Archive for 2 Outubro, 2013

100 Perguntas sobre Factos, Dúvidas e Curiosidades dos Descobrimentos

1385225_522475427843958_1320291671_n

Tudo partiu de um desafio da própria editora: escrever um livro sobre “mitos” e “ideias feitas” dos Descobrimentos (para não dizer “disparates incrustados”). Vai não volta, o tema lá aparece nas páginas dos jornais: ou descobriram mais uma pista da “Flor de la mar”, ou a estafadíssima historieta do “Colombo português” conhece mais um novo capítulo, ou surgem novíssimas (e incontestáveis) “provas” de que os portugueses descobriram a Austrália. Para não falar de quando alguém repesca a Escola de Sagres, a Pedra de Dighton ou outra balela. De facto, era um desafio. Mas eis que este conheceu um inesperado refinamento: “o melhor era mesmo pergunta/resposta”. “Quantas? 50?”. “100”. Eu teria preferido 97, 103 ou “um chorrilho delas” (para não usar outro vernáculo). “Um Chorrilho de Perguntas sobre Descobrimentos” seria um bom título. Mas não, 100 seriam, 100 ficaram. Depois, impus a mim mesmo uma disciplina draconiana: as respostas teriam todas o mesmo tamanho; simples ou complexas, teria que responder e descalçar a bota em X linhas. E assim foi. A lista, o alinhamento e a escrita foram mais ou menos anárquicas, até chegar à centena que foi, posteriormente, dividida por temas. Ei-los:

I. O “arranque” dos Descobrimentos

II. Mitos de ontem e de hoje

III. Homens dos Descobrimentos

IV. Mistérios e controvérsias

V. Expansão portuguesa e expansão europeia

VI. Rumos, políticas e tratados

VII. «E se mais mundo houvera, lá chegara»

VIII. Histórias de encontros e desencontros

IX. Dúvidas e curiosidades

X. Descobrimentos e memória

2 Outubro, 2013 at 8:45 pm Deixe um comentário

Liga dos Campeões – 2ª Jornada – Resultados e Classificações

Grupo A
Bayer Leverkusen – Real Sociedad – 2-1
Shakhtar Donetsk – Manchester United – 1-1

1º Manchester United e Shakhtar Donetsk, 4; 3º Bayer Leverkusen, 3; 4º Real Sociedad, 0

Grupo B
Real Madrid – København – 4-0
Juventus – Galatasaray – 2-2

1º Real Madrid, 6; 2º Juventus, 2; 3º København e Galatasaray, 1

Grupo C
Anderlecht – Olympiakos – 0-3
Paris St.-Germain – Benfica – 3-0

1º Paris St.-Germain, 6, 2º Olympiakos e Benfica, 3; 4º Anderlecht, 0

Grupo D
CSKA Moskva – Viktoria Plzeň – 3-2
Manchester City – Bayern – 1-3

1º Bayern, 6; 2º Manchester City e CSKA Moskva, 3; 4º Viktoria Plzeň, 0

Grupo E
Steaua – Chelsea – 0-4
Basel – Schalke 04 – 0-1

1º Schalke 04, 6; 2º Chelsea e Basel, 3; 4º Steaua, 0

Grupo F
Arsenal – Napoli – 2-0
B. Dortmund – Marseille – 3-0

1º Arsenal, 6; 2º B. Dortmund e Napoli, 3; 4º Marseille, 0

Grupo G
FC Porto – At. Madrid – 1-2
Zenit – Austria Wien – 0-0

1º At. Madrid, 6; 2º FC Porto, 3; 3º Austria Wien e Zenit, 1

Grupo H
Celtic – Barcelona – 0-1
Ajax – AC Milan – 1-1

1º Barcelona, 6; 2º  AC Milan, 4; 3º Ajax, 1; 4º Celtic, 0

2 Outubro, 2013 at 8:44 pm Deixe um comentário

Liga dos Campeões – 2ª Jornada (Paris St.-Germain – Benfica)

Paris St.-Germain – Salvatore Sirigu, Gregory Van der Wiel, Alex (78m – Zoumana Camara), Marquinhos, Maxwell, Thiago Motta, Marco Verratti (70m – Adrien Rabiot), Blaise Matuidi, Edinson Cavani, Ezequiel Lavezzi (70m – Lucas) e Zlatan  Ibrahimović

BenficaBenfica – Artur Moraes, André Almeida, Luisão, Ezequiel Garay, Siqueira, Ljubomir Fejsa (29m – André Gomes), Nemanja Matić, Enzo Pérez, Filip Đuričić (45m – Lazar Marković), Nico Gaitán (66m – Miralem Sulejmani) e Óscar Cardozo

1-0 – Zlatan Ibrahimović – 5m
2-0 – Marquinhos – 25m
3-0 – Zlatan Ibrahimović – 30m

Cartões amarelos – Van der Wiel (36m) e Alex (47m); Nico Gaitán (32m)

Árbitro – Nicola Rizzoli (Itália)

No regresso a Paris, dois anos e meio depois – mas para defrontar uma formação parisiense que é hoje radicalmente diferente – num encontro em que, logo à partida, as equipas se apresentavam com um importante desnível, começando pelo valor dos respectivos orçamentos – e como perfeito reverso do que sucedera na ronda inaugural -, o pior que podia acontecer a um Benfica algo falho de confiança era sofrer um golo logo aos cinco minutos.

Acusando o toque – na verdade, a equipa nunca deu indicações de que pudesse operar qualquer tipo de inversão na tendência do jogo, ou seja, de que fosse possível evitar a derrota -, a formação benfiquista desuniu-se, com os seus jogadores muito “longe” uns dos outros.

Quando, no espaço de cinco minutos, entre os 25 e os 30 minutos, o marcador se elevou para 3-0, temeu-se que o Benfica pudesse ter hoje uma noite negra.

Valeu que, na segunda parte, a equipa de alguma forma se conseguiu recompor a nível defensivo, assim como a baixa de intensidade de jogo por parte do conjunto francês.

Numa das piores exibições dos últimos tempos em competições europeias, o Benfica escapou à goleada, mas impõe-se uma séria reflexão – que terá de ser realizada a breve prazo, dados os dois jogos que se seguem com o Olympiakos, que serão decisivos para determinar quem deverá acompanhar o Paris St.-Germain nos 1/8 Final da Liga dos Campeões – sobre as opções tácticas, a nível de escolha de jogadores titulares e coerência de substituições, assim como sobre a condição física (e agora também psicológica) em que a equipa se apresenta neste início de temporada.

2 Outubro, 2013 at 8:42 pm Deixe um comentário


Autor – Contacto

Destaques

Benfica - Quadro global de resultados - Printscreen Tableau
Literatura de Viagens e os Descobrimentos Tomar - História e Actualidade União de Tomar - Recolha de dados históricos

Calendário

Outubro 2013
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos

Pulsar dos Diários Virtuais

O Pulsar dos Diários Virtuais em Portugal

O que é a memória?

Memória - TagCloud

Jogos Olímpicos

Eleições EUA 2008

Categorias

Notas importantes

1. Este “blogue" tem por objectivo prioritário a divulgação do que de melhor vai acontecendo em Portugal e no mundo, compreendendo nomeadamente a apresentação de algumas imagens, textos, compilações / resumos com origem ou preparados com base em diversas fontes, em particular páginas na Internet e motores de busca, publicações literárias ou de órgãos de comunicação social, que nem sempre será viável citar ou referenciar.

Convicto da compreensão da inexistência de intenção de prejudicar terceiros, não obstante, agradeço antecipadamente a qualquer entidade que se sinta lesada pela apresentação de algum conteúdo o favor de me contactar via e-mail (ver no topo desta coluna), na sequência do que procederei à sua imediata remoção.

2. Os comentários expressos neste "blogue" vinculam exclusivamente os seus autores, não reflectindo necessariamente a opinião nem a concordância face aos mesmos do autor deste "blogue", pelo que publicamente aqui declino qualquer responsabilidade sobre o respectivo conteúdo.

Reservo-me também o direito de eliminar comentários que possa considerar difamatórios, ofensivos, caluniosos ou prejudiciais a terceiros; textos de carácter promocional poderão ser também excluídos.