob risco de poderem vir a ceder pontos: o U. Almeirim desloca-se ao Pego, sendo claro favorito, mas tendo, claro, de confirmar tal favoritismo dentro de campo; o jogo grande da ronda está agendado para Tomar, opondo U. Tomar e Cartaxo, um teste de exigência máxima para as duas formações; quanto ao Coruchense, não esperará decerto facilidades na visita a Rio Maior.

Na II Divisão, destacam-se os seguintes embates: uma cimeira de líderes, no Alcanenense-Tramagal; o U. Tomar “B”-Entroncamento AC; e o Espinheirense-Benavente.

No Campeonato de Portugal, as equipas do Distrito terão saídas difíceis, mas em que será possível regressar a casa com pontos: o Fátima viaja até a Anadia (8.º); o U. Santarém visita a Marinha Grande, para defrontar o 9.º classificado, Marinhense.

(Artigo publicado no jornal “O Templário”, de 5 de Dezembro de 2019)

Entry filed under: Tomar.

Campeonato do Mundo de Fórmula 1 – 2019 Grandes clássicos das competições europeias – (14) Barcelona – Juventus

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Dezembro 2019
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Twitter

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.


%d bloggers like this: